Enem 2019: tudo o que você precisa saber

Márcia Fernandes

Em 2019, o Enem - Exame Nacional do Ensino Médio - realiza-se nos dias 3 e 10 de novembro.

Se você está inscrito e vai fazer as provas para valer ou como treineiro, está na hora de saber tudo o que acontece nesse exame que pode te garantir uma vaga na universidade.

O edital foi publicado no dia 25 de março e lá você encontra todas as informações que precisa, mas o Toda Matéria quer ajudar e, por isso, resume tudo aqui de forma muito prática para não te deixar escapar nada.

Índice do conteúdo:

  1. Datas e horários das provas
  2. Atendimento especial
  3. Como a prova do Enem é dividida?
  4. Qual o peso das provas?
  5. Para que serve o Enem?
  6. O que cai no Enem?
  7. Como estudar?
  8. Quando posso saber os resultados da prova?
  9. Edital Enem 2019

1. Datas e horários das provas

Relógio no pulso de pessoa xom calendário

3 de novembro de 2019 (domingo) das 13h30 às 19h

  • Linguagens, Códigos e suas Tecnologias
  • Redação
  • Ciências Humanas e suas Tecnologias

10 de novembro de 2019 (domingo) das 13h30 às 18h30

  • Ciências da Natureza e suas Tecnologias
  • Matemática e suas Tecnologias

É preciso chegar cedo. Os portões abrem às 12h e fecham às 13h.

O tempo de exame é contado a partir da autorização para o início das provas e não logo após os participantes receberem o material.

O participante somente pode deixar a sala duas horas depois do início da prova. Caso contrário, pode ser eliminado do Enem.

Apesar de não ser permitido o uso de relógios, você não precisa se preocupar em se perder nas horas. Isso porque todas as salas têm marcadores de tempo.

2. Atendimento especial

Pessoa lendo braile

As inscrições acabaram no dia 17 de maio, mas antes da prova ainda precisamos estar atentos a algumas datas.

Quem pediu atendimento especializado e específico (por exemplo, pessoas com deficiência e gestantes, respectivamente) pode confirmar no dia 22 de maio se o mesmo foi aceito, e se não tiver sido, há oportunidade de pedir recurso a partir do dia 23 de maio.

Quanto ao atendimento por nome social - direito reservado a travestis e transexuais - a solicitação para os inscritos começa no dia 20 e termina no dia 24 de maio no site do Inep. O resultado sai no dia 31 e o recurso, por sua vez, pode ser feito a partir do dia 3 de junho e termina no dia 7 do mesmo mês.

3. Como a prova do Enem é dividida?

Provas do Enem

Primeiro dia: 3 de novembro

No primeiro dia, o participante tem 5h30 para responder 45 questões de múltipla escolha por cada uma das seguintes áreas de conhecimento do ensino médio, ou seja, 90 questões ao todo:

  • Linguagens, Códigos e suas Tecnologias: Língua Portuguesa, Literatura, Língua Estrangeira (Inglês ou Espanhol), Artes, Educação Física e Tecnologias da Informação e Comunicação.
  • Ciências Humanas e suas Tecnologias: História, Geografia, Filosofia e Sociologia.

E tem também a Redação, que deve ter mais de 7 até o limite de 30 linhas.

Segundo dia: 10 de novembro

No segundo dia, o participante tem 5h para responder 45 questões de múltipla escolha por cada uma das seguintes áreas de conhecimento do ensino médio, ou seja, 90 questões ao todo:

  • Ciências da Natureza e suas Tecnologias: Química, Física e Biologia.
  • Matemática e suas Tecnologias: Matemática.

4. Qual o peso das provas?

Folha de respostas do Enem

As provas são corrigidas de acordo com a Teoria da Resposta ao Item (TRI). Isso quer dizer que participantes que tenham acertado o mesmo número de questões podem ter notas diferentes.

É que através desse método, pode-se perceber se as pessoas acertaram porque sabem ou porque “chutaram”, o que acontece, por exemplo, quando alguém acerta as respostas mais difíceis e erra as mais fáceis. E se for esse o caso, a nota do aluno será menor.

Quanto à redação, o peso é maior, pois a nota vai de 0 a 1000 e não é baseada em estatísticas.

A redação é avaliada por dois corretores que atribuem a nota de 0 a 200 para cada uma das cinco competências: domínio da língua, compreensão da proposta e aplicação de diferentes áreas de conhecimento, defesa de ponto de vista, argumentação e proposta de intervenção.

Se não houver discrepância entre a nota dos corretores, a nota final será a média aritmética das notas de ambos. No caso de discrepância, entra em cena um terceiro corretor.

5. Para que serve o Enem?

Menina de mochila chegando ao topo subindo em livros

Com o Enem você pode entrar na universidade, no Brasil, e também em algumas universidades em Portugal.

A sua importância é tão grande, que hoje muitas universidades usam a nota do Enem como único critério de seleção dos candidatos. Há outras, por sua vez, que usam a nota do exame para complementar a do vestibular.

Além disso, o Enem permite acesso a programas de financiamento e apoio no ensino superior. Você já deve ter ouvido falar em Sisu, Prouni e Fies. Esses são programas que usam a nota do Enem.

Para tanto, você precisa se inscrever no programa pretendido usando o número de inscrição e a senha que usa no Enem, mais precisamente no site do Inep. Fique atento nas datas em que essas inscrições podem ser feitas!

  • Sisu - Sistema de Seleção Unificada: oferece vagas em universidades públicas sem que os estudantes tenham que prestar vestibular.
  • Prouni - Programa Universidade para Todos: concede bolsas de estudo em universidades privadas.
  • Fies - Fundo de Financiamento Estudantil: financia a graduação no ensino superior em cursos que não são gratuitos.

6. O que cai no Enem?

Menino lendo sentado em livros

A prova engloba as matérias estudadas no ensino médio e privilegiam a relação dos conteúdos com a atualidade.

Para ficar "fera" em todas as áreas de conhecimento cobradas no Enem, veja os artigos que o Toda Matéria preparou para você:

Na redação, o participante deve redigir um texto dissertativo-argumentativo, com letra legível e em língua portuguesa.

O tema é conhecido na hora da prova e o texto apresentado deve ter mais do que 7 linhas até o limite de 30 linhas. São zeradas as redações que tenham 7 ou menos linhas.

7. Como estudar?

Pessoa fazendo plano de estudo

Como há um volume grande de matérias para estudar, primeiro você precisa se organizar. Fazer um plano de estudos é uma ótima ideia. Assim, você tem noção daquilo que te espera e consegue controlar melhor o seu tempo.

Fazer resumos é uma tarefa essencial na hora de rever o que você aprendeu no ensino médio. Pense na forma de resumir os conteúdos que funciona melhor para você - grifar, fazer esquemas ou listas - e mãos à obra!

Praticar é outra peça fundamental. Para se familiarizar com o modelo seguido no Enem, resolva questões de provas anteriores.

Lembre-se de redigir textos dissertativo-argumentativos e, assim, treinar para a prova de redação.

8. Quando posso saber os resultados da prova?

Jovens comemorando o resultado do Enem

Os gabaritos serão publicados até dia 13 de novembro no Portal do Inep e no aplicativo oficial do Enem.

Em janeiro de 2020, em data a confirmar, saem os resultados individuais. Os resultados individuais dos treineiros saem mais tarde - em março de 2020 - em data a confirmar.

Quanto à redação, a vista pedagógica será divulgada também em março de 2020, em data a confirmar.

Os resultados individuais também poderão ser consultados no Portal do Inep e no aplicativo oficial do Enem.

9. Edital Enem 2019

É isso, participante. Esperamos ajudar você nessa maratona que está apenas começando. Se você precisar de informação detalhada, consulte o Edital do Enem 2019.

Para consultar o edital em linguagem gestual, assista o vídeo:

Temos certeza que esses artigos podem te ajudar:

Márcia Fernandes
Márcia Fernandes
Professora, pesquisadora, produtora e gestora de conteúdos on-line. Licenciada em Letras pela Universidade Católica de Santos.