Tireoide


A tireoide é uma glândula localizada na região do pescoço e com importantes funções na regulação de órgãos vitais.

Ela é responsável pela produção de dois importantes hormônios, o T3 (tri-iodotironina) e o T4 (tiroxina ou tetraiodotironina).

Anatomia e histologia da tireoide

A glândula tireoide localiza-se abaixo da região conhecida como pomo-de-adão, na base do pescoço. Em um adulto, pode pesar até 25 g.

Localização da tireoide
Anatomia da tireoide

Ela é pequena, com cerca de 5 cm, e em forma de borboleta, pois possui dois lobos ligados a uma parte central.

A glândula tireoide é revestida por uma cápsula de tecido conjuntivo.

Hormônios da tireoide

A tireoide produz dois hormônios, os quais são intimamente relacionados com a regulação do metabolismo do nosso corpo. Por isso, eles são conhecidos como hormônios metabólicos do organismo.

  • T3 (tri-iodotironina): Estimulador do metabolismo celular. Possui mais ação biológica, com efeito mais rápido.
  • T4 (tiroxina ou tetraiodotironina): Menos ativo que o T3.

A produção dos hormônios da tireoide é estimulada pela ação da hipófise, através do hormônio TSH (tireoestimulante).

Para produção dos hormônios, a tireoide precisa de iodo, o qual é obtido através da alimentação e do consumo de água. Por esse motivo, o iodo passou a ser adicionado no sal de cozinha, pois era uma forma mais econômica de toda a população ter acesso a esse elemento.

Importância da tireoide

Os hormônios produzidos pela tireoide são responsáveis pela regulação de variadas funções no organismo, tais como:

  • Crescimento e desenvolvimento de crianças e adolescentes;
  • Regulação da frequência cardíaca;
  • Regulação do ciclo menstrual e fertilidade;
  • Controle emocional;
  • Relação com o ganho e a perda de peso.

Problemas na tireoide

A tireoide pode apresentar problemas em suas funções. Com isso, a liberação de hormônios se dá em excesso (hipertireoidismo) ou em pouca quantidade (hipotireoidismo). Além disso, ela também é afetada por câncer ou nódulos.

Bócio
O aumento da tireoide (bócio) é indicação de problemas na glândula

Hipertireoidismo

O hipertireoidismo é a liberação excessiva de hormônios da tireoide, ou seja, a glândula trabalha em excesso.

As principais causas do hipertireoidismo são: consumo excessivo de iodo, doença de Graves (alteração no sistema imunológico que afeta a tireoide) e presença de nódulos na tireoide.

Sintomas do hipertireoidismo

  • Aumento da tireoide (bócio);
  • Taquicardia;
  • Aumento do apetite;
  • Mudanças repentinas de humor;
  • Suor excessivo;
  • Sensação de calor;
  • Cansaço;
  • Diarreia frequente;
  • Tremor nas mãos.

Hipotireoidismo

O hipotireoidismo é a diminuição da liberação dos hormônios da tireoide.

Sintomas do hipotireoidismo

  • Aumento da tireoide (bócio);
  • Perda de cabelo;
  • Diminuição da frequência cardíaca;
  • Alterações no humor;
  • Anemia;
  • Fadiga;
  • Dores nas articulações;
  • Dores musculares;
  • Mudanças no ciclo menstrual;
  • Comprometimento do crescimento.

Câncer na tireoide

O câncer na tireoide é uma condição rara e a falta de sinais da doença pode fazer com que fique despercebida até o tumor alcançar um tamanho considerável.

Alguns sinais relacionados ao câncer na tireoide são:

  • Presença de nódulo, percebido com o toque;
  • Dor na região do pescoço e garganta;
  • Rouquidão e mudanças na voz;
  • Emagrecimento;
  • Inchaço dos gânglios do pescoço.

Na tireoide podem surgir ainda nódulos benignos, situação mais comum do que o câncer. Em geral, a doença é assintomática, mas a produção de hormônios é comprometida.

O nódulo apresenta-se como único ou vários espalhados pela tireoide. Em alguns casos, eles produzem os hormônios da tireoide e os seus sintomas assemelham-se com os do hipertireoidismo.

Em geral, os nódulos grandes são percebidos através da dificuldade em engolir e da sensação de um caroço na garganta.

A ultrassonografia é capaz de detectar os nódulos na tireoide. O acompanhamento médico é fundamental para o tratamento da doença. A intervenção cirúrgica é indicada para remoção dos nódulos.

Atualmente, existem grandes chances de cura para o câncer de tireoide e para os problemas relacionados com os nódulos benignos.

Saiba mais, leia também: