Fecundação Interna e Externa


A fecundação é a união dos gametas (óvulos e espermatozoides) e pode acontecer de duas formas diferentes: pode ser dentro do corpo do animal, sendo chamada fecundação interna; ou fora do corpo, geralmente na água ou ambientes úmidos, é a fecundação externa.

Fecundação Interna e ExternaFecundação Interna e Externa

A troca de gametas entre os indivíduos ocorre em todos os seres vivos que realizam reprodução sexuada. Através do fenômeno da fecundação as características de dois indivíduos diferentes se misturam e são passadas aos descendentes, um mecanismo conhecido como hereditariedade.

Na reprodução assexuada não ocorre fecundação.

Leia também: O que é fecundação?

Fecundação Interna

Na fecundação interna, a união dos gametas acontece dentro do corpo do animal. Durante a cópula o macho usa seus órgãos genitais ou copuladores, para liberar os espermatozoides dentro do corpo da fêmea. Essa forma é mais vantajosa pois independe das condições do meio externo para acontecer.

Fecundação Interna e ExternaNo cavalo-marinho, curiosamente é o macho que fica grávido

Dentre os animais que se reproduzem com fecundação interna, existem 3 formas diferentes do embrião se desenvolver, são elas:

  • Ovíparos: após o óvulo ser fecundado, o embrião se desenvolve dentro de um ovo, que a fêmea deposita no ambiente. O ovo garantirá nutrientes e proteção para o embrião crescer. Exemplos: aves, como os pinguins e répteis como a tartaruga, entre outros;
  • Vivíparos: quando os embriões permanecem dentro do corpo da fêmea, sendo nutridos e protegidos pelo corpo materno, são chamados vivíparos. Exemplos: os mamíferos, como o ser humano, o tamanduá, etc;
  • Ovovivíparos: se após a fecundação o embrião se formar dentro de um ovo e for mantido dentro do corpo dos progenitores, será chamado ovovivíparo. Exemplo: cavalo-marinho.

Fecundação Externa

Nesse tipo de fecundação os gametas se fundem fora do corpo da fêmea, no ambiente. Na fecundação externa é preciso que haja água para que os gametas masculinos consigam se deslocar até o feminino. Além disso, é preciso que os machos eliminem grande quantidade de gametas para garantir que eles alcancem os óvulos.

Fecundação Interna e ExternaO "abraço nupcial" do sapo macho sobre a fêmea e os óvulos.

Existem algumas estratégias utilizadas pelos animais para facilitar que ocorra a fecundação. Os sapos, por exemplo, usam o "abraço nupcial" em que seguram a fêmea durante a cópula e lançam os espermatozoides logo em cima dos óvulos recém-postos.

Fecundação Interna e ExternaAranha tece um casulo de seda para proteger os ovos amarelos.

Os animais que se reproduzem com fecundação externa são ovíparos, pois o desenvolvimento embrionário dos descendentes ocorre dentro de ovos. Entre os animais que se reproduzem assim, estão vários invertebrados como insetos, aracnídeos, moluscos, entre outros e também alguns vertebrados, como peixes e anfíbios.

Saiba mais sobre a Reprodução Sexuada.