Fototropismo

Lana Magalhães

O fototropismo é o crescimento das plantas orientado em direção ao estímulo luminoso.

O fototropismo pode ser positivo ou negativo.

Quando o crescimento ocorre em direção ao estímulo de luz é chamado de fototropismo positivo. Quando ocorre em sentido contrário, é chamado de fototropismo negativo.

Os caules apresentam fototropismo positivo, pois crescem em direção à fonte de luz. As raízes apresentam fototropismo negativo, crescem em sentido contrário ao da fonte de luz.

O fototropismo é facilmente observado na natureza. Um exemplo é o girrasol, que pode movimenta-se conforme a direção da luz solar.

Flor do Girassol

O girassol apresenta fototropismo positivo.

Outro exemplo é um vaso com planta dentro de uma sala escura. Com o tempo, podemos notar que a planta cresce em direção a uma janela ou porta aberta, ou seja, em direção a uma fonte de luz.

As plantas podem apresentar outros tipos de tropismo, conforme o estímulo externo recebido. Além do fototropismo, o geotropismo é bastante comum. O geotropismo ou gravitropismo corresponde ao crescimento das plantas orientado pela gravidade.

O fototropismo e a ação das auxinas

A auxina é um hormônio vegetal que possui entre as suas funções, o crescimento e o alongamento das células. A auxina é produzida pelo meristema apical do caule.

A ação das auxinas nos vegetais é influenciada pela luz. Daí a sua relação com o fototropismo.

A luz provoca a migração da auxina para o lado mais escuro ou sombreado da planta. Nessa região, a auxina promove o alongamento celular e crescimento vegetal.

Com o acúmulo de auxina no lado sombreado, essa parte cresce mais que o lado que está exposto à luz. Como consequência, provoca a curvatura do caule para o lado de onde vem a luz.

Saiba mais sobre os Hormônios Vegetais.

Lana Magalhães
Lana Magalhães
Licenciada em Ciências Biológicas (2010) e Mestre em Biotecnologia e Recursos Naturais pela Universidade do Estado do Amazonas/UEA (2015). Doutoranda em Biodiversidade e Biotecnologia pela UEA.