Como estudar para o Enem

Márcia Fernandes

Com tanta coisa pra estudar, muitas vezes o estudante que planeja fazer o Enem não sabe por onde começar.

Uma das dúvidas mais frequentes entre todos é sobre a capacidade que têm para estudar sozinhos. “Será que sou capaz?” Nós podemos afirmar que sim, com planejamento, é possível!

Há quem opte por fazer cursinho (e desde que você tenha essa possibilidade, é claro que é uma boa alternativa), mas há várias pessoas que conseguiram excelentes resultados na prova assumindo o compromisso de estudar sem ninguém. Tudo depende de esforço!

Pensando no seu sucesso, o Toda Matéria dá dicas valiosas para você de como estudar para o Enem do zero, quantas horas e o que estudar.

Dicas para estudar para o Enem

1. Faça um plano de estudo

Mão fazendo plano de estudo

Sim, porque não vale a pena começar a ler tudo o que aparece na frente. O Enem é difícil e a nossa mente cansa, por isso, sem planejamento vai ser muito complicado conseguir bons resultados.

Quantas horas é preciso estudar? Isso depende de cada pessoa. Assim como cada um de nós precisa de mais ou menos horas para dormir, o tempo de estudo também deve se basear nas nossas necessidades de absorção da matéria e nos nossos limites de concentração.

Antes de tudo, leve algum tempo para planificar a sua rotina de estudos ao longo do ano. Pegue no calendário, veja os feriados e outras datas nas quais você sabe que não conseguirá estudar por conta de compromissos familiares ou outros.

É que tem que ser algo que você consiga cumprir. Não comece com a força toda para depois ir desmotivando ou dar prioridades a outros assuntos. Seja disciplinado e lembre-se: o Enem só acontece uma vez por ano.

2. Organize o seu tempo

Mão mostrando relógio

Sempre que possível escolha a parte do dia que você se sente melhor para estudar. Reflita: "Em que parte do dia tenho mais disposição?"

As matérias mais difíceis para você devem ser estudadas no momento de mais disposição, deixando as mais fáceis para outros momentos do dia.

Organize-se de acordo com a sua rotina (horário da escola, prática de esporte, etc.). Além disso, muita coisa vai depender se você ainda está cursando ou já terminou o Ensino Médio.

Você precisa descansar também e se divertir um pouco para espairecer, mas lembre-se que você tem um objetivo e agora é preciso dar prioridade aos estudos.

3. Estude e faça resumos

Aluno estudando no compurtador

Os resumos são essenciais para uma boa revisão. Você não pode confiar na sua memória, estudar apenas um dia e achar que já sabe.

Cada um tem uma forma mais eficaz de aprendizagem. É importante ter isso em conta na hora de fazer os resumos.

Você pode:

  • Ler e grifar o que é mais importante.
  • Ler e escrever em outro suporte o que é mais importante.
  • Ler e fazer esquemas ou listas.
  • Ler e explicar em voz alta como se estivesse ensinando alguém.

Saiba mais:

4. Reserve um tempo para as revisões

Relógio e checklist

Você tem que estudar, mas é muito importante rever o que estudou.

Antes mesmo de fazer exercícios, que o ajudarão a absorver os conteúdos estudados, você precisa rever para reavivar a sua memória.

Se não fizermos isso, a nossa cabeça acaba desperdiçando a maior parte do que estudamos, mas se revermos, a probabilidade de guardamos na nossa memória é muitíssimo maior. Estude, planeje os dias de revisões e cumpra-os.

As revisões devem ser feitas com base nos resumos que você fez. Isso tornará essa tarefa muito mais produtiva.

Quer ficar craque no Enem? Leia os textos que preparamos para você:

5. Pratique

Mão escrevendo numa folha

Resolva exercícios de provas de Enem anteriores. É importante praticar com exercícios que já caíram no Enem, porque eles têm um formato específico e assim você vai se familiarizando com ele.

Exercícios

Aqui tem exercícios para praticar:

Redação

Quanto à redação, você pratica fazendo redações. Escreva sobre temas da atualidade e peça para um professor corrigir.

Faça um texto por semana e treine sua capacidade de argumentação.

Leia também:

Depois de algum treino, brinque de Enem. É isso mesmo! Resolva uma prova de anos anteriores com o tempo contado, tal como se você estivesse no dia da prova. Assim, você vai se habituando ao esquema quando chegar o grande dia.

Agora é começar. Quer saber o que estudar?

O que mais cai no Enem?

Logo do Enem

É impossível estudar tudo o que você teve no Ensino Médio. Ao longo dos anos houve temas que sempre foram cobrados e outros que nunca apareceram no Enem.

Confira aqui as dicas por cada área de conhecimento:

1. Linguagens, Códigos e suas Tecnologias

Compreende: Língua Portuguesa, Literatura, Língua Estrangeira (Inglês ou Espanhol), Artes, Educação Física e Tecnologias da Informação e Comunicação.

2. Ciências da Natureza e suas Tecnologias

Compreende: Física, Química e Biologia.

Temos certeza que estes textos vão te ajudar:

3. Matemática e suas Tecnologias

Compreende a própria Matemática.

4. Ciências Humanas e suas Tecnologias

Compreende: História, Geografia, Sociologia e Filosofia.

Tem também as atualidades. Você tem que estar por dentro de tudo o que anda acontecendo, o que será útil não só na Redação, mas em qualquer outra prova.

Portanto, leia jornais e revistas e assista o noticiário diariamente.

Aqui, temos atualidades para você:

Pensar no que cai no Enem e manter o foco nisso é importante, agora “o que estudar” é outra questão muito importante. Como o seu tempo é limitado e imprevistos acontecem, estude o que tem mais dificuldade.

Márcia Fernandes
Márcia Fernandes
Professora, pesquisadora, produtora e gestora de conteúdos on-line. Licenciada em Letras pela Universidade Católica de Santos.