Quando Usar a Mesóclise

Márcia Fernandes

Mesóclise é a colocação do pronome no meio do verbo. Ela somente é possível de uma forma: com verbos no futuro do presente (esforçar-me-ei) ou no futuro do pretérito (esforçar-me-ia).

Existem mais dois tipos de posição: Próclise - pronome antes do verbo e Ênclise - pronome depois do verbo.

Exemplos:

  • Desenhar-te-ei nos meus sonhos. (Mesóclise)
  • Espero que se entendam... (Próclise)
  • Liguem-lhe! (Ênclise)

A Mesóclise é encontrada apenas em obras literárias ou quando se quer, propositalmente, dar um tom cerimonioso ao discurso. Aqui você tira todas as suas dúvidas quanto ao uso da Mesóclise.

A mesóclise deve ser usada em duas situações:

  1. Orações em que o verbo esteja no futuro do presente. Exemplo: Ouvir-te-ei sempre que quiseres.
  2. Orações em que o verbo esteja no futuro do pretérito. Exemplo: Pentear-te-ia com paciência.

Mesóclise ou Próclise?

A mesóclise somente pode ser usada com os verbos no futuro do presente ou no futuro do pretérito, porém, esses verbos podem ser usados também com a próclise. Isso acontece quando há alguma regra que justifique o uso da próclise. Existindo, a próclise terá preferência, por isso, é tão raro encontrarmos a mesóclise cotidianamente.

Compare

Mesóclise Próclise Uso da Próclise
Dir-lhe-ei isso! Nunca lhe direi isso! Em orações negativas.
Eu limpar-lhe-ia a casa se me tivesse pedido. Quem lhe ajudaria naquele dia foi a nossa maior surpresa. Com pronomes relativos.
Correr-te-ia para os seus braços de tanta saudade! Mal lhes veria correria para os seus braços. Com verbos antecedidos por advérbios.
Desmanchar-me-ia em lágrimas. Tamanha seria a surpresa que me desmancharia em lágrimas. Em orações com conjunções subordinativas.
Contar-te-ia a verdade… Quem me contaria a verdade, afinal? Em orações interrogativas.

Leia Quando usar a Ênclise e Colocação Pronominal.

Exercício

Reescreva as frases incorretas e comente a sua resposta.

a) Orgulhar-me-ei de cada passo que você der.
b) Na areia da praia, onde desenhar-te-ia, se soubesse.
c) Não te chamarei!
d) Dali estudar-te-ia as formas.
e) Amar-vos-ei até o fim dos meus dias.

b) Na areia da praia, onde te desenharia, se soubesse. (Neste caso, há uma regra que justifica a preferência pela próclise: orações com pronome relativos - onde é um pronome relativo invariável)

d) Dali te estudaria as formas. (Dá-se, também, preferência pela próclise uma vez que o verbo é antecedido pelo advérbio dali)

Márcia Fernandes
Márcia Fernandes
Professora, pesquisadora, produtora e gestora de conteúdos on-line. Licenciada em Letras pela Universidade Católica de Santos.