Répteis

Lana Magalhães

Os répteis são animais vertebrados que pertencem ao Reino Animalia, Filo Chordata e Classe Reptilia.

Na história evolutiva, os répteis foram os primeiros animais vertebrados a conquistarem o ambiente terrestre.

São exemplos de répteis: tartaruga, jabuti, cágado, cobra, serpente, jacaré, crocodilo, camaleão, iguana e lagarto.

Imagens de répteis

O grupo dos répteis é bastante diversificado

Características

Conheça as principais características do grupo dos répteis:

Anatomia

Anatomia do crocodiloAnatomia do crocodilo

O corpo dos répteis é formado por cabeça, pescoço, tronco e cauda.

Eles possuem dois pares de membros locomotores, cada um com cinco dedos acabados em garras e pernas reduzidas em alguns lagartos, mas ausentes em outros, como as cobras.

Eles podem ser animais rastejantes ou nadadores, como as tartarugas marinhas que possuem patas em forma de remos.

A pele é ressecada e resistente, coberta por escamas de origem epidérmica, o que a torna queratinizada e praticamente impermeável.

Porém, alguns animais, como as tartarugas e jabutis, também podem apresentar placas ósseas de origem dérmica.

Temperatura corporal

Os répteis são animais pecilotérmicos, ou seja, são incapazes de manter a sua temperatura corporal constante. Assim, eles necessitam do calor do ambiente para regulação da temperatura corporal.

Essa condição limita sua localização dos seus habitats aos trópicos e subtrópicos do planeta, onde as temperaturas favorecem o seu metabolismo. Por isso, não encontramos répteis na Antártica.

Reprodução

Reprodução dos répteisA maioria dos répteis são ovíparos

A maior parte dos répteis são ovíparos. Apenas algumas cobras e lagartos são ovovivíparas.

Apresentam fecundação interna, onde o macho introduz os espermatozoides no interior do corpo da fêmea.

O desenvolvimento do embrião ocorre dentro dos ovos, os quais são revestidos por cascas córneas ou calcárias.

Essa característica protege o embrião da dessecação, importante para a conquista do ambiente terrestre.

O ovo apresenta os seguintes anexos embrionários: âmnio, cório, saco vitelino e alantoide.

Quando os filhotes nascem assemelham-se aos adultos, pois o desenvolvimento é direto.

Sistema digestório e alimentação

O sistema digestório é completo. Eles apresentam boca, faringe, esôfago, estômago, intestino e cloaca. Além disso, possuem fígado e pâncreas.

A maioria dos répteis são carnívoros. Algumas poucas espécies são herbívoras e onívoras.

Alguns répteis, como o jacaré e a matamatá, são animais predadores e ocupam o topo da cadeia alimentar.

Sistema Circulatório

A circulação é fechada, dupla e completa.

O coração de serpentes e tartarugas apresenta dois átrios e um ventrículo incompletamente separado. Enquanto os crocodilianos apresenta dois átrios e dois ventrículos bem definidos.

Sistema Respiratório

Os répteis apresentam respiração pulmonar. Os pulmões apresentam alvéolos pulmonares tornando eficiente as trocas gasosas.

Sistema Sensorial

O órgão olfativo dos répteis lhes permite sentir o gosto e o cheiro, sendo que a maioria dos répteis é capaz de ouvir sons.

A visão não é privilegiada, mas os olhos possuem pálpebras e membrana nictitante para protegê-los quando submersos.

Quando estão em terra, são hidratados por glândulas lacrimais, dai a expressão “lágrimas de crocodilo”, uma vez que aqueles animais “choram” com frequência.

As serpentes apresentam a fosseta loreal, um orifício entre o olho e a narina com função de termorrecepção.

Leia também sobre:

Grupos

Existem mais de 7000 espécies conhecidas e subdivididos em quatro ordens:

Ordem Crocodilia

CrocodiloCrocodilo

Os crocodilianos representam a maior parte dos répteis que existem atualmente.

As principais características dos crocodilianos são:

  • Corpo revestido por placas córneas.
  • Presença de quatro patas curtas e uma cauda.
  • Dentes grandes e afiados.
  • Coração com quatro cavidades completamente separadas.

Ordem Rhynchocephalia

TuataraTuatara, uma espécie ameaçada de extinção

A ordem Rhynchocephalia é o grupo de réptil mais primitivo. Por isso, as tuataras são os únicos representantes vivos da ordem. Elas são encontradas na Nova Zelândia e podem habitar ambientes frios.

São animais carnívoros, os seus dentes estão fundidos ao maxilar. Os indivíduos de tuataras podem chegar até aos 100 anos de idade.

Ordem Squamata

CobraA cobra é representante do grupo dos ofídios

Também conhecidos como escamados, pois possuem corpo recoberto por escamas. Eles são representados pela cobras e lagartos.

As principais características da ordem Squamata são:

  • Divididos em Lacertílios (lagartos) e Ofídios (cobras).
  • Os lagartos apresentam quatro patas e as cobras são ápodes, ou seja, sem membros.
  • Algumas espécies de serpente são animais peçonhentos.

Ordem Testudinata

Tartaruga-da-AmazôniaTartaruga-da-Amazônia

Também chamados de quelônios, são representados pelas tartarugas, cágados e jabutis. As tartarugas vivem em ambiente de água doce e salgada. Os cágados são encontrados em água doce e os jabutis em terra firme.

As principais características dos quelônios são:

  • Presença de armadura óssea (casco ou carapaça), a qual confere proteção ao corpo contra choques mecânicos e ataques de predadores.
  • Ausência de dentes e presença de um bico com lâminas córneas, permitindo capturar e cortar os alimentos.

Conheça mais sobre a Tartaruga-de-couro.

Curiosidades

  • Os dinossauros, pertencentes à superordem Dinosauria, pertenceram a classe dos répteis.
  • O Brasil é o quarto país do mundo com o maior número de espécies de répteis.
  • Herpetologia é o ramo da biologia que estuda os répteis.

Leia também sobre a História dos Dinossauros.

Lana Magalhães
Lana Magalhães
Licenciada em Ciências Biológicas (2010) e Mestre em Biotecnologia e Recursos Naturais pela Universidade do Estado do Amazonas/UEA (2015). Doutoranda em Biodiversidade e Biotecnologia pela UEA.