Massa Atômica

Massa Atômica (u) é a forma padrão para medir o peso dos átomos. Isso porque o átomo é muito leve. Assim, foi preciso padronizar uma medida para que fosse possível pesar essa unidade da matéria.

Os químicos resolveram tomar como base o carbono, por isso diz-se que a massa atômica é relativa. Foi determinado que uma unidade de massa atômica equivale a 1,66 * 10-24 g, o mesmo que 1/12 do carbono.

As massas dos átomos são comparadas com esse padrão de 1u, o que quer dizer que a massa atômica indica quantas vezes um átomo pesa mais do que 1/12 do carbono.

A massa atômica é o valor que aparece logo abaixo dos nomes de cada elemento na tabela periódica. Vejamos alguns:

  • Oxigênio (O) - 15,999
  • Ferro (Fe) - 55,845
  • Cloro (Cl) - 35,45
  • Enxofre (S) - 32,06
  • Hidrogênio (H) - 1,008
  • Cálcio (Ca) - 40,078

Como Calcular?

A massa atômica dos elementos químicos resulta da média ponderada dos isótopos.

Vamos imaginar dois isótopos de um elemento químico qualquer: 22X 36X. 22 e 36 são suas massas.

Vamos imaginar também que a abundância desses isótopos na natureza é de 40% e 60% respectivamente.

A partir desses dados, é possível calcular a massa atômica. Primeiro, multiplica-se a massa pela abundância de cada um dos isótopos. De seguida, soma-se esses resultados e divide-se por 100.

Massa Atômica

O que são Massa Molecular e Massa Molar?

A massa molecular é a soma da massa atômica de cada elemento químico que forma uma determinada molécula.

A massa molar, por sua vez, é a massa molecular expressa em gramas.

Isso quer dizer que, apesar de apresentar o mesmo valor do que a massa molecular, a massa molecular é expressa em u (unidade de massa atômica).

Saiba mais em Número de Mol e Massa Molar.

Exercícios de Vestibular com Gabarito

1. (UFPE) Existem dois isótopos do rubídio que ocorrem na natureza: 85 Rb, que tem massa igual a 84,91, e 87 Rb, cuja massa é 86,92. O peso atômico do rubídio é 85,47. Qual é a porcentagem do 87 Rb?

a) 72,1%
b) 20,1%
c) 56,0%
d) 27,9%
e) 86,9%

Alternativa d

2. (Cesgranrio-RJ) Um elemento X tem massa atômica 63,5 e apresenta os isótopos 63 X e 65 X. A abundância do isótopo 63 no elemento X é:

a) 25%
b) 63%
c) 65%
d) 75%
e) 80%

Observação: Considere os números de massa 63 e 65 como sendo as massas atômicas desses isótopos.

Alternativa D

3. (UFRGS_RS) O elemento cloro apresenta massa atômica igual a 35,453 u. Esta informação significa que:

a) o átomo de cloro apresenta massa 35,453 vezes maior que a massa do átomo de hidrogênio.
b) a massa de um átomo de cloro é 35,453 vezes maior que a massa do isótopo 12 do carbono.
c) a relação entre as massas dos átomos de cloro e de carbono é 35,453 ÷ 12.
d) qualquer átomo de cloro apresenta massa 35,453 vezes maior que 1/12 do isótopo 12 do carbono.
e) a média ponderada das massas dos isótopos do cloro é 35,453 vezes maior que 1/12 da massa do isótopo 12 do carbono.

Alternativa E

4. (FEI-SP) Se um átomo apresentar a massa atômica igual a 60 u, a relação entre a massa desse átomo e a massa do átomo de carbono 12 valerá?

a) 1
b) 2
c) 3
d) 4
e) 5

Alternativa E

5. (UFSCar-SP) O elemento magnésio, número atômico 12, ocorre na natureza como uma mistura de três isótopos. As massas atômicas destes isótopos, expressas em unidades de massa atômica (u), e suas respectivas abundâncias num dado lote do elemento, são fornecidas na tabela a seguir. A massa atômica deste lote, em u, é igual a:

a) 23,98504, exatamente.
b) 2498584, exatamente.
c) 25,98259, exatamente.
d) um valor compreendido entre 23,98504 e 24,98584.
e) um valor compreendido entre 24,98584 e 25,98259.

alternativa E