Simulado Enem (questões comentadas por especialistas)

Daniela Diana

Para você que está se preparando para o Enem e quer testar os seus conhecimentos, o Toda Matéria selecionou perguntas que já caíram no exame e comentou tudo.

Isso mesmo. Além de praticar, você consegue rever conteúdos com a explicação que preparamos para as respostas de cada uma das alternativas. Comece agora e bons estudos!

Linguagens, Códigos e suas Tecnologias

linguagens e suas tecnologias

1. (Enem/2013)

Charge da prova Enem

Disponível em: http://clubedamafalda.blogspot.com.br. Acesso em: 21 set. 2011.

Nessa charge, o recurso morfossintático que colabora para o efeito de humor está indicado pelo(a)

a) emprego de uma oração adversativa, que orienta a quebra da expectativa ao final.
b) uso de conjunção aditiva, que cria uma relação de causa e efeito entre as ações.
c) retomada do substantivo "mãe", que desfaz a ambiguidade dos sentidos a ele atribuídos.
d) utilização da forma pronominal "la", que reflete um tratamento formal do filho em relação à "mãe".
e) repetição da forma verbal "é", que reforça a relação de adição existente entre as orações.

Alternativa correta: a) emprego de uma oração adversativa, que orienta a quebra da expectativa ao final.

a) CORRETA. As orações adversativas contrastam as ideias. Assim, quando é esperado que o menino fale mal dos vícios, ele diz que é preciso respeitá-los, o que é feito a partir da introdução da conjunção adversativa “mas”: “mas uma mãe é uma mãe e é preciso respeitá-la”.

b) ERRADA. As conjunções aditivas não exprimem relação de causa e efeito, mas sim de soma, tais como “e”, “mas também”.

c) ERRADA. Ainda que a palavra “mãe” seja utilizada com sentidos diferentes - um dos quais o sentido figurado, em que tem o significado de causa - não é esse recurso que causa o efeito de humor na charge.

d) ERRADA. A utilização do pronome oblíquo átono “la” não concorre para o efeito de humor. Ele funciona apenas como objeto direto, para evitar que se repita a palavra “mãe”.

e) ERRADA. O verbo de ligação “é” tem a função de ligar o sujeito ao predicativo. Ele não exprime qualquer relação de adição.

2. (Enem/2014)

Censura moralista

Há tempos que a leitura está em pauta. E, diz-se, em crise. Comenta-se esta crise, por exemplo, apontando a precariedade das práticas de leitura, lamentando a falta de familiaridade dos jovens com livros, reclamando da falta de bibliotecas em tantos municípios, do preço dos livros em livrarias, num nunca acabar de problemas e de carências. Mas, de um tempo para cá, pesquisas acadêmicas vêm dizendo que talvez não seja exatamente assim, que brasileiros leem, sim, só que leem livros que as pesquisas tradicionais não levam em conta. E, também de um tempo para cá, políticas educacionais têm tomado a peito investir em livros e em leitura.

LAJOLO, M. Disponível em: www.estadao.com.br. Acesso em: 2 dez. 2013 (fragmento).

Os falantes, nos textos que produzem, sejam orais ou escritos, posicionam-se frente a assuntos que geram consenso ou despertam polêmica. No texto, a autora

a) ressalta a importância de os professores incentivarem os jovens às práticas de leitura.
b) critica pesquisas tradicionais que atribuem a falta de leitura à precariedade de bibliotecas.
c) rebate a ideia de que as políticas educacionais são eficazes no combate à crise de leitura.
d) questiona a existência de uma crise de leitura com base nos dados de pesquisas acadêmicas.
e) atribui a crise da leitura à falta de incentivos e ao desinteresse dos jovens por livros de qualidade.

Alternativa correta: d) questiona a existência de uma crise de leitura com base nos dados de pesquisas acadêmicas.

a) ERRADA. O texto não faz menção à falta de incentivo dos professores à leitura.

b) ERRADA. Apesar de informar que as pesquisas acadêmicas mostram que os brasileiros leem, ao passo que as pesquisas tradicionais dizem o contrário, estas pesquisas apontam vários problemas além da falta de bibliotecas.

c) ERRADA. No que respeita às políticas educacionais, a autora apenas informa o que as pesquisas acadêmicas dizem sobre o investimento feito para a leitura, mas não toma qualquer posicionamento quanto a essa questão.

d) CORRETA. A autora começa por falar da suposta crise nas práticas de leitura e, num segundo momento, informa que as pesquisas acadêmicas levam a crer que tal crise não existe.

e) ERRADA. O texto não dá qualquer indicação acerca do desinteresse dos jovens por livros de qualidade.

Temos certeza que esses textos podem te ajudar mais ainda:

3. (Enem/2015)

A reprodução proibida

MAGRITTE, R. A reprodução proibida. Óleo sobre tela, 81,3 x 65 cm. Museum Bijmans Van Buningen, Holanda, 1937.

O Surrealismo configurou-se como uma das vanguardas artísticas europeias do início do século XX. René Magritte, pintor belga, apresenta elementos dessa vanguarda em suas produções. Um traço do Surrealismo presente nessa pintura é o(a):

a) justaposição de elementos díspares, observada na imagem do homem no espelho.
b) crítica ao passadismo, exposta na dupla imagem do homem olhando sempre para frente.
c) construção de perspectiva, apresentada na sobreposição de planos visuais.
d) processo de automatismo, indicado na repetição da imagem do homem.
e) procedimento de colagem, identificado no reflexo do livro no espelho.

Alternativa correta: a) justaposição de elementos díspares, observada na imagem do homem no espelho.

a) CORRETA. O Surrealismo foi um movimento artístico que buscava trazer cenários “absurdos”, valorizando o universo onírico (dos sonhos) e com embasamento também na psicanálise de Freud. Portanto, compor elementos díspares, como a imagem ilógica do homem refletido de costas no espelho, traduz as bases dessa vanguarda europeia.

b) ERRADA. O termo “passadismo” significa conservadorismo, saudosismo. Aqui, não há crítica ao passado e sim um caráter ilógico na imagem irreal do homem refletido no espelho.

c) ERRADA. A preocupação com a perspectiva não foi um traço do Surrealismo. Além disso, a sobreposição de planos visuais não é o que necessariamente constrói a noção de perspectiva.

d) ERRADA. O chamado “automatismo psíquico” foi uma técnica utilizada pelos surrealistas na produção de suas obras. Consiste em deixar o inconsciente livre para expressar-se, elaborando obras mais espontâneas e “automáticas” do ponto de vista psicológico.

Não é essa característica que observamos na tela de Magritte. O que podemos ver na imagem, e que é um traço marcante do movimento artístico, é o caráter ilógico.

e) ERRADA.O recurso da colagem foi um traço marcante na vanguarda europeia conhecida como Cubismo, e não no Surrealismo. Ademais, a tela Reprodução Proibida não exibe tal técnica.

Não deixe de ler outros textos relacionados:

4. (Enem/2016)

Antiode

Poesia, não será esse
o sentido em que
ainda te escrevo:
flor! (Te escrevo:
flor! Não uma
flor, nem aquela
flor-Virtude – em disfarçados urinóis).
Flor é a palavra
flor; verso inscrito
no verso, como as
manhãs no tempo.
Flor é o salto
da ave para o voo:
o saltofora do sono
quando seu tecido
se rompe; é uma explosão
posta a funcionar,
como uma máquina,
uma jarra de flores.

MELO NETO, J. C. Psicologia da composição Rio de Janeiro Nova Fronteira, 1997 (fragmento)

A poesia é marcada pela recriação do objeto por meio da linguagem, sem necessariamente explicá-lo. Nesse fragmento de João Cabral de Melo Neto, poeta da geração de 1945, o sujeito lírico propõe a recriação poética de

a) uma palavra, a partir de imagens com as quais ela pode ser comparada, a fim de assumir novos significados.
b) um urinol, em referência às artes visuais ligadas às vanguardas do início do século XX.
c) uma ave, que compõe, com seus movimentos, uma imagem historicamente ligada à palavra poética.
d) uma máquina, levando em consideração a relevância do discurso técnico-científico pós-Revolução Industrial.
e) um tecido, visto que sua composição depende de elementos intrínsecos ao eu lírico.

Alternativa correta: a) uma palavra, a partir de imagens com as quais ela pode ser comparada, a fim de assumir novos significados.

a) CORRETA. A palavra “flor” é repetida diversas vezes e de forma comparativa com outros elementos presentes no poema: “Flor é a palavra”, “Flor é o salto da ave”, entre outras.

b) ERRADA. Há apenas uma referência feita ao urinol, o que não é suficiente para dizer que o poema propõe a sua recriação.

c) ERRADA. O mesmo acontece com a ave, cuja única referência é : “Flor é o salto da ave para o voo: o saltofora do sono quando seu tecido se rompe”.

d) ERRADA. O poeta menciona uma máquina apenas com o intuito de comparar uma explosão com a ação de fazê-la funcionar.

e) ERRADA. Mais uma vez, a única menção feita pelo poeta ao tecido encontra-se no seguinte trecho: “o saltofora do sono quando seu tecido se rompe”.

5. (Enem/2017) Essas moças tinham o vezo de afirmar o contrário do que desejavam. Notei a singularidade quando principiaram a elogiar o meu paletó cor de macaco. Examinavam-no sérias, achavam o pano e os aviamentos de qualidade superior, o feitio admirável. Envaideci-me: nunca havia reparado em tais vantagens. Mas os gabas se prolongaram, trouxeram-me desconfiança. Percebi afinal que elas zombavam e não me susceptibilizei. Longe disso: achei curiosa aquela maneira de falar pelo avesso, diferente das grosserias a que me habituara. Em geral me diziam com franqueza que a roupa não me assentava no corpo, sobrava nos sovacos.

RAMOS, G. Infância. Rio de Janeiro: Record, 1994.

Por meio de recursos linguísticos, os textos mobilizam estratégias para introduzir e retomar ideias, promovendo a progressão do tema. No fragmento transcrito, um novo aspecto do tema é introduzido pela expressão

a) "a singularidade".
b) "tais vantagens".
c) "os gabos".
d) "Longe disso".
e) "Em geral".

Alternativa correta: d) "Longe disso".

a) ERRADA. “a singularidade” não é uma expressão.

b) ERRADA. “tais vantagens” também não é uma expressão, bem como não promove a progressão do texto.

c) ERRADA. Gabos são elogios. Trata-se de um substantivo, precedido por um artigo, e não de uma expressão.

d) CERTA. Os elogios que as mulheres faziam ao paletó do homem eram, na verdade, irônicos. Quando ele percebeu isso, em vez de ficar ressentido, achou curiosa a ironia das moças: “Longe disso: achei curiosa aquela maneira de falar pelo avesso”.

e) ERRADA. A frase que é introduzida por “Em geral”, dá a ideia de conclusão, ou seja, de finalização do assunto, e não de progressão do tema.

Ciências da Natureza e suas Tecnologias

Ciências da natureza

6. (Enem/2013) Para a identificação de um rapaz vítima de acidente, fragmentos de tecidos foram retirados e submetidos à extração de DNA nuclear, para comparação com o DNA disponível dos possíveis familiares (pai, avô materno, avó materna, filho e filha). Como o teste com o DNA nuclear não foi conclusivo, os peritos optaram por usar também DNA mitocondrial, para dirimir dúvidas.

Para identificar o corpo, os peritos devem verificar se há homologia entre o DNA mitocondrial do rapaz e o DNA mitocondrial do(a)

a) pai.
b) filho.
c) filha.
d) avó materna.
e) avô materno

Alternativa correta: d) avó materna.

As mitocôndrias são organelas presentes em células eucarióticas cuja função é produzir a maior parte da energia necessária para as atividades celulares. Esse processo recebe o nome de respiração celular.

Estrutura da mitocôndria
Estrutura da mitocôndria

Pelo desenho acima, podemos observar que na estrutura da mitocôndria está presente moléculas circulares de DNA. O DNA está presente em todos os seres vivos e carrega toda a informação genética de um organismo.

Embora a maior parte do material genético se encontre no interior do núcleo celular, as mitocôndrias também possuem informações genéticas sobre o indivíduo; trata-se do DNA mitocondrial.

De acordo com essas informações temos que:

a) ERRADA. Na fecundação o espermatozoide é atraído pelo óvulo devido à liberação de substâncias químicas.

Com a entrada do espermatozoide suas estruturas fundem-se ao óvulo, assim os corpos basais do flagelo originam os centríolos do zigoto e o resto do flagelo e as mitocôndrias degeneram-se na fertilização. Dessa forma, o DNA mitocondrial é oriundo da mãe, pois esse está presente integralmente dentro do óvulo.

b) ERRADA. Essa herança genética é de linhagem materna, sendo assim a transmissão do material só corre de mãe para filho.

c) ERRADA. Essa herança genética é de linhagem materna, sendo assim a transmissão do material só corre de mãe para filha.

d) CORRETA. A informação genética encontrada no interior das mitocôndrias é herdada apenas da mãe. Da mesma maneira, a mãe recebeu essa herança da avó do indivíduo.

e) ERRADA. A transmissão do material não tem nenhuma ligação com a linhagem paterna.

7. (Enem/2014)

heredograma enem

No heredograma, os símbolos preenchidos representam pessoas portadoras de um tipo raro de doença genética. Os homens são representados pelos quadrados e as mulheres, pelos círculos. Qual é o padrão de herança observado para essa doença?

a) Dominante autossômico, pois a doença aparece em ambos os sexos.
b) Recessivo ligado ao sexo, pois não ocorre a transmissão do pai para os filhos.
c) Recessivo ligado ao Y, pois a doença é transmitida dos pais heterozigotos para os filhos.
d) Dominante ligado ao sexo, pois todas as filhas de homens afetados também apresentam a doença.
e) Codominante autossômico, pois a doença é herdada pelos filhos de ambos os sexos, tanto do pai quanto da mãe.

Alternativa correta: d) Dominante ligado ao sexo, pois todas as filhas de homens afetados também apresentam a doença.

Os heredogramas são diagramas que apresentam as relações de parentesco em determinada família, onde cada indivíduo é representado por um símbolo. Os símbolos pintados representam os portadores da anomalia e ela se distribui da seguinte forma:

Quando um homem portador da doença tem filhos, os descendentes do sexo feminino são portadores da doença. Já quando uma mulher portadora da doença tem filhos, há a possibilidade de ambos os sexos terem a doença.

De acordo com essas informações temos que:

a) ERRADA. O padrão não é autossômico, pois não se distribui de igual forma entre ambos os sexos.

b) ERRADA. A doença não é recessiva, pois mulheres afetadas têm filhos do sexo masculino que não foram afetados.

c) ERRADA. A doença não é ligada ao cromossomo Y, pois se assim fosse passaria aos homens.

d) CORRETA. Como todas as filhas de pais afetados desenvolvem a doença, então os genes estão localizados em cromossomos sexuais. O homem possui genótipo XaY, sendo Xa herdado da mãe.

O gene está no cromossomo X e é dominante, bastando um Xa para a doença se manifestar, já que os homens se casaram com com mulheres que não possuem a anomalia. Ao ter filhas, o gene responsável pela anomalia é transmitido e as descentes afetadas possuem o genótipo XaX.

e) ERRADA. A codominância se apresenta quando não há dominância ou recessividade e, nesse caso, vimos que é dominante em relação ao cromossomo sexual.

8. (Enem/2015) A soda cáustica pode ser usada no desentupimento de encanamentos domésticos e tem, em sua composição, o hidróxido de sódio como principal componente, além de algumas impurezas. A soda normalmente é comercializada na forma sólida, mas que apresenta aspecto “derretido” quando exposta ao ar por certo período.

O fenômeno de “derretimento” decorre da

a) absorção da umidade presente no ar atmosférico.
b) fusão do hidróxido pela troca de calor com o ambiente.
c) reação das impurezas do produto com o oxigênio do ar.
d) adsorção de gases atmosféricos na superfície do sólido.
e) reação do hidróxido de sódio com o gás nitrogênio presente no ar.

Alternativa correta: a) absorção da umidade presente no ar atmosférico.

a) CORRETA. O hidróxido de sódio é uma base forte, altamente higroscópica e, por isso, absorve a umidade do ar com facilidade.

Nesse processo, o vapor d’água na atmosfera é retido de tal forma que água líquida começa a se formar e o aspecto de “derretido” após certo período ocorre, porque quanto maior a quantidade de água, o sólido passa por uma dissolução, devido à solubilidade do hidróxido de sódio em água.

b) ERRADA. A fusão é a passagem do estado sólido para o líquido. A troca de calor com o ambiente não faz ocorrer a fusão do NaOH, porque o ponto de fusão dessa base é de 318 ºC.

c) ERRADA. As impurezas que podem conter no hidróxido de sódio são resultantes do processo de fabricação. Além de estarem presentes em pequenas quantidades, as impurezas como carbonatos, cloretos e sulfatos ao reagirem com o ar não geram o aspecto mencionado no texto.

d) ERRADA. O gás presente em maior quantidade na atmosfera é o nitrogênio e em seguida o oxigênio. Há também pequenas quantidades de outros gases, como dióxido de carbono e gases nobres.

A adsorção dos gases ocorre quando esses ficam retidos na superfície de um sólido, sendo a sílica em gel e o carvão ativado os adsorventes mais conhecidos, que devido à quantidade de poros tem a capacidade de adsorção aumentada.

A diferença entre adsorção e absorção é que o primeiro processo apenas fixa uma substância na sua superfície, já no segundo o material é transferido de uma fase para outra.

e) ERRADA. O nitrogênio presente no ar é muito estável e pouco reativo quimicamente devido à ligação tripla que une a molécula.

Vale lembrar que é preciso ter cuidado ao manusear o hidróxido de sódio, usando
sempre luvas, pois o contato com a pele pode causar queimaduras severas.

9. (Enem/2016) Uma pessoa é responsável pela manutenção de uma sauna úmida. Todos os dias cumpre o mesmo ritual: colhe folhas de capim-cidreira e algumas folhas de eucalipto. Em seguida, coloca as folhas na saída do vapor da sauna, aromatizando-a, conforme mostrado na figura.

Sauna

Qual processo de separação é responsável pela aromatização promovida?

a) Filtração simples.
b) Destilação simples.
c) Extração por arraste.
d) Sublimação fracionada.
e) Decantação sólido-líquido.

Alternativa correta: c) Extração por arraste.

a) ERRADA. A filtração é um método de separação de misturas heterogêneas sólido-líquido e sólido-gás. Na filtração simples um meio filtrante é utilizado e atua como barreira para reter partículas sólidas e separá-las do material filtrado.

b) ERRADA. A destilação simples separa componentes de misturas homogêneas sólido-líquido pelo ponto de ebulição. O sólido dissolvido é separado pela evaporação do líquido no aquecimento da mistura.

c) CORRETA. Ao colocar folhas de eucalipto na saída de vapor, a sauna é aromatizada. A extração por arraste ocorre quando o vapor gerado na sauna extrai os compostos voláteis das folhas, que tem menor ponto de ebulição, e ao receber calor do vapor esses compostos se volatilizam e aromatizam o ambiente.

A extração por arraste pode ser feita também ao utilizar um solvente para extrair componentes de uma mistura de acordo com a solubilidade. Por exemplo, um solvente apolar pode extrair compostos apolares das folhas.

d) ERRADA. A sublimação é uma mudança de estado físico que ocorre quando uma substância passa de sólido para gás em determinadas condições de temperatura e pressão.

e) ERRADA. A decantação de misturas heterogêneas sólido-líquido ocorre quando deixamos o material em repouso e os sólidos sedimentam pela diferença de densidade.

10. (Enem/2017) Fusível é um dispositivo de proteção contra sobrecorrente em circuitos. Quando a corrente que passa por esse componente elétrico é maior que sua máxima corrente nominal, o fusível queima. Dessa forma, evita que a corrente elevada danifique os aparelhos do circuito. Suponha que o circuito elétrico mostrado seja alimentado por uma fonte de tensão U e que o fusível suporte uma corrente nominal de 500 mA.

Fusível

Qual é o máximo valor da tensão U para que o fusível não queime?

a) 20 V
b) 40 V
c) 60 V
d) 120 V
e) 185 V

Alternativa correta: d) 120 V.

O circuito proposto na questão é formado por uma associação mista de resistores. Sabemos ainda que a máxima corrente suportada pelo fusível é de 500 mA (0,5 A).

Para descobrir o valor máximo da tensão da bateria, podemos isolar a parte do circuito onde está localizado o fusível, conforme figura abaixo.

Fusíveis

Isso é possível, visto que a parte “de cima” do circuito está submetida à mesma tensão da parte “de baixo”(parte em destaque na imagem), pois seus terminais estão ligados aos mesmos pontos (A e B)

Vamos começar descobrindo o valor da tensão nos terminais do resistor de 120 . A corrente que atravessa esse resistor (i1) é a mesma que atravessa o fusível. Sendo assim, temos: Uac= 0,5.120 = 60 V

Essa será a mesma tensão que os terminais do resistor de 60 estão submetidos, visto que ele está ligado em paralelo com o resistor de 120.

Com essa informação podemos encontrar o valor da corrente (i2) que atravessa esse resistor:

60 = i2.60
i2=60/60
i2=1A

A corrente i3 que atravessa o resistor de 40 é igual a soma de i1 e i2, ou seja: i3 = 1+0,5 = 1,5 A

Podemos agora calcular o valor da tensão nos terminais do resistor de 40: Udb=1,5.40=60 V

Assim, a tensão do circuito será igual à soma de Uac com Udb: U = 60 + 60 = 120V

Alternativa correta D.

Quer ficar craque em Física? Leia:

Matemática e suas Tecnologias

Matemática no Enem

11. (Enem/2013) O contribuinte que vende mais de R$ 20 mil de ações em Bolsa de Valores em um mês deverá pagar Imposto de Renda. O pagamento para a Receita Federal consistirá em 15% do lucro obtido com a venda das ações.

Disponível em: www1.folha.uol.com.br. Acesso em: 26 abr. 2010 (adaptado).

Um contribuinte que vende por R$ 34 mil um lote de ações que custou R$ 26 mil terá de pagar de Imposto de Renda à Receita Federal o valor de

a) R$ 900,00.
b) R$ 1 200,00.
c) R$ 2 100,00.
d) R$ 3 900,00.
e) R$ 5 100,00.

Alternativa correta: b) R$ 1 200,00.

Como o imposto deverá ser pago em cima do lucro, então precisamos descobrir qual foi esse valor. Para isso, basta diminuir o valor da venda pelo valor da compra, isto é:

Lucro = 34 000 - 26 000 = 8 000

Agora temos que encontrar 15% deste valor, que será igual ao imposto que o contribuinte deverá pagar:

Imposto = 15% . 8 000=15/100.8000= 1200

12. (Enem/2014) Uma criança deseja criar triângulos utilizando palitos de fósforo de mesmo comprimento. Cada triângulo será construído com exatamente 17 palitos e pelo menos um dos lados do triângulo deve ter o comprimento de exatamente 6 palitos. A figura ilustra um triângulo construído com essas características.

triângulo de palitos

A quantidade máxima de triângulos não congruentes dois a dois que podem ser construídos é

a) 3.
b) 5.
c) 6.
d) 8.
e) 10.

Alternativa correta: a) 3.

O enunciado informa que ao todo são 17 palitos que devem ser distribuídos pelos lados do triângulo, sendo que um dos lados deve ter 6 palitos.

Desta forma, sobram 11 palitos para os outros dois lados. Vamos verificar os números inteiros positivos que somados dão como resultado 11:

10+1 = 11
9+2 =11
8+3 = 11
7+4 = 11
6+5 = 11
5+6 = 11
4+7=11
3+8=11
2+9 =11
1+10=11

Como é colocada a restrição de ter triângulos não congruentes (mesma medida), então vamos eliminar as opções que aparecem mesmos números em outra ordem.

Além disso, precisamos identificar os pares em que não é possível formar um triângulo; isso acontece quando a soma de dois lados é menor que o terceiro lado (desigualdade triangular).

Note que 6,10 e 1 não forma um triângulo, pois 6+1<10. O mesmo acontece com 6, 9,2 ( 6+2<9).

Eliminando esses casos, sobram os triângulos com lados:

  • 6, 8,3
  • 6,7,5
  • 6,4,6

Assim, a quantidade máxima de triângulos que podem ser construídos é 3.

13. (Enem/2015) Um arquiteto está reformando uma casa. De modo a contribuir com o meio ambiente, decide reaproveitar tábuas de madeira retiradas da casa. Ele dispõe de 40 tábuas de 540 cm, 30 de 810 cm e 10 de 1 080 cm, todas de mesma largura e espessura. Ele pediu a um carpinteiro que cortasse as tábuas em pedaços de mesmo comprimento, sem deixar sobras, e de modo que as novas peças ficassem com o maior tamanho possível, mas de comprimento menor que 2 m.

Atendendo o pedido do arquiteto, o carpinteiro deverá produzir

a) 105 peças.
b) 120 peças.
c) 210 peças.
d) 243 peças.
e) 420 peças.

Alternativa correta: e) 420 peças.

Como é pedido que as peças tenham o mesmo comprimento e o maior tamanho possível, vamos calcular o mdc (máximo divisor comum).

MDC

Note que esse resultado está em centímetros e temos que passar para metro. Sendo assim, o resultado é 2,70 m.

Entretanto, o valor encontrado não poderá ser usado, pois existe a restrição do comprimento ser menor que 2 m.

Assim, vamos dividir 2,7 por 2, visto que desta forma o valor encontrado também será um divisor comum de 540, 810 e 1 080, já que o 2 é o menor fator primo em comum entre esses números.

Então, o comprimento de cada peça será igual a 1,35 m (2,7 : 2). Agora, precisamos calcular quantas peças teremos de cada tábua. Para isso, passamos cada medida para metros. Assim, temos:

5,40 : 1,35 = 4 peças
8,10 : 1,35 = 6 peças
10,80 : 1,35 = 8 peças

Considerando a quantidade de cada tábua e somando, temos:

40 . 4 + 30 . 6 + 10 . 8 = 160 + 180 + 80 = 420 peças

14. (Enem/2016) De forma geral, os pneus radiais trazem em sua lateral uma marcação do tipo abc/deRfg, como 185/65R15. Essa marcação identifica as medidas do pneu da seguinte forma:

  • abc é a medida da largura do pneu, em milímetro;
  • de é igual ao produto de 100 pela razão entre a medida da altura (em milímetro) e a medida da largura do pneu (em milímetro);
  • R significa radial;
  • fg é a medida do diâmetro interno do pneu, em polegada.

A figura ilustra as variáveis relacionadas com esses dados.

Pneus

O proprietário de um veículo precisa trocar os pneus de seu carro e, ao chegar a uma loja, é informado por um vendedor que há somente pneus com os seguintes códigos: 175/65R15, 175/75R15, 175/80R15, 185/60R15 e 205/55R15.

Analisando, juntamente com o vendedor, as opções de pneus disponíveis, concluem que o pneu mais adequado para seu veículo é o que tem a menor altura.

Desta forma, o proprietário do veículo deverá comprar o pneu com a marcação

a) 205/55R15.
b) 175/65R15.
c) 175/75R15.
d) 175/80R15.
e) 185/60R15

Alternativa correta: e) 185/60R15.

De acordo com o enunciado, temos a seguinte relação:

100.H/abc = de

Por essa relação, identificamos que o pneu que possui menor altura é aquele em que o produto abc.de também é menor. Resolvendo essa multiplicação para os opções apresentadas, temos:

205.55=11 275
175.65=11 375
175.75=13 125
175.80=14 00
185.60=11 100

Assim, o de menor altura é o pneu 185/60R15.

15. (Enem/2017) Em um teleférico turístico, bondinhos saem de estações ao nível do mar e do topo de uma montanha. A travessia dura 1,5 minuto e ambos os bondinhos se deslocam à mesma velocidade, Quarenta segundos após o bondinho A partir da estação ao nível do mar, ele cruza com o bondinho B, que havia saído do topo da montanha.

Quantos segundos após a partida do bondinho B partiu o bondinho A?

a) 5
b) 10
c) 15
d) 20
e) 25

Alternativa correta: b) 10.

O tempo de travessia dos bondinhos dura 1,5 minutos, que é o mesmo que 90 segundos.

Se o bondinho A encontrou com o bondinho B 40 segundos após sua saída, o bondinho B já estava descendo a 50 segundos (90 - 40 = 50).

Como queremos saber quantos segundos antes o bondinho B saiu, então encontramos 50 - 40 = 10 segundos.

Ciências Humanas e suas Tecnologias

Ciências humanas

16. (Enem/2013)

Vida social sem internet?

Charge de blog

A charge revela uma crítica aos meios de comunicação, em especial à internet, porque

a) questiona a integração das pessoas nas redes virtuais de relacionamento.
b) considera as relações sociais como menos importantes que as virtuais.
c) enaltece a pretensão do homem de estar em todos os lugares ao mesmo tempo.
d) descreve com precisão as sociedades humanas no mundo globalizado.
e) concebe a rede de computadores como o espaço mais eficaz para a construção de relações sociais.

Alternativa correta: a) questiona a integração das pessoas nas redes virtuais de relacionamento.

a) CORRETA. As relações do mundo de hoje se realizam em dois meios: o offline (relações tradicionais baseadas na convivência, e o online (relações e interações mediadas pelas redes sociais da internet). A tirinha questiona a supervalorização dos relacionamentos online em relação à vida offline.

As novas possibilidades de interação não substituem as anteriores. É preciso haver um trabalho educativo para que as pessoas possam, de fato, se apropriar das novas ferramentas de modo consciente e crítico.

b) ERRADA. Na verdade, a crítica apresentada na tirinha é inversa a essa alternativa, que diz que as interações sociais também são muito importantes. As relações estabelecidas em um meio virtual é uma nova realidade e compõem um novo cenário social. Entretanto, é importante perceber o caráter multidimensional das relações humanas, sem sublimar uma forma de relação em detrimento da outra.

c) ERRADA. Sob a pretensão de estar em todos os lugares ao mesmo tempo, os indivíduos podem estar restritos apenas à atuação no mundo virtual. O espaço online da vida humana é caracterizado, para além da velocidade da troca de informação, pela mediação e controle por parte de grandes empresas e um forte apelo ao consumo.

d) ERRADA. A sociedade no mundo globalizado possui um caráter multidimensional, não se resume apenas em relações online e offline.

Descrever com precisão as sociedades humanas no mundo globalizado exige dar conta de que não há uma homogeneidade em relação à apropriação das novas ferramentas tecnológicas. Existe um centro dominante que busca propagar o seu modo de vida como parâmetro ou meta e existem grupos periféricos, que fazem o mesmo uso e não possuem os mesmo acessos.

e) ERRADA. Um dos novos desafios impostos à sociedade está relacionado ao equilíbrio entre a atuação na rede e fora dela. É necessário perceber que é um momento de transição para uma nova perspectiva. Com isso, é necessário estar consciente de quais novidades representam verdadeiramente um avanço e quais podem ser apenas “efeitos colaterais” que devem ser controlados.

17. (Enem/2014) A transferência da corte trouxe para a América portuguesa a família real e o governo da Metrópole. Trouxe também, e sobretudo, boa parte do aparato administrativo português. Personalidades diversas e funcionários régios continuaram embarcando para o Brasil atrás da corte, dos seus empregos e dos seus parentes após o ano de 1808.

NOVAIS, F. A.; ALENCASTRO, L. F. (Org.). História da vida privada no Brasil. São Paulo: Cia. das Letras, 1997.

Os fatos apresentados se relacionam ao processo de independência da América portuguesa por terem

a) incentivado o clamor popular por liberdade.
b) enfraquecido o pacto de dominação metropolitana.
c) motivado as revoltas escravas contra a elite colonial.
d) obtido o apoio do grupo constitucionalista português.
e) provocado os movimentos separatistas das províncias.

Alternativa correta: b) enfraquecido o pacto de dominação metropolitana.

a) ERRADA. Não houve clamor popular pela liberdade.

b) CORRETA. Com a transferência da Corte portuguesa para o Brasil, os papéis entre metrópole e colônia se invertem. O Brasil passa a ganhar mais importância e liberdades comerciais até então proibidas pelo seu status colonial. Este processo resultaria na elevação do Brasil a Reino Unido, beneficiando cada vez mais o país.

c) ERRADA. Não houve revoltas escravas neste período.

d) ERRADA. O grupo constitucionalista português não apoiou o processo de independência do Brasil.

e) ERRADA. Os movimentos separatistas das províncias eram contra o projeto centralizador português.

Quer saber mais sobre História no Enem? Confira:

18. (Enem/2015) A filosofia grega parece começar com uma ideia absurda, com a proposição: a água é a origem e a matriz de todas as coisas. Será mesmo necessário deter-nos nela e levá-la a sério? Sim, e por três razões: em primeiro lugar, porque essa proposição enuncia algo sobre a origem das coisas; em segundo lugar, porque o faz sem imagem e fabulação; e, enfim, em terceiro lugar, porque nela, embora apenas em estado de crisálida, está contido o pensamento: Tudo é um.

NIETZSCHE, F. Crítica moderna. In: Os pré-socráticos. São Paulo: Nova Cultural, 1999.

O que, de acordo com Nietzsche, caracteriza o surgimento da filosofia entre os gregos?

a) O impulso para transformar, mediante justificativas, os elementos sensíveis em verdades racionais.
b) O desejo de explicar, usando metáforas, a origem dos seres e das coisas.
c) A necessidade de buscar, de forma racional, a causa primeira das coisas existentes.
d) A ambição de expor, de maneira metódica, as diferenças entre as coisas.
e) A tentativa de justificar, a partir de elementos empíricos, o que existe no real.

Alternativa correta: c) A necessidade de buscar, de forma racional, a causa primeira das coisas existentes.

a) ERRADA. Os pré-socráticos não estavam preocupados com o que era vivido ou experimentado por eles. O pensamento se voltava a dar explicações sobre a origem de todas as coisas.

b) ERRADA. É refutada no próprio texto: “em segundo lugar, porque o faz sem imagem e fabulação”. A metáfora é uma figura de linguagem que busca explicar ou enunciar alguma coisa a partir de uma imagem que sirva de analogia. O que os filósofos pré-socráticos buscavam era propriamente romper com as explicações dos mitos, repletas de imagens e fabulações.

c) CORRETA. Nietzsche era um leitor crítico da filosofia e a influência dos filósofos pré-socráticos, sobretudo de Heráclito, é evidente no pensamento nietzscheano. Entretanto, apesar do texto de Nietzsche, a questão é centrada na filosofia pré-socrática.

Com isso, temos a visão de Nietzsche sobre o que mobilizava a filosofia pré-socrática: a necessidade de buscar, de forma racional, a causa primeira das coisas. A busca pelo elemento primordial, causa de tudo o que existe.

d) ERRADA. O elemento primordial (arché) é a origem comum de todas as coisas e não sua diferença.

e) ERRADA. A filosofia primeira, como também é chamada, é a metafísica. É a explicação para os elementos supra-sensíveis e que não podem ser alvo da experiência (elementos empíricos). Não podem ser sentidos, apenas pensados.

Temos certeza que esses textos podem te ajudar mais ainda:

19. (Enem/2016)

Parceira transpacífica

Disponível em: http://portuguese.brazil.usembassy.gov. Acesso em: 11 maio 2016 (adaptado).

Dentro das atuais redes produtivas, o referido bloco apresenta composição estratégica por se tratar de um conjunto de países com

a) elevado padrão social.
b) sistema monetário integrado.
c) alto desenvolvimento tecnológico.
d) identidades culturais semelhantes.
e) vantagens locacionais complementares.

Alternativa correta: e) vantagens locacionais complementares.

a) ERRADA. A maior parte dos países que fazem parte desse bloco não possui elevado padrão social.

b) ERRADA. Não tem um único sistema monetário.

c) ERRADA. Nem todos os países deste bloco se encontram com alto desenvolvimento tecnológico.

d) ERRADA. Certos países, como Austrália e Nova Zelândia, compartilham alguns aspectos culturais, mas não ocorre o mesmo com Chile e Vietnã, por exemplo.

e) CORRETA. Por serem todos banhados pelo Oceano Pacífico, isso significa que o espaço para trocas de mercadorias e serviços se dê, sobretudo, neste espaço.

20. (Enem/2017)

Releitura Zuzu Angel

Elaborada em 1969, a releitura contida na Figura 2 revela aspectos de uma trajetória e obra dedicadas à

a) valorização de uma representação tradicional da mulher.
b) descaracterização de referências do folclore nordestino.
c) fusão de elementos brasileiros à moda da Europa.
d) massificação do consumo de uma arte local.
e) criação de uma estética de resistência.

Alternativa correta: e) criação de uma estética de resistência.

a) ERRADA. A preocupação da estilista não foi a de valorizar a “mulher tradicional”. No caso, a Maria Bonita não era exatamente um ideal de mulher tradicional, e sim uma revolucionária do cangaço brasileiro.

b) ERRADA. Na coleção da estilista Zuzu Angel não há a descaracterização da cultura nordestina, pelo contrário, a estilista utiliza tais elementos de forma bastante fiel.

c) ERRADA. Não é possível observar elementos europeus na coleção da estilista.

d) ERRADA. A intenção da estilista não foi massificar o consumo da arte nordestina e sim de exibir as características de um movimento social nordestino de resistência.

e) CORRETA. Essa alternativa está correta, pois Zuzu Angel, ao levar para a moda elementos do vestuário do cangaço, enfatiza seu caráter de resistência. É importante lembrar que na época, havia a ditadura militar no Brasil, que matou e torturou inúmeras pessoas. O filho da estilista, Stuart Angel foi preso e morto pelo governo. Portanto, ela valorizava em sua obra um posicionamento crítico e de luta.

Não pare por aqui. Tem mais textos muito úteis para você:

Daniela Diana
Daniela Diana
Licenciada em Letras pela Universidade Estadual Paulista (Unesp) em 2008 e Bacharelada em Produção Cultural pela Universidade Federal Fluminense (UFF) em 2014. Amante das letras, artes e culturas, desde 2012 trabalha com produção e gestão de conteúdos on-line.