Monossacarídeos

Carolina Batista
Carolina Batista
Professora de Química

Monossacarídeo é o carboidrato mais simples existente, cuja estrutura é formada por um pequeno número de carbonos, além de outros elementos, como hidrogênio e oxigênio.

A fórmula geral de um monossacarídeo é Cn(H2O)n e o número de carbonos varia de 3 a 7.

Classificação dos monossacarídeos por número de carbonos

De acordo com a quantidade de carbonos na cadeia, os monossacarídeos recebem a seguinte classificação:

  • Trioses, com três carbonos e fórmula geral C3H6O3.
  • Tetroses, com quatro carbonos e fórmula geral C4H8O4.
  • Pentoses, com cinco carbonos e fórmula geral C5H10O5..
  • Hexoses, com seis carbonos e fórmula geral C6H12O6.
  • Heptoses, com sete carbonos e fórmula geral C7H14O7.
exemplos e classificação dos carboidratos por número de carbonos
Classificação e exemplos de monossacarídeos

Saiba mais sobre a glicose.

Classificação dos monossacarídeos por grupo funcional

A estrutura de um monossacarídeo é formada por diversos grupos OH e isso o caracteriza como um poliálcool.

Além disso, há também os grupos funcionais nas cadeias, que diferenciam os monossacarídeos em aldoses e cetoses.

A aldose apresenta o grupo aldeído (CHO) e a cetose apresenta o grupo cetona (C=O).

aldoses e cetoses
Exemplo de aldose e cetose

Saiba mais sobre aldeídos e cetonas.

Monossacarídeos: funções e importância

Os monossacarídeos são compostos de grande importância para os seres vivos.

Eles estão presentes nos ácidos nucleicos (DNA e RNA), que contêm as informações genéticas de um indivíduo.

O RNA é o ácido ribonucleico, pois seu açúcar formador é uma pentose, a ribose.

O DNA é a sigla para ácido desoxirribonucleico, pois a molécula é formada por um açúcar de cinco carbonos, a desoxirribose, que apresenta um átomo de oxigênio a menos que a ribose.

Veja a diferença a seguir da estrutura desses monossacarídeos.

ribose e desoxirribose
Fórmula estrutural da ribose e desoxirribose

Os exemplos mais comuns de hexoses são a glicose, a frutose e a galactose. Todas elas produzem energia através da respiração celular, ou seja, elas são quebradas em reações químicas e, assim, liberam energia.

hexoses: frutose, glicose e galactose
Fórmula estrutural das principais hexoses

Os três monossacarídeos possuem a mesma fórmula molecular (C6H12O6), mas apresentam diferentes fórmulas estruturais.

Carboidratos e suas classificações

Os carboidratos são classificados de acordo com sua complexidade. Os monossacarídeos abordados neste texto são os compostos mais simples. Entretanto, além deles, existem também os dissacarídeos, trissacarídeos e polissacarídeos, que são diferenciados da seguinte forma:

  • Monossacarídeos: carboidratos cuja estrutura varia de 3 a 7 átomos de carbono, por exemplo o glicose;
  • Dissacarídeos: carboidratos formados pela junção de dois monossacarídeos, por exemplo a lactose (glicose + galactose);
  • Trissacarídeos: carboidratos formados pela junção de três monossacarídeos, por exemplo a rafinose (glicose + frutose + galactose);
  • Polissacarídeos: carboidratos formados inúmeros monossacarídeos em uma longa cadeia polimérica, como por exemplo amido, quitina e celulose.

Os monossacarídeos são os únicos carboidratos que não se hidrolisam, ou seja, a estrutura não pode ser rompida em reação com a água.

Sacarose espaço mais espaço reto H com 2 subscrito reto O espaço seta para a direita espaço Glicose espaço mais espaço Frutose espaço parêntese esquerdo ose parêntese direito espaço Amido espaço mais espaço nH com 2 subscrito reto O espaço seta para a direita espaço reto n espaço glicose

Os demais carboidratos quando sofrem hidrólise, liberam os monossacarídeos que os compõem.

Saiba mais sobre as funções e classificação dos carboidratos.

Carolina Batista
Carolina Batista
Técnica em Química pelo Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Pernambuco (2011) e Bacharelada em Química Tecnológica e Industrial pela Universidade Federal de Alagoas (2018).