Glândulas Endócrinas

Lana Magalhães

As glândulas endócrinas produzem hormônios e os liberam diretamente na corrente sanguínea.

Os hormônios são os produtos da secreção das glândulas endócrinas. Eles controlam diversas atividades no corpo humano, daí a importância destas glândulas.

As glândulas endócrinas são reguladas pelo Sistema Nervoso, especialmente pelo hipotálamo.

Glândulas endócrinas no corpo humano
Localização de algumas glândulas no corpo humano

As glândulas fazem parte do Sistema Endócrino e podem ser classificadas em três tipos:

  • Exócrinas: Lançam os seus produtos para fora do corpo, através de ductos. São glândulas de secreção externa. Exemplos: glândulas mamárias, sudoríparas e sebáceas.
  • Endócrinas: Lançam os seus produtos na corrente sanguínea. São glândulas de secreção interna.
  • Mistas ou Anfícrinas: Atuam ao mesmo tempo como glândulas exócrinas e endócrinas. Exemplo: pâncreas.

Principais Glândulas e Hormônios

As principais glândulas endócrinas do corpo humano são:

Hipófise

A hipófise é considerada a glândula mestre do corpo. Ela é uma pequena glândula, aproximadamente do tamanho de uma ervilha, localizada na base do encéfalo.

A hipófise é dividida em duas partes: a anterior ou adeno-hipófise e a posterior ou neuro-hipófise.

Nela, são produzidos vários hormônios com diferentes atividades, veja na tabela abaixo:

Tabela dos Hormônios da HipófiseTabela dos hormônios produzidos pela hipófise e suas ações

Saiba mais sobre a Prolactina.

Glândula Tireoide

A tireoide é uma das maiores glândulas do corpo humano, encontrada na região do pescoço.

A tireoide libera três hormônios:

  • Triiodotironina (T3) e Tiroxina (T4): Dois hormônios relacionados e que apresentam iodo em sua composição. A maior parte do iodo é obtida da alimentação. Eles aceleram o metabolismo celular e consequentemente, aumentam o consumo de oxigênio e a produção de calor.
  • Calcitonina: Diminui os níveis sanguíneos de cálcio e fosfato, o que provavelmente acelera a absorção de cálcio pelos ossos.

A tireoide também está relacionada com o Hipertireoidismo e Hipotireoidismo.

O hipertireoidismo é o funcionamento exagerado da tireoide. Essa situação acelera todo o metabolismo do corpo e a pessoa emagrece por gastar mais energia.

O hipotireoidismo ocorre quando a tireoide trabalha menos e produz menos tiroxina. O metabolismo torna-se mais lento e pessoa gasta menos energia, com tendência a engordar.

Glândula Pineal

A glândula pineal é pequena, com formato oval e localiza-se entre os hemisférios cerebrais.

As funções da glândula pineal ainda são bastante controversas para a medicina. Uma de suas funções conhecidas é secretar o hormônio melatonina, um dos responsáveis pelos ciclos de sono.

A produção de melatonina é relacionada com a quantidade luz recebida na retina, juntamente com ação da glândula pineal. Com os olhos fechados e em um ambiente escuro e calmo, a produção de melatonina aumenta.

Glândulas Supra-Renais

As glândulas supra-renais ou adrenais possuem formato piramidal e localizam-se acima de cada rim.

Os hormônios produzidos pelas glândulas supra-renais são a adrenalina e a noradrenalina. Os dois atuam de modo independente.

  • Adrenalina: A adrenalina serve como um mecanismo de defesa do organismo, preparando-o para uma situação de emergência. É responsável por elevar o nível de glicose no sangue.
  • Noradrenalina: Hormônio relacionado com o raciocínio e emoções. A ação da noradrenalina no corpo é manter a pressão sanguínea em níveis normais.

Pâncreas

O pâncreas é uma glândula mista. Aqui vamos estudar a sua função endócrina.

Ele localiza-se atrás do estômago, entre o duodeno e o baço.

A porção endócrina do pâncreas secreta os hormônios insulina e glucagon, que se encontram em estruturas chamadas Ilhotas de Langerhans e são lançados diretamente nos vasos sanguíneos do pâncreas.

  • Insulina: Hormônio responsável por diminuir o nível de glicose no sangue.
  • Glucagon: Estimula o fígado a degradar glicogênio e liberar glicose quando o corpo precisa de energia.

Testículos

Os testículos representam as gônadas masculinas, que produzem os hormônios sexuais masculinos e os espermatozoides. Eles são duas glândulas de forma oval, que estão situadas na bolsa escrotal.

O principal hormônio produzido é a testosterona, responsável pelo aparecimento das características sexuais secundárias masculinas, como os pelos, modificações da voz, etc.

Ovários

Os ovários representam as gônadas femininas.

Os principais hormônios produzidos são o estrógeno e a progesterona.

  • Estrógeno: responsável pelo desenvolvimento das características sexuais secundárias femininas e pelo controle do ciclo menstrual. Ele prepara o útero para uma possível gravidez.
  • Progesterona: atua no ciclo menstrual e no útero.

Quer saber mais? Leia também:

Lana Magalhães
Lana Magalhães
Licenciada em Ciências Biológicas (2010) e Mestre em Biotecnologia e Recursos Naturais pela Universidade do Estado do Amazonas/UEA (2015). Doutoranda em Biodiversidade e Biotecnologia pela UEA.