Solecismo - vício de linguagem

Daniela Diana

Solecismo é um vício de linguagem caracterizado por ser um desvio gramatical que ocorre no nível sintático da língua.

Trata-se de um erro muito comum que cometemos com frequência numa conversa informal.

Exemplo: Vou no banheiro. (o correto seria: Vou ao banheiro.)

Isso acontece porque na linguagem oral e coloquial, não nos preocupamos tanto com a construção das frases. Entretanto, é importante saber as normas da língua para que nos textos você utilize a forma correta.

Lembre-se que os vícios de linguagem são desvios da linguagem que ocorrem por desconhecimento das normas gramaticais ou mesmo por descuido do falante.

Além do solecismo, destacam-se como vícios de linguagem: barbarismo, pleonasmo, eco, cacófato, hiato, colisão, ambiguidade e plebeísmo.

Exemplos de Solecismo

O solecismo pode ocorrer de três maneiras: concordância (singular e plural), colocação (pronominal) ou regência (verbal ou nominal).

Concordância

  • Esses meninos são maluco mesmo. (o correto seria: Esses meninos são malucos mesmo.)
  • Fazem nove meses que vivo com ela. (o correto seria: Faz nove meses que vivo com ela.)
  • A gente vamos para a escola toda manhã. (o correto seria: A gente vai para a escola toda manhã.)

Colocação

  • Lara não emprestou-me sua caneta. (o correto seria: Lara não me emprestou sua caneta.)
  • Leandro não chamou-me para conversar. (o correto seria: Leandro não me chamou para conversar.)
  • Não enganei-me com as notas dos alunos. (o correto seria: Não me enganei com as notas dos alunos.)

Regência

  • Nós vamos no cinema ver aquele documentário. (o correto seria: Nós vamos ao cinema ver aquele documentário.)
  • Assisti o filme essa tarde (o correto seria: Assisti ao filme essa tarde.)
  • Vamos na praia esse final de semana. (o correto seria: Vamos à praia esse final de semana.)

E as Figuras de Linguagem?

Muito comum haver confusão entre as figuras e os vícios de linguagem.

No entanto, as figuras de linguagem são empregadas com o intuito de proporcionar maior expressividade ao texto.

Por esse motivo, elas são muito utilizadas em textos literários, onde o autor pretende dar maior ênfase à linguagem.

Por outro lado, os vícios de linguagem são erros que devem ser evitados, sobretudo, nos textos não-literários.

As figuras de linguagem são classificadas em: figuras de palavras, figuras de pensamento, figuras de sintaxe e figuras de som.

Entenda a diferença entre o Texto Literário e Não Literário.

Caiu no Vestibular!

(UFOP-MG) Qual o vício de linguagem que se observa na frase: “Eu não vi ele faz muito tempo”.

a) solecismo
b) cacófato
c) arcaísmo
d) barbarismo
e) colisão

Alternativa a) solecismo

Daniela Diana
Daniela Diana
Licenciada em Letras pela Universidade Estadual Paulista (Unesp) em 2008 e Bacharelada em Produção Cultural pela Universidade Federal Fluminense (UFF) em 2014. Amante das letras, artes e culturas, desde 2012 trabalha com produção e gestão de conteúdos on-line.