Enem: tudo o que você precisa saber sobre o exame

Márcia Fernandes

Com o Enem - Exame Nacional do Ensino Médio - você pode entrar na universidade, no Brasil, e também em algumas universidades em Portugal.

A sua importância é tão grande, que hoje muitas universidades usam a nota do Enem como único critério de seleção dos candidatos.

Há outras, por sua vez, que usam a nota do exame para complementar a do vestibular.

Sisu, Prouni e Fies

O Sisu, o Prouni e o Fies são programas que usam a nota do Enem para a seleção de candidatos.

Para tanto, você precisa se inscrever no programa pretendido usando o número de inscrição e a senha que usa no Enem, mais precisamente no site do Inep. Fique atento nas datas em que essas inscrições podem ser feitas!

  • Sisu - Sistema de Seleção Unificada: oferece vagas em universidades públicas sem que os estudantes tenham que prestar vestibular.
  • Prouni - Programa Universidade para Todos: concede bolsas de estudo em universidades privadas.
  • Fies - Fundo de Financiamento Estudantil: financia a graduação no ensino superior em cursos que não são gratuitos.

Provas do Enem

As provas do Enem são divididas em dois dias:

Primeiro dia de prova

No primeiro dia, o participante tem 5h30 para responder 45 questões de múltipla escolha por cada uma das seguintes áreas de conhecimento do ensino médio, ou seja, 90 questões ao todo:

Linguagens, Códigos e suas Tecnologias Língua Portuguesa, Literatura, Língua Estrangeira (Inglês ou Espanhol), Artes, Educação Física e Tecnologias da Informação e Comunicação.
Ciências Humanas e suas Tecnologias História, Geografia, Filosofia e Sociologia.
Redação

Texto dissertativo-argumentativo com mínimo de 7 linhas até o limite de 30 linhas. São zeradas as redações que tenham 7 ou menos linhas.

Segundo dia de prova

No segundo dia, o participante tem 5h para responder 45 questões de múltipla escolha por cada uma das seguintes áreas de conhecimento do ensino médio, ou seja, 90 questões ao todo:

Ciências da Natureza e suas Tecnologias Química, Física e Biologia.
Matemática e suas Tecnologias Matemática.

Qual o peso das provas?

As provas são corrigidas de acordo com a Teoria da Resposta ao Item (TRI). Isso quer dizer que participantes que tenham acertado o mesmo número de questões podem ter notas diferentes.

É que através desse método, pode-se perceber se as pessoas acertaram porque sabem ou porque “chutaram”, o que acontece, por exemplo, quando alguém acerta as respostas mais difíceis e erra as mais fáceis. E se for esse o caso, a nota do aluno será menor.

Quanto à redação, o peso é maior, pois a nota vai de 0 a 1000 e não é baseada em estatísticas.

Folha de respostas do Enem

A redação é avaliada por dois corretores que atribuem a nota de 0 a 200 para cada uma das cinco competências: domínio da língua, compreensão da proposta e aplicação de diferentes áreas de conhecimento, defesa de ponto de vista, argumentação e proposta de intervenção.

Se não houver discrepância entre a nota dos corretores, a nota final será a média aritmética das notas de ambos. No caso de discrepância, entra em cena um terceiro corretor.

Organização e dicas para estudar

Como há um volume grande de matérias para estudar, primeiro você precisa se organizar. Fazer um plano de estudos é uma ótima ideia. Assim, você tem noção daquilo que te espera e consegue controlar melhor o seu tempo.

Pessoa fazendo plano de estudo

Fazer resumos é uma tarefa essencial na hora de rever o que você aprendeu no ensino médio. Pense na forma de resumir os conteúdos que funciona melhor para você - grifar, fazer esquemas ou listas - e mãos à obra!

Praticar é outra peça fundamental. Para se familiarizar com o modelo seguido no Enem, resolva questões de provas anteriores.

Lembre-se de redigir textos dissertativo-argumentativos e, assim, treinar para a prova de redação.

Temos certeza que esses textos podem te ajudar:

Márcia Fernandes
Márcia Fernandes
Professora, pesquisadora, produtora e gestora de conteúdos on-line. Licenciada em Letras pela Universidade Católica de Santos.