Bacteriófagos


Bacteriófagos são vírus que infectam especificamente as bactérias. Também chamados fagos, esses vírus se aderem à bactéria, perfuram sua parece celular e injetam na hospedeira o seu conteúdo genético. Dentro da bactéria, o vírus se aproveita da célula hospedeira para se reproduzir.

Características do Vírus

BacteriófagosEsquema da estrutura do bacteriófago.

Como qualquer vírus, o bacteriófago possui uma estrutura simples: há uma cabeça e uma cauda. A cabeça ou capsídio é constituída de material proteico e no seu interior está o conteúdo genético do fago, a molécula de ácido nucleico, que no caso dos fagos é o DNA.

Leia também sobre proteínas e ácidos nucleicos.

Ciclo Lítico e Lisogênico

Existem duas estratégias que o bacteriófago utiliza para se reproduzir dentro da bactéria hospedeira. São o ciclo lítico e o ciclo lisogênico.

Ciclo Lítico

No ciclo lítico, a bactéria é lisada ou rompida. Logo depois da bactéria ter sido infectada pelo vírus, ele introduz nela o seu material genético, em seguida formam-se dezenas de fagos que rompem a parede bacteriana. Esses novos fagos são capazes de infectar imediatamente outras bactérias, reiniciando o ciclo.

BacteriófagosRepresentação de fagos infectando bactérias.

Ciclo Lisogênico

No ciclo lisogênico, o material genético do bacteriófago é incorporado ao material genético da bactéria hospedeira, sendo chamado de provírus ou profago.

A bactéria infectada continua a crescer e se reproduzir normalmente e o profago replica-se junto. Com isso, toda as bactérias que foram originadas da célula-mãe infectada ajudam na proliferação do profago.

A qualquer momento em que seja necessário, o profago pode se separar do cromossomo bacteriano e destruir a célula hospedeira, que por isso é chamada lisogênica.