Crescente Fértil


O Crescente Fértil é denominado o “Berço da Civilização”, posto que vários povos da antiguidade (cerca de 10.000 a.C.) se desenvolveram nessa região, daí sua grande importância na história da humanidade.

Localização

Crescente FértilMapa da região do Crescente Fértil

Corresponde a uma região do Oriente Médio, com aproximadamente 500 mil km2 de extensão. Está localizada entre a Jordânia, Líbano, Síria, Egito, Israel, Palestina, Irã, Iraque e parte da Turquia.

Abriga grandes rios tal qual o Nilo, Tigre, Eufrates e Jordão. Todos eles tornaram a agricultura o principal meio de subsistência das primeiras grandes civilizações da antiguidade oriental.

História: Resumo

Além da agricultura, atividade que fixou a raça humana em detrimento do nomadismo, o Crescente Fértil destacou-se pelo desenvolvimento social, político, econômico e cultural das civilizações.

Isso desde o surgimento de cidades, do comércio, do alfabeto (escrita) e de diversas ferramentas criadas pelo homem.

Foi nesse contexto que as civilizações antigas se “sedentarizaram”, ou seja, passaram a fixar-se nos locais e a produzir seus próprios alimentos.

Essa “sedentarização” foi o fulcro necessário para o crescimento das cidades e, sobretudo, para o desenvolvimento das antigas civilizações. Destacam-se o desenvolvimento científico, o progresso tecnológico e outros modos de subsistência.

Muitos métodos de agricultura foram utilizados, como os sistemas de irrigação e drenagem de pântanos, que foram se ampliando e propiciando o maior desenvolvimento das civilizações.

Muitos historiadores indicam a região do Crescente Fértil como a precursora da formação das grandes civilizações, denominadas Impérios.

Atualmente, o Crescente Fértil vem sofrendo com diversos impactos ambientais. Muitas das regiões, que antes eram consideradas férteis, hoje foram tomadas pela desertificação, tornando-se assim, áreas improdutivas e inférteis.

Significado

O “Crescente Fértil” ou “Meia Lua Fértil” recebe esse nome uma vez que a região, se olhada no mapa, possui a forma de uma lua em estágio crescente. Ou seja, um semicírculo que, por extensão, recebeu a adjetivação “fértil”.

As cheias dos rios que o circundam, produziam vales com solos férteis (adubo natural rico em nutrientes) favoráveis para a prática da agricultura.

O termo “Crescente Fértil” foi utilizado pela primeira vez pelo arqueólogo e historiador estadunidense James Henry Breasted (1865-1935).

Foi citado em sua obra “Antigos Registros do Egito” (em inglês: “Ancient Records of Egypt”), publicada em 1906. A ideia do autor era designar as áreas da Mesopotâmia e do Egito.

Civilizações

Muitas civilizações se desenvolveram na região denominada de Crescente Fértil, por exemplo, os sumérios, persas, assírios, acádios, egípcios, hebreus, fenícios, mesopotâmicos, dentre outras.

Dessas duas grandes civilizações se destacam: a civilização egípcia, surgida às margens do rio Nilo, e a civilização mesopotâmica, desenvolvida às margens dos rios Tigres e Eufrates.

Leia também: