Tratado de Paris de 1763


O Tratado de Paris foi assinado em 1763, com o objetivo de encerrar a Guerra dos Sete Anos. Foram signatários a Grã-Bretanha, França, Portugal e Espanha.

Definição

Tratava-se de um acordo de paz, que finalizava as ameaças militares contra as colônias britânicas.

As negociações resultaram de um acordo com o rei da França, Luís XV, em março de 1762. A França estava esgotada após a vitória britânica que marcou a conquista do território francês no Canadá.

O fim do conflito também era de interesse inglês. A Grã-Bretanha estava esgotada com a Guerra dos Sete Anos e os esforços do conflito haviam esgotado a capacidade inglesa de contrair empréstimos.

Houve várias tentativas de negociações anteriores a esses fatos. Todos os acordos diplomáticos esbarraram na questão territorial.

Além do envolvimento entre França e Grã-Bretanha, havia a questão da Espanha. O rei espanhol não aceitou entregar Cuba.

Redistribuição de Territórios

A proposta final foi a redistribuição do território pertencente à França, Espanha e Grã-Bretanha. A Grã-Bretanha ficou com todo o território francês a leste do Mississípi, a Espanha manteve Cuba, mas precisou entregar aos ingleses a Flórida.

Em troca, a França tomou posse da Índia, de territórios na África, e o Caribe, que estava sob o controle dos ingleses.

O governo britânico permitiu que os canadenses do lado francês pudessem exercer o catolicismo e lhes concedeu o direito à pesca.

As ilhas caribenhas que ficaram em posse dos franceses eram ricas na produção de açúcar. Por esse motivo, os diplomatas que negociaram o acordo decidiram mantê-las sob o controle franco. Embora o território canadense fosse maior, para o governo francês compensavam as ilhas por sua produção comercial.

O Tratado de Paris foi assinado no dia 3 de setembro de 1763. No mesmo período, os espanhóis recebiam a Louisiana da França, como parte do Tratado de Santo Ildefonso.

Pelo tratado, Portugal, que lutou ao lado da Grã-Bretanha, manteve a colônia de Sacramento.

Compreenda melhor esse conteúdo. Leia também: