Animais Ovíparos

Lana Magalhães

Os animais ovíparos são aqueles cujo desenvolvimento embrionário ocorre dentro de um ovo.

Processo de reprodução

O processo de reprodução desses animais é caracterizado pelo depósito dos ovos no meio externo, na maioria das vezes, já fecundados. E assim, até virar um filhote, o processo ocorre fora do corpo da mãe.

No ambiente, o embrião se desenvolve ao se alimentar das reservas nutritivas presentes nos ovos até chegarem ao momento da eclosão. Note que a fecundação dos animais ovíparos, pode ocorrer de maneira interna ou externa.

A maioria das espécies de animais ovíparos possuem fecundação interna, ou seja, as fêmeas botam os ovos já fecundados pelos machos. Como exemplos, podemos citar todas as espécies de aves e crocodilianos e algumas espécies de peixes, lagartos e cobras.

Por outro lado, na fecundação externa a fêmea deposita os ovos no ambiente e o macho libera os espermatozoides em cima dos ovos. Esse é o caso de animais como as rãs e algumas espécies de peixes.

Exemplos de Animais Ovíparos

Anfíbios: rã, sapo

Animais Ovíparos

Aracnídeos: aranhas

Animais Ovíparos

Aves: galinha, canário, pavão, pinguim (todas as aves)

Animais Ovíparos

Insetos: formiga, barata, gafanhoto

Animais Ovíparos

Mamíferos: ornitorrinco, equidna.

Animais Ovíparos

O ornitorrinco e a equidna, apesar de serem considerados animais mamíferos, ou seja, as fêmeas possuem mamas e produzem leite para amamentarem seus filhotes, eles nascem de ovos, sendo, portanto, classificados como animais ovíparos.

Moluscos: caracol, lesma, polvo

Animais Ovíparos

Peixes: beta, tilápia, caracu

Animais Ovíparos

Répteis: cobra, tartaruga marinha, jacaré, crocodilo

Animais Ovíparos

Leia também:

Lana Magalhães
Lana Magalhães
Licenciada em Ciências Biológicas (2010) e Mestre em Biotecnologia e Recursos Naturais pela Universidade do Estado do Amazonas/UEA (2015). Doutoranda em Biodiversidade e Biotecnologia pela UEA.