Jônios

Juliana Bezerra

Os jônios, jônicos ou iônios são um dos povos da antiguidade que auxiliaram na formação da cultura grega (ciência, filosofia e arte).

Além deles, os aqueus, os eólios e os dórios tiveram um papel preponderante na construção do mundo grego na antiguidade.

Resumo

Os Jônios chegaram no território grego por volta de 2000 a. C. habitando parte do Peloponeso e da Ática, alterando assim, toda a estrutura estabelecida por outros povos. Com forte tradição militar, eles ocuparam diversas regiões da Hélade de maneira violenta.

Dentro de uma sociedade belicosa e hierárquica, os jônios foram responsáveis pela escravização de diversas pessoas que habitavam o local, sobretudo dos aqueus e eólios.

Com a expansão da civilização jônica, diversas construções foram erigidas desde templos, muralhas e palácios, marcando definitivamente sua presença no território.

Como passar do tempo e a fundação de diversas cidades, eles formaram a “liga jônica”, a qual era composta de doze cidades: Éfeso, Samos, Priene, Colofón, Clazómenas, Quios, Mileto, Teos, Mionto, Lebedos, Foceia e Eritras.

Com a chegada dos dórios no Peloponeso, no final do período pré-homérico, os jônios migraram para a região da Ásia menor, habitando parte do local.

Aprofunde seus conhecimentos no assunto, com a leitura dos textos:

Juliana Bezerra
Juliana Bezerra
Bacharelada e Licenciada em História, pela PUC-RJ. Especialista em Relações Internacionais, pelo Unilasalle-RJ. Mestre em História da América Latina e União Europeia pela Universidade de Alcalá, Espanha.