Fatores que Influenciam o Clima

Carolina Batista
Carolina Batista
Professora de Química

O clima reúne as condições apresentadas pela atmosfera em determinada região por um período de pelo menos 30 anos.

Os tipos de clima presentes no mundo são caracterizados por elementos climáticos e influenciados pelos fatores climáticos.

Elementos climáticos

Os elementos climáticos são grandezas meteorológicas que podem ser medidas por instrumentos específicos e são responsáveis pelas características que retratam o estado da atmosfera. Os principais são:

Temperatura: apresenta o grau de calor da atmosfera, ou seja, o aquecimento do ar. O instrumento que pode ser utilizado para medir essa grandeza é o termômetro.

Pressão atmosférica: força exercida pelo peso da atmosfera sobre a superfície terrestre. O instrumento que pode ser utilizado para medir essa grandeza é o barômetro.

Umidade atmosférica: quantidade de água na forma de vapor, ou seja, no estado gasoso presente na atmosfera. O instrumento que pode ser utilizado para medir essa grandeza é o psicômetro.

Precipitação: fenômenos relacionados com a queda de água da atmosfera, seja de forma líquida (chuva) ou sólida (neve e granizo). O instrumento que pode ser utilizado para medir essa grandeza é o pluviômetro.

Vento: movimento de parcelas de ar na direção de uma região de maior pressão para uma de menor pressão com determinada intensidade. O instrumento que pode ser utilizado para medir essa grandeza é o cata-vento.

Radiação: energia propagada na atmosfera, cuja maior parte provém do Sol. O instrumento que pode ser utilizado para medir essa grandeza é o piranômetro.

Fatores climáticos

São fatores geográficos capazes de modificar o clima, pois influenciam os elementos climáticos. Os principais são: altitude, latitude, continentalidade, maritimidade, massas de ar, correntes marítimas, relevo, vegetação e urbanização.

Altitude

Esse fator determinante está relacionado com a verticalização de diversos pontos em relação ao nível do mar e, portanto, a altura que apresenta.

Para tanto, basta pensarmos nas montanhas e/ou cordilheiras e na diminuição de temperatura que vai aumentando conforme a altitude aumenta.

Vale lembrar que a pressão atmosférica nesses locais é menor do que aqueles que estão próximos do nível do mar. Em resumo, quanto maior a altitude, menor será a pressão e as temperaturas.

Latitude

Representa a distância da Linha do Equador, uma linha imaginária que passa pelo meio do globo no sentido horizontal.

Sendo assim, quanto maior a distância desse ponto, menor será a latitude e, portanto, a temperatura. Como exemplo, podemos citar os locais que estão próximos da linha do Equador e que recebem maior incidência solar e, portanto, apresentam maiores temperaturas.

Continentalidade

O nome já indica que esse conceito está associado aos locais da porção continental. Da mesma maneira que a maritimidade, ela é influenciada pelas massas de água, no entanto, que estão localizadas dentro dos continentes (rios, lagos, etc.).

Todavia, as regiões influenciadas pela continentalidade apresentam menores índices pluviométricos e maiores amplitudes térmicas (diferença entre a maior e menor temperatura), isto é, variações de temperatura, seja entre as estações do ano ou ainda, entre os dias e as noites.

Maritimidade

Esse fator climático influencia diretamente os climas das regiões que estão próximas do mar. Influenciadas pelas massas de água (mares e oceanos), os locais que estão mais próximos das regiões litorâneas, são mais úmidos e apresentam maior índice pluviométrico (chuvas).

Já a amplitude térmica é menor do que os que são influenciados pelo fator da continentalidade, ou seja, a variação de temperatura é baixa.

Massas de Ar

Designam as porções de ar que se deslocam no planeta influenciando diretamente no clima da região. Elas podem ser continentais, marítimas, quentes e frias, dependendo de seu local de atuação e das temperaturas.

Assim, as massas de ar quente se formam em regiões tropicais e equatoriais, enquanto as massas frias, nas regiões polares. Além dessa classificação básica, a latitude influencia diretamente as massas de ar que são classificadas em: equatorial, tropical, ártica e antártica e polar.

Leia também sobre o fenômeno El Niño.

Correntes Marítimas

Representam os fluxos de água que ocorrem no mar sendo um dos importantes fatores de influência climática. Elas podem ser frias (mais profundas) ou quentes (mais superficiais) e determinam a formação das categorias climáticas, uma vez que transportam umidade e calor.

São influenciadas pelas massas de ar (ventos) sendo que as massas de água quente ocorrem a partir do Equador em direção aos polos, e as massas de água fria ocorrem dos polos em direção ao Equador.

Relevo

Paisagens físicas do planeta terra que influenciam diretamente no clima da região. Os principais tipos de relevo são as planícies, os planaltos, as montanhas e as depressões.

Sabemos que em locais que apresentam maiores altitudes, por exemplo, as montanhas, o clima é sempre mais frio. Outro exemplo são as serras que bloqueiam a umidade dos locais, alterando significativamente o clima e a umidade da região.

Vegetação

A cobertura vegetal do planeta, tanto quanto o relevo, influencia diretamente o clima que se desenvolve no local, por exemplo, as florestas locais que retém grande umidade tal qual a Floresta Amazônica. Isso propicia um maior índice pluviométrico na região e temperaturas mais amenas.

Urbanização

Das ações humanas, a expansão da urbanização tem sido um dos maiores problemas das mudanças climáticas, uma vez que influenciam diretamente no clima local. Ela resulta no aumento da temperatura nos maiores centros.

Os exemplos mais significativos decorrentes da alta poluição das grandes cidades são as Ilhas de Calor.

Mudanças Climáticas

As mudanças climáticas correspondem as alterações do clima em determinadas regiões do globo. Vale lembrar que a ação humana tem intensificado essas alterações, como a emissão de gases e de produtos tóxicos, o desmatamento, as queimadas, a caça excessiva, dentre outros.

Complemente sua pesquisa com a leitura dos artigos:

Carolina Batista
Carolina Batista
Técnica em Química pelo Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Pernambuco (2011) e Bacharelada em Química Tecnológica e Industrial pela Universidade Federal de Alagoas (2018).