Tancredo Neves


Tancredo de Almeida Neves, político brasileiro, Foi o primeiro presidente eleito após o golpe militar, que durou 20 anos.

Sua morte gera muita polêmica. A versão oficial é que teria sido provocada por diverticulite - doença inflamatória no intestino grosso, mas muitos acreditam que o primeiro presidente do Brasil eleito após o golpe militar, teria sido assassinado por meio de envenenamento ou mesmo baleado.

Tancredo NevesTancredo morreu antes de tomar posse

Biografia

Mineiro, nascido em 04 de março de 1910, era advogado e exerceu vários cargos políticos. Dentre alguns fatos da sua trajetória pública e política, podemos citar:

  • Entre 1935 e 1937 foi vereador em São João del-Rei, Minas Gerais, de onde era natural e onde mais tarde foi Presidente da Câmara Municipal.
  • Entre 1947 e 1950 foi Deputado Estadual.
  • Entre 1951 e 1953 foi Deputado Federal.
  • Entre 1953 e 1954 foi Ministro da Justiça.
  • Foi também Diretor do Banco de Crédito Real, em 1955 e Diretor do Banco do Brasil, entre 1956 e 1958.
  • Entre 1958 e 1960 foi Secretário de Finanças de Minas Gerais.
  • Entre 1961 e 1962 assumiu o cargo de Primeiro-Ministro, após Jânio Quadros ter renunciado.
  • Entre 1963 e 1979 foi Deputado Federal.
  • Entre 1983 e 1984 foi governador de Minas Gerais. Nesta altura renunciou para disputar a Presidência da República.

Foi eleito presidente do Brasil em eleição indireta. No Colégio Eleitoral recebeu 480 votos contra 180 de Paulo Maluf. A sua eleição marcou o fim da ditadura militar, contra o qual opôs-se ativamente.

Faleceu com 75 anos antes de tomar posse, em São Paulo, em 21 de abril de 1985.

José Sarney, vice de Tancredo Neves, assumiu a Presidência da República em 15 de março de 1985.

Para entender melhor sobre o período, leia também: Golpe Militar e Dietas Já.

Morte Polêmica

No dia anterior a sua posse, em uma missa para celebrar esse acontecimento, Tancredo Neves se sente mal. Internado, é lhe diagnosticada uma diverticulite e é operado de emergência, seguindo-se, ainda, mais seis cirurgias. Morre cerca de 38 dias depois.

Outra versão diz que se ouviu um tiro na igreja e Tancredo Neves teria sido levado para o hospital, sendo divulgada a notícia da doença inflamatória para encobrir tal fato.

E uma outra versão diz que Tancredo Neves teria sido envenenado, tal como seu mordomo, que se diz ter morrido um dia após a morte de Tancredo Neves na sequência de dores semelhantes que este teria sofrido.

A própria data do seu falecimento também é discutida. Há quem acredite que o anúncio da sua morte foi propositalmente feito no Dia de Tiradentes, mas que Tancredo Neves já teria morrido dias antes.