Moluscos

Lana Magalhães

Os moluscos são animais de corpo mole, geralmente envoltos por uma concha.

A concha é presente em ostras, mariscos, caracol e caramujo. Em alguns, como a lula, a concha é interna e em outros, é ausente, como no polvo.

As conchas são importantes para proteger o corpo mole dos moluscos e evitar a perda de água.

Os moluscos vivem em ambientes aquáticos marinho ou de água doce e no meio terrestre úmido.

O filo Mollusca é o segundo maior em número de espécies, aproximadamente 50 mil, atrás apenas dos artrópodes.

Características

Esses animais apresentam o corpo dividido em: cabeça, pé e massa visceral. Na cabeça são encontrados os órgãos dos sentidos.

O pé é responsável pelos movimentos e, em alguns animais, como o polvo, pode ser substituído pelos tentáculos. A massa visceral é onde encontram-se todos os órgãos.

Alimentação e Sistema Digestório

Os moluscos possuem um sistema digestivo completo, com boca e ânus. O alimento é conduzido pelo tubo digestivo, onde sofre a ação de enzimas. Os nutrientes são absorvidos e distribuídos pelo corpo por meio do sangue.

Os cefalópodes e gastrópodes apresentam a rádula, uma espécie de língua com dentes afiados, usada para raspar os alimentos.

Respiração

Pelo fato dos moluscos serem encontrados em uma grande variedade de ambientes, eles apresentam diferentes tipos de respiração.

Sistema Circulatório

O sistema circulatório distribui os nutrientes e oxigênio dos sistemas digestivo e respiratório. O sistema excretor retira resíduos metabólicos e os elimina.

O sistema circulatório é aberto, e o coração situa-se dorsalmente na massa visceral. As contrações do coração enviam para o corpo, o sangue que flui para os vasos e depois por lacunas situadas entre os tecidos.

Reprodução

Os moluscos apresentam reprodução sexuada, com fecundação interna ou externa. A maioria dos moluscos apresenta sexos separados, com exceção dos bivalves que são hermafroditas.

Na fecundação externa, os machos liberam os espermatozóides e as fêmeas liberam os óvulos diretamente na água, onde os dois gametas se encontram.

No caso da fecundação interna, os espermatozoides são liberados dentro do corpo da fêmea.

Classificação

Os moluscos são animais que apresentam grande diversidade de formas e tamanhos. Eles distribuem-se em três classes principais: gastrópodes, bivalves e cefalópodes.

Gastrópodes

Moluscos

Os gastrópodes são os moluscos que possuem concha em espiral constituída por uma única peça. São exemplos de gastrópodes os caracóis, caramujos e lesmas. Eles representam o maior grupo dos moluscos.

A sua massa visceral fica no interior da concha, constituindo uma única peça. Usam os pés para a locomoção.

Os gastrópodes são animais invertebrados terrestres.

Bivalves ou Pelecípodes

Moluscos

Os bivalves são moluscos de ambiente marinho, formados por duas conchas articuladas e unidas por um ligamento. São exemplos de bivalves os mariscos, ostras e vieiras.

Entre as duas conchas fica o corpo do animal, constituído pelo pé e pela massa visceral. O pé é pequeno ou ausente.

Cefalópodes

Moluscos

Os cefalópodes não apresentam concha ou esta é interna. São exemplos de cefalópodes o polvo, lula e náutilos.

São os moluscos mais complexos, dotados de sistema nervoso bastante desenvolvido e de olhos semelhantes aos dos vertebrados.

Da cabeça partem tentáculos, em número de oito nos polvos e de dez nas lulas. Os tentáculos têm ventosas que podem servir para capturar uma presa ou prender o animal a um substrato, como uma rocha.

O polvo possui, ligada ao intestino, a glândula de tinta. Quando o animal é atacado, a glândula expele tinta confundindo o predador e facilitando a fuga do polvo.

Os cefalópodes e bivalves são animais invertebrados aquáticos.

Curiosidades

  • No Oceano Pacífico, existem mariscos imensos, com mais de 1 metro de diâmetro e cerca de 300 quilos.
  • As lulas pode chegar a 15 metros de comprimento.
  • O escargot, um tipo de caracol muito apreciado como alimento, é criado com cuidados especiais quanto a alimentação, a temperatura e a umidade do ambiente.
  • A produção de pérolas, pelas ostras, tem grande importância econômica. As conchas podem servir para a fabricação de botões, pentes e outros objetos.
  • Os anelídeos possuem algumas características semelhantes com os moluscos. Ambos possuem o corpo mole e habitam ambientes úmidos. Entretanto, os anelídeos não apresentam nenhum tipo de concha protetora.

Conheça mais sobre os Animais Invertebrados.

Lana Magalhães
Lana Magalhães
Licenciada em Ciências Biológicas (2010) e Mestre em Biotecnologia e Recursos Naturais pela Universidade do Estado do Amazonas/UEA (2015). Doutoranda em Biodiversidade e Biotecnologia pela UEA.