Química no Enem

Carolina Batista

A Química, junto com Biologia e Física, faz parte da área de Ciências da Natureza e suas Tecnologias.

Ao todo são 45 questões, divididas entre as três disciplinas, que são aplicadas no segundo dia de prova junto com Matemática e suas Tecnologias.

Os ramos da Química que mais são explorados no Enem são: Química Geral, Físico-química, Química Orgânica e Química Ambiental.

Os enunciados das questões são contextualizados como forma de interligar as áreas do conhecimento com assuntos do cotidiano.

Química no Enem

Assuntos de Química que mais caem no Enem

Para ir bem na prova é preciso ler com atenção as questões, interpretar os dados e relacionar com os conceitos que você estudou.

O conteúdo de Química da prova abrange os principais compostos, suas propriedades, as funções químicas que os caracterizam e as reações que eles podem fazer.

Os cálculos são pedidos para quantificar as reações e os exemplos utilizados são questões do cotidiano; seja o processo produtivo de um composto químico relevante ou até mesmo a aplicação em outras áreas, como a datação de um fóssil.

Abaixo, descrevemos os assuntos mais cobrados e o que estudar sobre cada um deles.

Química Geral

A química geral apresenta a evolução dos estudos na área da Química, as relações qualitativas e quantitativas das reações e a introdução de conceitos e termos que são a base para entender as demais áreas.

Basicamente, essa ramo abrange os princípios da Química para entendermos a composição, propriedades e reatividade da matéria.

Química Geral

A Química Geral no Enem explora mais:

Tema Principais tópicos
Tabela periódica

Elementos químicos e sua organização, classificação dos elementos e propriedades da matéria.

Propriedades periódicas
Misturas Tipos de misturas, principais métodos de separação e as frações obtidas.
Técnicas de separação
Estequiometria Cálculos químicos de rendimento e pureza.
Cálculos estequiométricos
Ligações químicas Como os átomos se ligam para formar as diversas substâncias e interação entre as moléculas.
Forças intermoleculares
Geometria molecular Características dos principais compostos.
Solubilidade

Questão de Química Geral

(Enem/2018) Na mitologia grega, Nióbia era a filha de Tântalo, dois personagens conhecidos pelo sofrimento. O elemento químico de número atômico (Z) igual a 41 tem propriedades químicas e físicas tão parecidas com as do elemento de número atômico 73 que chegaram a ser confundidos.

Por isso, em homenagem a esses dois personagens da mitologia grega, foi conferido a esses elementos os nomes de nióbio (Z = 41) e tântalo (Z = 73). Esses dois elementos químicos adquiriram grande importância econômica na metalurgia, na produção de supercondutores e em outras aplicações na indústria de ponta, exatamente pelas propriedades químicas e físicas comuns aos dois.

KEAN, S. A colher que desaparece: e outras histórias reais de loucura, amor e morte a partir dos elementos químicos. Rio de Janeiro: Zahar, 2011 (adaptado).

A importância econômica e tecnológica desses elementos, pela similaridade de suas propriedades químicas e físicas, deve-se a

a) terem elétrons no subnível f.
b) serem elementos de transição interna.
c) pertencerem ao mesmo grupo na tabela periódica.
d) terem seus elétrons mais externos nos níveis 4 e 5, respectivamente.
e) estarem localizados na família dos alcalinos terrosos e alcalinos, respectivamente.

Alternativa correta: c) pertencerem ao mesmo grupo na tabela periódica.

A tabela periódica está organizada em 18 grupos (famílias), onde cada grupo reúne os elementos químicos com propriedades semelhantes.

Essas semelhanças acontecem porque os elementos de um grupo possuem o mesmo número de elétrons na camada de valência. Fazendo a distribuição eletrônica do nióbio e do tântalo, temos:

Elemento Distribuição eletrônica

Soma dos elétrons
(subnível mais energético + subnível mais externo)

Grupo
Nióbio (41) 1s2 2s2 2p6 3s2 3p6 4s2 3d10 4p6 5s2 4d3 4d3 + 5s2=5 elétrons 5
Tântalo (73) 1s2 2s2 2p6 3s2 3p6 4s2 3d10 4p6 5s2 4d10 5p6 6s2 4f14 5d3 5d3 + 6s2 =5 elétrons 5

Os elementos nióbio e tântalo fazem parte do grupo 5 da tabela periódica, estando no 5º e 6º período respectivamente.

Leia também: Nióbio e Famílias da Tabela Periódica.

A resolução dessa questão necessita do conhecimento da definição de grupo (família) da Tabela Periódica.

Por isso, é muito importante ao estudar fixar os conceitos, isso te ajudará a interpretar as questões e facilitará a resolução.

Físico-química

Os sistemas tem as suas características interpretadas pelas observações das propriedades físicas e químicas.

A energia e a dinâmica das transformações químicas são estudas nesse ramo da química.

reação química

A Físico-Química no Enem explora mais:

Tema Principais tópicos
Soluções Calcular a concentração de soluções (molar, comum, PPM e porcentagem).
Eletroquímica Diferenciar cátodo e ânodo, comparar os potencias-padrão de redução, reações de oxidação e redução, fenômeno de corrosão, pilha e eletrólise.
Termoquímica Calcular a variação de energia, conceito de entalpia de reação e lei de Hess.
Ácidos e bases Calcular pH e reação de neutralização.
Equilíbrio químico Conceitos gerais, constante de equilíbrio e deslocamento de equilíbrio.
Princípio de Le Chatelier
Radioatividade tempo de meia vida, fissão e fusão nuclear.

Questão de Físico-química

(Enem/2009) Analise a figura.

concentração de solução enem

Disponível em: http//www.alcoologia.net. Acesso em: 15 jul. 2009 (adaptado).

Supondo que seja necessário dar um título para essa figura, a alternativa que melhor traduziria o processo representado seria:

a) Concentração média de álcool no sangue ao longo do dia.
b) Variação da frequência da ingestão de álcool ao longo das horas.
c) Concentração mínima de álcool no sangue a partir de diferentes dosagens.
d) Estimativa de tempo necessário para metabolizar diferentes quantidades de álcool.
e) Representação gráfica da distribuição de frequência de álcool em determinada hora do dia.

Alternativa correta: d) Estimativa de tempo necessário para metabolizar diferentes quantidades de álcool.

No gráfico, quatro curvas são apresentadas com diferentes concentrações de álcool no sangue e elas são relacionadas com o tempo.

Observa-se que dependendo da concentração de álcool no sangue, tempos diferentes são necessários para que a concentração diminua na corrente sanguínea.

Essa diminuição ocorre porque o álcool, assim como outras substâncias que ingerimos, são metabolizadas pelo nosso organismo, transformando-as em substâncias menores que serão absorvidas.

Os gráficos são uma das formas que o Enem utiliza para apresentar dados e avalia o candidato pela capacidade de interpretação. Por isso, é importante resolver as provas anteriores e se familiarizar com os tipos de questões que o exame apresenta.

Química Orgânica

Observando-se que todos os compostos de fontes vivas possuíam em sua estrutura o elemento carbono, este fato significativo levou a definição de que a Química Orgânica é o estudo dos compostos de carbono.

Ao realizar experimentos, Friedrich Wöhler conseguiu sintetizar a ureia a partir de cianato de amônio, ou seja, uma substância orgânica a partir de um composto inorgânico.

A partir de então milhões de compostos foram obtidos artificialmente a partir de reagentes minerais e por fontes mais simples de origem natural.

Devido a inúmera quantidade de compostos orgânicos, esse é um tema bastante recorrente no Enem.

compostos orgânicos

A Química Orgânica no Enem explora mais:

Tema Principais tópicos
Carbono Propriedades e características do carbono.
Funções orgânicas Principais funções orgânicas e compostos.
Nomenclatura Nomenclatura de cadeias carbônicas e classificação de carbonos.
Isomeria Diferenciar estruturas orgânicas pelo tipo de isomeria.
Reações orgânicas Principais reações orgânicas.

Questão de Química Orgânica

(Enem/2014) A baunilha a uma espécie de orquídea. A partir de sua flor, a produzida a vanilina (conforme representação química), que dá origem ao aroma de baunilha.

baunilha

Na vanilina estão presentes as funções orgânicas

a) aldeído, éter e fenol.
b) álcool, aldeído e éter.
c) álcool, cetona e fenol.
d) aldeído, cetona e fenol.
e) ácido carboxílico, aldeído e éter.

Alternativa correta: a) aldeído, éter e fenol.

Função orgânica Representação
Aldeído R—COH
Éter R—O—R'
Fenol Ar—OH

As outras funções orgânicas que aparecem nas demais alternativas são:

Álcool R—OH
Cetona reto R menos reto C menos reto R apóstrofo espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço paralelo espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço reto O
Ácido carboxílico R—COOH

Nessa questão foi apresentado um aroma bastante utilizado na culinária como contexto para avaliar o conhecimento de funções orgânicas.

É comum as questões relacionarem nomenclatura de compostos e pedir a sua estrutura ou vice e versa.

Por isso, é importante estudar as principais funções orgânicas e as diferenças entre elas.

Química Ambiental

Por muito tempo os avanços tecnológicos ocorreram sem a devida atenção ao meio ambiente. Com o tempo, os resultados das atividades humanas, principalmente industriais, começaram a surgir. Exemplos disso são a chuva ácida e o efeito estufa.

O conceito de Química Verde vem sendo explorado, não só como um novo caminho, mas como forma de promover a mudança de hábitos na sociedade e progresso com menos substâncias perigosas e nocivas ao meio ambiente.

Química ambiental

A Química ambiental no Enem explora a relação entre tecnologias, sociedade e o meio ambiente.

É comum nos depararmos com questões que relatam:

Tema Principais tópicos
Poluição Tipos de poluição: radioativa, do ar, da água e do solo.
Ciclos biogeoquímicos Ciclo do nitrogênio e do carbono, bem como as alterações.
Efeito estufa Causas, principais gases do efeito estufa e aquecimento global.
Chuva ácida Causas e consequências.
Mudanças climáticas Causas e consequências.
Combustíveis fósseis Origem, tipos e alternativas de fontes renováveis.

Questão de Química Ambiental

(Enem/2010) Um dos grandes problemas da poluição dos mananciais (rios, córregos e outros) ocorre pelo hábito de jogar óleo utilizado em frituras nos encanamentos que estão interligados com o sistema de esgoto. Se isso ocorrer, cada 10 litros de óleo poderão contaminar 10 milhões (107) de litros de água potável.

MANUAL de etiqueta. Parte integrante das revistas Veja (ed. 2055), Cláudia (ed. 555), National Geographic (ed. 93) e Nova Escola (ed. 208) (adaptado).

Suponha que todas as famílias de uma cidade descartem os óleos de frituras através dos encanamentos e consumam 1 000 litros de óleo em frituras por semana.

Qual será, em litros, a quantidade de água potável contaminada por semana nessa cidade?

a) 102
b) 103
c) 104
d) 106
e) 109

Alternativa correta: e) 109

Com a regra de três podemos descobrir um valor com base em três dados apresentados.

Os dados da questão são:

  • 10 L de óleo
  • 107 L de água potável
  • 1000 L de óleo

Com esses números podemos encontrar a quantidade desconhecida da seguinte forma:

10 espaço reto L espaço de espaço óleo espaço espaço espaço espaço espaço espaço menos espaço 10 à potência de 7 espaço reto L espaço de espaço água espaço contaminada 1000 espaço reto L espaço de espaço óleo espaço menos espaço reto x reto x espaço igual a espaço numerador 10 ao cubo espaço. espaço 10 à potência de 7 sobre denominador 10 fim da fração igual a espaço 10 à potência de 9 espaço reto L espaço de espaço água espaço contaminada

10 litros de óleo poderão contaminar 107 litros de água potável, um consumo de 1000 litros de óleo em uma semana pode causar contaminação de 109 litros.

Vemos então que os resultados são proporcionais: quanto mais óleo é descartado, mais água potável pode ser contaminada.

As águas que saem de nossas casas vão para as estações de tratamento de esgotos (ETEs). Os resíduos de óleo presentes dificultam ainda mais o processo de remoção de detritos e os vestígios que chegam para os rios, córregos e outros, se acumulam na superfície da água, impedindo a passagem de luz solar e oxigênio.

Da água presente em nosso planeta, menos de 1% está presente em rios e lagos. Por isso, é importante estar atento às formas de poluição da água e preservar nossos recursos hídricos.

Com esse exemplo vemos que as questões de Química Ambiental nos levam à reflexão sobre as ações do ser humano e como o meio ambiente é afetado.

Além disso, acreditamos que esses textos serão muito úteis na preparação para o exame:

Bons estudos!

Carolina Batista
Carolina Batista
Técnica em Química pelo Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Pernambuco (2011) e Bacharelada em Química Tecnológica e Industrial pela Universidade Federal de Alagoas (2018).