Tango: origem, características e artistas

Laura Aidar

O tango é um gênero de dança e música tradicional da Argentina. É considerado um importante símbolo cultural desse país e apresenta enorme carga emocional e dramática.

A dança é feita em pares e para realizá-la é necessário habilidade e expressividade. Isso porque as coreografias possuem certo grau de complexidade e transmitem sensualidade, paixão e tristeza.

Além disso, para que uma apresentação seja bem sucedida, o casal deve ter entrosamento e conexão.

Em 2009, o estilo foi elevado à categoria de Patrimônio Oral e Imaterial da Humanidade pela UNESCO.

tango

Origem do tango

O tango originou-se no final do século XIX nas margens do Rio da Prata, em Buenos Aires, na Argentina, e em Montevidéu, no Uruguai.

Não se sabe ao certo, mas especula-se que o estilo musical seja decorrente da habanera e da milonga, que são vertentes da música cubana.

Assim, o tango era uma expressão presente dentre a população suburbana e manifestava-se, principalmente, em casas de prostituição, bares e cafés. Os instrumentos musicais utilizados eram o violão, a flauta e o violino.

Outro instrumento importante no tango é o bandoneon, pequeno acordeon. Ele foi elaborado pelo músico Heinrich Band e levado à região do Rio da Prata pelos imigrantes alemães no começo do século XX, aos poucos foi incorporado pela cultura local.

No princípio, a dança era feita por dois homens e eles não se olhavam. Depois, passou a ser interpretada também por mulheres, geralmente prostitutas.

Apenas em 1910, com a difusão dessa arte, o tango passou a ser aceito pela burguesia e a partir de então, ganhou os salões.

Fase de Ouro e artistas importantes no tango

Depois que o tango começou a ser visto com outros olhos, surgiram algumas fases gloriosas dessa vertente artística.

A primeira foi nos anos 20, quando algumas personalidades argentinas e uruguaias começaram a dedicar-se na difusão do tango.

Escritores, inclusive, centraram esforços na valorização dessa arte, como José Gonzalez Castillo e Fernán Silva Valdez.

São dessa época também cantores e cantoras importantes, como:

  • Carlos Gardel
  • Ignacio Corsini
  • Agustín Magaldi
  • Rosita Quiroga
  • Azucena Maizani
  • Enrique Santos Discépolo

Mais tarde, na década de 40, houve outro momento de ouro para o tango, em que mais nomes de sucesso surgiram, como:

  • Aníbal Troilo
  • Astor Piazzolla
  • Armando Pontier
  • Francisco Canaro
  • Carlos di Sarli
  • Juan D'Arienzo
  • Osvaldo Pugliese

Características do tango

Algumas características dessa manifestação cultural, são:

  • Expressividade;
  • Grande carga dramática;
  • Valorização de sentimentos como a paixão, tristeza e sensualidade;
  • Capacidade de improvisação;
  • Coreografias complexas.

Vídeo de Tango

O filme Vem Dançar, de 2006, conta a história de um professor de dança que mostra o encanto do tango para seus alunos. Veja uma cena do filme.

Poesia sobre o tango

O poeta brasileiro Manuel Bandeira escreveu o poema Pneumotórax, publicado em 1930 no livro Libertinagem.

Nesse texto, ele cita o tango argentino como uma espécie de "resolução dramática e poética" frente a um problema grave de saúde.

Febre, hemoptise, dispneia e suores noturnos.
A vida inteira que podia ter sido e que não foi.
Tosse, tosse, tosse.

Mandou chamar o médico:
— Diga trinta e três.
— Trinta e três . . . trinta e três . . . trinta e três . . .
— Respire.
...................................................................................................
— O senhor tem uma escavação no pulmão esquerdo e o pulmão direito infiltrado.
— Então, doutor, não é possível tentar o pneumotórax?
— Não. A única coisa a fazer é tocar um tango argentino.

Laura Aidar
Laura Aidar
Licenciada em Educação Artística pela Universidade Estadual Paulista (Unesp) em 2007. Formada em Fotografia pela Escola Panamericana de Arte e Design de São Paulo (2010).