Timo

Lana Magalhães

O timo é uma glândula que participa da regulação da defesa imunológica do organismo. É considerado um órgão linfoide primário.

Localização do timo

Localização do timo

O timo localiza-se no tórax, entre os pulmões e a frente do coração.

Ele muda de tamanho conforme as fases da vida. Do nascimento até a adolescência, o timo atinge até 40 gramas.

A partir daí, começa a diminuir de tamanho até a fase idosa. Porém, mesmo com a sua diminuição, as funções não são perdidas.

Função

A principal função do timo é a maturação dos linfócitos T.

Os linfócitos imaturos são produzidos na médula óssea e migram até o timo, onde amadurecem e transformam-se em linfócitos T. Do timo, eles entram na corrente sanguínea e chegam aos tecidos linfoides.

O timo só libera os linfócitos T após reconhecer que estes não irão reagir contra proteínas ou antígenos naturais do organismo. Assim, ele realiza uma seleção dos linfócitos T a serem liberados na corrente sanguínea.

Essa função do timo garante o correto funcionamento do sistema imunológico. Quando existem poucos linfócitos T no organismo aumentam as chances de se adquirir doenças.

O timo também é responsável pela produção do hormônio timosina, que estimula a maturação dos linfócitos T.

Anatomia e Histologia

Parte do timo

Partes do timo

O timo é dividido em dois lobos unidos e numerosos lóbulos de formas e tamanhos diferentes. Os dois lobos costumam variar em tamanho e forma. É comum o lobo direito ser menor do que o lobo esquerdo.

O timo é revestido por uma cápsula de tecido conjuntivo.

Cada lóbulo do timo possui duas partes:

  • Córtex: Região periférica e com grande número de linfócitos. É a área de intensa produção dos linfócitos;
  • Medula: Região central com poucos linfócitos maduros.

As células que compõem o timo são em grande parte linfócitos, mas existem também células reticulares e macrófagos.

Os linfócitos que não são selecionados pelo timo morrem e são destruídos pelos macrófagos.

Histologicamente, é possível observar os corpúsculos de Hassall, que são aglomerados de células epiteliais organizadas em torno de um ponto central.

Leia também:

Curiosidades

  • O termo timo deriva do grego Thymus e significa energia vital.
  • Antigamente, acreditava-se que a alma da pessoa era guardada dentro do timo.
  • O timo foi o último dos órgãos importantes para o corpo a ter suas funções desvendadas.
Lana Magalhães
Lana Magalhães
Licenciada em Ciências Biológicas (2010) e Mestre em Biotecnologia e Recursos Naturais pela Universidade do Estado do Amazonas/UEA (2015). Doutoranda em Biodiversidade e Biotecnologia pela UEA.