Como fazer um trabalho escolar

Márcia Fernandes

Para fazer um trabalho escolar a primeira coisa que você precisa é garantir que sabe estruturá-lo, ou seja, saber quais são as suas partes e o que cada uma delas precisa conter.

Um bom trabalho escolar tem 6 partes essenciais:

  • Capa;
  • Sumário;
  • Introdução;
  • Desenvolvimento;
  • Conclusão;
  • Bibliografia.

1. Capa: identificação

A capa é a identificação do trabalho. Ela deve conter:

  • nome do aluno ou dos alunos, se for um trabalho de grupo
  • nome da escola
  • título do trabalho
  • nome do professor e disciplina
  • data

2. Sumário: estrutura

O sumário mostra como o trabalho foi estruturado, indicando as páginas de cada uma das suas partes.

Lembrando que o número da página não deve ser impresso na folha do sumário. A impressão das páginas deve ser feita apenas a partir da introdução.

Apesar de algumas pessoas usarem o índice para fazer isso e confundir ambos, o índice é, na verdade, a lista de temas abordados no trabalho. Esses temas são listados em ordem alfabética e são acompanhados com o número da página onde o tema se encontra.

Por isso, num trabalho escolar, o que usamos para localizar uma parte específica do trabalho é o sumário.

3. Introdução: definição dos objetivos

A introdução é um texto curto que deve indicar qual o assunto abordado no trabalho, bem como explicar o seu objetivo.

Apesar de ser uma das partes iniciais do trabalho, a introdução deve ser escrita depois da sua finalização, porque só assim você garantirá que não esqueceu de inserir nada do que contemplou no seu desenvolvimento.

Deixar para escrever a introdução no final também evita o erro de mencionar algo sobre o qual você decidiu não escrever depois.

4. Desenvolvimento: o trabalho em si

O desenvolvimento contém o trabalho em si. É nessa parte que você deve escrever o que aprendeu com as pesquisas que realizou para atender à proposta de trabalho solicitada pelo professor.

Antes de começar, pense bem no tema, faça pesquisas, leia e planeje a estrutura do seu trabalho. Só depois de montar a estrutura, comece a escrever.

Não faça cópias de livros ou outras fontes consultadas. Com base nas pesquisas que realizou escreva o seu próprio texto. Esteja atento para a redação de um texto coeso, coerente e sem erros de português.

5. Conclusão: resultado final

A conclusão finaliza o trabalho, devendo destacar as suas ideias principais. Ela deve indicar quais as considerações tiradas como resultado da pesquisa que foi realizada.

Breve como o texto da introdução, nessa parte, o objetivo do trabalho deve ser retomado, indicando se o mesmo foi alcançado, o que foi aprendido, se o tema é abrangente e que outras pesquisas poderiam ser feitas.

6. Bibliografia: fontes pesquisadas

A bibliografia contém a lista do material consultado para a elaboração do trabalho - livros, jornais, revistas, sites.

Como fazer a bibliografia?

Para fazer a bibliografia, você deve indicar os elementos necessários para a sua identificação da seguinte forma:

Último sobrenome do autor em letras maiúsculas, nome e outros sobrenomes. Título em negrito, grifo ou itálico. Edição (se houver). Cidade da publicação: Editora, data.

Exemplo: BOSI, Alfredo. História Concisa da Literatura Brasileira. 38. ed. São Paulo: Cultrix, 1994.

Lembrando que depois de identificar as fontes consultadas, as mesmas devem ser inseridas na bibliografia em ordem alfabética.

Para saber mais sobre cada elemento da bibliografia, leia Bibliografia: o que é e como fazer?

Márcia Fernandes
Márcia Fernandes
Professora, pesquisadora, produtora e gestora de conteúdos on-line. Licenciada em Letras pela Universidade Católica de Santos.