Washington Luís


Washington Luís foi considerado o último presidente do período que ficou conhecido como República Velha.

Washington LuísWashington criou as feiras livres de alimentos

Biografia

Nasceu no Rio de Janeiro, na cidade de Macaé, em 26 de outubro de 1869, todavia, considerava-se um paulista e fez sua carreira política no Partido Republicano Paulista (PRP), além de ser advogado e historiador.

Apesar de pertencer a uma família pobre, foi aluno interno do Colégio Pedro II. Ficou conhecido na história política brasileira como um presidente “moderno”, ao incentivar o desenvolvimento de técnicas para aperfeiçoar a burocracia administrativa e o gerenciamento técnico-científico, além de fomentar estudos científicos em historiografia, museologia e ciências sociais.

Enquanto presidente, Washington Luís buscou fomentar uma política de equilíbrio monetário e cambial para o setor financeiro. Seu governo foi assolado pela crise de 1929, a qual quase destruiu o setor cafeeiro, levando-o a pedir auxílio do governo federal, o que fora negado.

Desgastou-se politicamente em função dos movimentos tenentista e operário e da oposição das oligarquias dissidentes, bem como das manifestações da classe média urbana.

Sem espanto, foi deposto em 24 de outubro de 1930 pelo golpe militar encabeçado por Getúlio Vargas, no movimento que ficou conhecido como Revolução de 1930.

Após este acontecimento, fora exilado nos Estados Unidos da América e Europa, regressando ao Brasil em 1957, quando morre aos 87 anos.

Trajetória Política de Washington Luís

Primeiramente,Washington Luís foi vereador em 1897 e intendente em 1898 na cidade de Batatais. Posteriormente, ingressa no Partido Republicano Paulista (PRP), e elege-se deputado estadual em 1904.

No ano de 1906, abandona o Senado e vai para a Secretaria Estadual de Justiça e Segurança Pública, onde, dentre outras coisas, teve de lidar com os ataques dos índios aos trabalhadores da estrada de ferro Noroeste do Brasil e aos pioneiros do oeste paulista.

Adiante, em 15 de janeiro de 1914, fora eleito prefeito da cidade de São Paulo, quando criou as feiras-livres de alimentos e enfrentou os 3 "Gs" a Primeira Guerra Mundial, a Gripe espanhola (1918) e as greves operárias de 1917, além de construiu e recuperar 200 quilômetros de estradas municipais paulistanas.

Em 1º de maio de 1920, torna-se governador do estado de São Paulo, estabelecendo as diretrizes para o povoamento do interior do estado por meio da construção de obras rodoviárias.

Após passar pelo Senado Federal, Washington Luís é eleito para a presidência da república no dia 1 de março de 1926.

Seu governo foi marcado pelo enfrentamento da crise internacional do café e a crise financeira internacional, iniciada em outubro de 1929, com a quebra da Bolsa de Valores de Nova Iorque.