História dos Dinossauros


A História dos Dinossauros tem início a milhões de anos atrás. Esse grupo de répteis gigantes viveram no planeta Terra durante a Era Mesozoica, que começou cerca de 252 milhões de anos atrás, sendo extintos a 65 milhões de anos, no final dessa era.

Eles são os maiores animais que já habitaram o planeta. A palavra dinossauro (do latim Dinosauria) significa “lagarto terrível”.

História dos Dinossauros

Lembre-se que a Era Mesozoica, chamada também de Era dos Dinossauros, está dividida em três períodos:

  • Período Triássico: durou entre 245 e 208 milhões de anos e marca o surgimento dos primeiros dinossauros no planeta.
  • Período Jurássico: durou entre 208 e 146 milhões de anos atrás, sendo marcado pelo desenvolvimento e aparecimento de mais espécies de dinossauros, bem como o aumento da diversificação da fauna do planeta.
  • Período Cretáceo: durou entre 146 milhões e 65 milhões de anos, sendo o período de apogeu dos dinossauros. Além disso, a fauna e a flora do planeta se desenvolveram ainda mais, apresentando maior variedade de espécies.

Tipos de Dinossauros

As principais características dos dinossauros, tendo em conta que são répteis, são: animais ovíparos, pele escamosa e temperatura corporal variável.

História dos Dinossauros

Cerca de 700 espécies de dinossauros foram descobertas, dentre os herbívoros e carnívoros, sendo que os grupos mais conhecidos são:

  • Terópodes: dinossauros bípedes considerado um dos maiores carnívoros do planeta. Nessa classe, muitos deles eram onívoros dos quais se destacam: Giganotossauro, Megalossauro e o Tiranossauro.
  • Saurópodes: dinossauros quadrúpedes, os quais eram considerados um dos maiores animais da Terra. Eles possuíam um corpo avantajado com um pescoço e cauda longos e cabeça pequena. Destacam-se as famílias: Brachiosauridae, Diplodocidae e Titanosauridae.
  • Ceratopsídeos (Ceratopsia): dinossauros quadrúpedes e herbívoros; esse grupo possuía protuberâncias na cabeça, ou seja, uma espécie de chifre. Das famílias destacam-se os Ceratopsidae e os Leptoceratopsidae.
  • Estegossauros (Stegosauria): dinossauros quadrúpedes e herbívoros de corpos gigantes e cabeças menores. Esse grupo possuía placas ósseas nas costas sendo os mais importantes gêneros: Estegossauro, Kentrossauro e Lexovissauro.
  • Anquilossauros (Ankilosauridae): dinossauros herbívoros que continham uma carapaça nas costas que servia de armadura. Além disso, a cauda deles era formada por espinhos, e na ponta possuía uma espécie de clava que os protegiam de diversos predadores. Destacam-se o Anquilossauro, Euoplocéfalo e Pinacossauro.
  • Ornitópodes: grupo de dinossauros herbívoros chamados também de “dinossauro bico-de-pato”, uma vez que a boca era em formato de bico. Possuíam um sistema de mastigação bem desenvolvido, e algumas espécies eram bípedes e outras quadrúpedes. Nessa classe merecem destaque o Anatossauro, Bactrossauro e Parassaurolofo.

Extinção dos Dinossauros

Ainda que muitas teorias tentem explicar o desaparecimento desses répteis gigantes do planeta, atualmente a mais aceita é que cerca de 65 milhões de anos atrás um meteorito de 10 quilômetros de diâmetro atingiu a Península de Yucatán, no México, dizimando e extinguindo as espécies que habitavam o planeta.

Isso propiciou uma mudança climática drástica no planeta, que resultou numa imensa camada de poeira que tapou a luz do Sol.

Graças aos estudos arqueológicos podemos confirmar a existência desses seres que habitaram o planeta. Muitas ossadas de dinossauros estão expostas em diversos museus do mundo.

Leia também sobre outros Animais Extintos.