Regras do voleibol

Atualizado em

As regras do voleibol, tais como as medidas da quadra, da rede e da bola, marcação de pontos, faltas e posição dos jogadores, têm como objetivo promover um ambiente competitivo e justo.

Criado em 1895 nos Estados Unidos, no início o vôlei tinha poucas regras, mas elas foram sendo melhoradas ao longo do tempo.

A FIVB - Federação Internacional de Voleibol é o órgão responsável pela regulação de todas as modalidade de vôlei no mundo.

Quadra de vôlei

De acordo com as regras oficiais, a quadra de vôlei deve medir 18x9 m, ou seja, 18 metros de comprimento por 9 metros de largura.

Há uma área de 3 metros, no mínimo, ao redor de toda a largura da quadra, que é chamada de zona livre. A quadra e a zona livre juntas compõem a área do jogo.

A quadra é dividida em duas partes iguais no sentido do seu comprimento. Assim, cada equipe ocupa 9 metros de comprimento da quadra.

A zona de frente mede 3 metros de comprimento a partir da linha central - a linha desenhada por baixo da rede. Essa é a zona de ataque e de bloqueio.

A zona de trás mede 6 metros de comprimento a partir do limite da zona da frente. Essa é a zona de defesa e de recepção.

A zona de saque é onde o sacador saca a bola para colocá-la em jogo. Ela fica a partir do limite da zona de defesa e termina no fim da zona livre.

Quadra de vôlei com medidas
Quadra de vôlei com medidas

Rede de vôlei

A altura da rede, a contar do chão, é de 2,43 metros nos jogos masculinos, e 2,24 metros nos jogos femininos. Ela deve medir 1x9,5 a 10 m, ou seja, 1 metro de altura por 9,5 a 10 metros de comprimento.

A rede é colocada, na vertical, na direção da linha central, que é a linha que divide a quadra pelas duas equipes, e fica presa a dois postes de 2,55 m de altura; os postes são colocados a uma distância de 0,5 metro a 1 metro das linhas laterais.

Bola de vôlei

O tamanho da circunferência da bola de vôlei é de 65 a 67 centímetros. Ela deve pesar 260 a 280 gramas.

Num jogo de vôlei são usadas várias bolas. Nas competições mundiais, por exemplo, são usadas cinco. As bolas usadas no mesmo jogo devem ter o mesmo tamanho e o mesmo peso. Até mesmo a pressão interna e as suas cores devem ser iguais.

Jogadores de vôlei e posições na rotação ou rodízio

No vôlei, jogam 12 jogadores - 6 titulares e 6 reservas. Dentre os jogadores, há:

1 capitão, que junto com o técnico são responsáveis pela conduta e disciplina da equipe; e

1 líbero, que é o único jogador que não pode ser capitão, não pode fazer saques e nem bloquear. O líbero deve usar um uniforme que tenha uma cor predominante que não esteja presente no uniforme da sua equipe.

Os jogadores são numerados de acordo com as posições que assumem na quadra.

Na linha da frente devem ficar os seguintes jogadores: jogador 4 (do lado esquerdo), jogador 3 (no centro) e jogador 2 (no lado direito).

Na linha de trás devem ficar os seguintes jogadores: jogador 5 (do lado esquerdo), jogador 6 (no centro) e jogador 1 (no lado direito).

Isso não quer dizer que os jogadores não possam se movimentar pela quadra, mas sim que no momento do saque eles têm de estar posicionados dessa forma.

A mudança das posições feitas pelos jogadores é chamada de rotação ou rodízio. A cada novo saque os jogadores assumem uma nova posição, o que é feito no sentido horário.

Assim, o jogador que está no lado direito da zona de frente, que é o jogador 2, assume a posição do jogador que está atrás dele, que é o jogador 1, aquele que deu o último saque.

Posições dos jogadores de vôlei
Representação das posições dos jogadores de vôlei na rotação ou rodízio

Seguindo o movimento do ponteiro do relógio (direita para esquerda), o jogador 1 passa para a posição 6, que está no seu lado esquerdo, e assim por diante. O líbero é o único jogador que não pode assumir qualquer uma das posições; ele apenas pode mudar de posição com os jogadores da zona de trás.

Marcação de pontos, vitórias de set e de partida de vôlei

No vôlei, os pontos são marcados nas seguintes situações:

  • quando a bola toca a quadra da equipe adversária;
  • quando a equipe adversária marca falta;
  • quando a equipe adversária é penalizada.

A partida de vôlei não tem duração fixa. Um jogo é composto pela disputa de 4 sets de 25 pontos. Se for necessário desempatar, o 5.º set é disputado, mas em vez de 25 pontos, o 5.º set vai até 15 pontos.

A vitória de cada set é dada à primeira equipe que marca 25 pontos, mas com uma diferença de 2 pontos da equipe adversária. Isso quer dizer que se o set estiver 24 x 24, para vencer o set é preciso que o placar acabe, por exemplo, em 26 x 24, 27 x 25, 28 x 26.

Para ganhar o jogo, por sua vez, é preciso vencer 3 sets. No caso de cada uma das equipes ter vencido 2 sets, é disputado o 5.º set. O 5.º set vai até os 15 pontos, mas para o vencer, também é preciso terminar com uma diferença de 2 pontos da equipe adversária, por exemplo, 15 x 13, 16 x 14, 17 x 15.

Faltas no vôlei

No vôlei, as faltas são marcadas quando as regras do jogo não são cumpridas. As principais faltas são:

Dois toques: quando o mesmo jogador dá dois toques consecutivos na bola ou quando a bola toca várias partes do seu corpo de forma consecutiva.

Quatro toques: quando a equipe dá mais de três toques na bola antes de enviá-la para a equipe adversária (apenas são permitidos, no máximo, três toques na bola).

Toque apoiado: quando um jogador apoia-se em um colega da equipe, na rede ou nas antenas para tocar na bola.

Condução: quando um jogador segura a bola ou a lança, em vez de rebatê-la durante a disputa de pontos.

Falta na rotação: quando, no momento do saque, os jogadores não estão posicionados conforme a sua numeração.

Bola fora depois do saque, no ataque e no bloqueio: quando a bola vai para fora depois do saque, durante o ataque ou no bloqueio.

Golpe na bola na quadra adversária: quando um jogador golpeia a bola que ainda está na quadra da equipe adversária.

Bloqueio do saque adversário: quando o saque da equipe adversária é bloqueado pela outra equipe.

Leia também: Fundamentos do voleibol e Quadra de vôlei.