Arábia Saudita


A Arábia Saudita, cujo nome oficial é Reino da Arábia Saudita, é um país muçulmano localizado no Oriente Médio, no continente asiático.

Ela faz fronteira com Catar, Emirados Árabes Unidos, Iêmen, Iraque, Jordânia, Kuwait e Omã.

Arábia Saudita

Tem 41 cidades, das quais as mais populosas - que ultrapassam o número de 1 milhão de habitantes - são:

  • Riade - 5.328.228 habitantes​
  • Jedá - 3.456.259 habitantes
  • Meca - 1.675.368 habitantes
  • Medina - 1.180.770 habitantes​
  • Al-Ahsa - 1.063.112 habitantes

A Arábia caracteriza-se por ser uma região desértica, banhada pelo Mar Vermelho, que pertence ao Oceano Índico.

Dados Gerais
Capital: Riade
Extensão territorial: 2.149.690 km²
População: 25,7 milhões de habitantes
Continente: Ásia
Clima: Desértico
Moeda: Rial
Sistema de Governo: Monarquia Absoluta
Idioma: Árabe
Religião: Islamismo
Adjetivo pátrio: saudita, árabe-saudita

Cultura

Além de não comerem carne de porco, os habitantes da Arábia não consomem bebidas alcoólicas; lá, o álcool é proibido.

A culinária se caracteriza pela utilização das especiarias, das frutas secas e do pão - que sempre acompanha as refeições e serve também como um substituto dos talheres.

A vestimenta também é uma característica muita própria dessa cultura. As mulheres usam túnicas longas e cobrem os cabelos, deixando apenas o rosto à mostra.

Importa referir que um dos principais meios de comunicação do nosso século não é usado livremente na Arábia Saudita. Nesse país, o acesso à Internet é censurado, tal como acontece em cerca de uma dezena de países que tem governos autoritários.

Como mais de 90% da população saudita é muçulmana, ou seja, é seguidora do Islamismo, os costumes desse povo está intimamente ligado com essa religião.

Quer saber mais? Leia:

Religião

Os muçulmanos, que do árabe aslama significa “submetido a Deus”, seguem os ensinamentos do profeta Maomé - fundador do Islamismo. Eles se orientam através do livro sagrado conhecido como Alcorão, ou Corão.

O Islamismo é uma religião monoteísta, cuja lei é baseada em “Cinco Pilares”: oração, caridade, fé, jejum e peregrinação.

O Islamismo considera que são sagradas as cidades Medina e Meca, localizadas na Arábia.

Em Meca nasceu o profeta Maomé. Anualmente milhões de muçulmanos viajam para essa cidade numa peregrinação chamada Hajj ou Hadj que feita é à Mesquita Al-Masjid al-Haram. É tradição que todo muçulmano faça, pelo menos uma vez, essa peregrinação.

Um dos costumes dos muçulmanos é rezar 5 vezes ao dia direcionados para a mesquita localizada em Meca.

Por sua vez, na Mesquita Al-Masjid an-Nabawi, em Medina, o profeta está enterrado.

A religião, ou melhor, a intolerância religiosa tem sido a principal causa de conflitos no Oriente Médio. Nessa região do oriente surgiu o grupo terrorista Al Qaeda.

Economia

O petróleo é, sem dúvida, o propulsor da economia na Arábia Saudita. Os países do Oriente Médio produzem mais de 30% do petróleo mundial, a Arábia lidera o ranking sendo responsável pela maior cota de produção.

A Arábia Saudita é país membro da OPEP (Organização dos Países Exportadores de Petróleo) desde a sua fundação em 1960.

É, também membro do G20, que reúne as 20 nações de maior influência na economia mundial.

Bandeira

Arábia Saudita

As cores da bandeira da Arábia Saudita são verde e branco. O verde representa o Islão.

Os elementos que a compõe são uma espada e a Shahadad, ambos na cor branca. A Shahadad é o primeiro dos cinco pilares do Islamismo e tem o sentido de fé islâmica. Fé que consiste no seguinte ensinamento: “Não há outra divindade digna de adoração exceto Alá, e Maomé é seu profeta”.

Leia também: