Animais Vivíparos


Os animais vivíparos são aqueles cujo desenvolvimento embrionário ocorre dentro do corpo materno. Diferentemente do animais ovíparos, que nascem dos ovos, nesses animais o embrião é envolvido pela placenta e depende da mãe para sua nutrição e desenvolvimento.

Uma característica marcante dos animais vivíparos é que todos eles possuem fecundação interna, ou seja, ocorre a cópula e os gametas masculinos são depositados dentro do corpo da fêmea, fecundando o óvulo que originará o embrião.

Exemplos de Animais Vivíparos

Vertebrados

Mamíferos: a grande maioria desses animais se desenvolve dentro do corpo materno. Muitos são placentários (são ligados à placenta pelo cordão umbilical) como o gato, o coelho e a ovelha. Outros ainda são marsupiais e completam o desenvolvimento dentro de uma bolsa, como os cangurus e gambás.

Animais VivíparosOvelha é um mamífero placentário.

Répteis: algumas espécies de jararaca são consideradas vivíparas.

Peixes: alguns tubarões são capazes de gerar os filhotes dentro do corpo por possuírem membranas que atuam como placentas.

Invertebrados

Insetos: alguns insetos podem ser vivíparos e ovíparos. Por exemplo, os pulgões fêmeas são capazes de fazer autofecundação (partenogênese), não precisam de machos e ficam grávidas só de fêmeas. Noutras épocas se acasalam com os machos e põe ovos, podendo nascer machos ou fêmeas.

Animais VivíparosPulgões vistos em grande aumento no galho de uma planta.

Leia também:

Tempo de Gestação

Mamíferos: hamster (16 dias), rato (19 dias), cão e gato (cerca de 2 meses), leão-marinho, golfinho, zebra e jumento (cerca de 1 ano), anta (cerca de 400 dias) e elefante africano (quase 2 anos, entre 660 e 720 dias);

Répteis: jararaca (entre 2 e 3 meses);

Peixes: tubarão (varia entre as espécies, pode ser de 1 a 2 anos );