Retrovírus

Lana Magalhães

O retrovírus é um tipo de vírus que contém como material genético o RNA associado à enzima transcriptase reversa.

Os vírus possuem apenas um único tipo de material genético, RNA ou DNA. Quando possuem RNA são chamados de retrovírus e os que possuem DNA são adenovírus.

O retrovírus foi o primeiro grupo de vírus descoberto, em 1904. O vírus T-linfotrópico humano (HTLV), que atinge os linfócitos T, foi o primeiro retrovírus humano isolado, em 1980. Ele pertence à mesma família do vírus HIV.

O exemplo mais conhecido de retrovírus é o vírus HIV, o causador da AIDS.

Transcriptase Reversa

O que caracteriza um retrovírus é a presença da enzima transcriptase reversa. Essa enzima é capaz de transformar a cadeia simples de RNA em uma fita dupla de DNA. Essa é uma característica única do retrovírus, pois, geralmente a transformação ocorre de DNA para RNA (Transcrição).

O DNA retroviral produzido se associa ao DNA cromossômico da célula hospedeira.

Com a formação do DNA, a fita de RNA é degradada. Entretanto, o DNA produzido pela transcriptase reversa também irá sintetizar o novo RNA que constituirá o genoma dos novos vírus formados na célula infectada.

Saiba mais, leia sobre o DNA e RNA.

Doenças causadas por retrovírus

Os retrovírus estão associados com algumas doenças em humanos. As principais são a AIDS e alguns tipos de câncer.

AIDS: O vírus HIV ataca os linfócitos T do sangue, as células de defesa do organismo. Como resultado, a AIDS compreende um conjunto de sintomas e infecções resultantes do dano do sistema imunológico.

Câncer: Alguns retrovírus possuem genes oncogenes, eles induzem as células hospedeiras à multiplicação sem controle, originando tumores.

Leia mais sobre esse assunto:

Vírus
Doenças Causadas por Vírus

Lana Magalhães
Lana Magalhães
Licenciada em Ciências Biológicas (2010) e Mestre em Biotecnologia e Recursos Naturais pela Universidade do Estado do Amazonas/UEA (2015). Doutoranda em Biodiversidade e Biotecnologia pela UEA.