Questões sobre Mesopotâmia

Juliana Bezerra

Teste seus conhecimentos com 15 exercícios comentados sobre as antigas civilizações da Mesopotâmia em diferentes níveis: fácil, médio e difícil.

Questões nível fácil

Questão 1

A região denominada Mesopotâmia ficava entre os rios

a) Nilo e Ganges
b) Tigre e Eufrates
c) Nilo e Tigre
d) Ganges e Eufrates
e) Ganges e Tigre

Alternativa correta: b) Tigre e Eufrates

O rio Nilo fica na África e o rio Ganges, na Índia.

Veja também: Rio Tigre

Questão 2

Alguns povos que fizeram parte da civilização Mesopotâmica são

a) sumérios e acádios
b) gregos e romanos
c) gregos e egípcios
d) sumérios e romanos
e) egípcios e acádios

Alternativa correta: a) sumérios e acádios

Sumérios e acádios habitaram a região do Crescente Fértil. Os sumérios nas terras que correspondem parte dos atuais Iraque e Kwait, enquanto os acádios no território que hoje é o Iraque. Ambos os povos foram unificados pelo rei Sargão I.

Veja também: Acádios

Questão 3

O nome da região que deu origem a várias civilizações da Antiguidade e possuía uma terra fecunda era

a) Jardins da Babilônia
b) Foz do rio Nilo
c) Acádia Babilônica
d) Torre de Babel
e) Crescente Fértil

Alternativa correta: e) Crescente Fértil

A região chamava-se crescente fértil porque o território banhado pelas cheias dos rios lembrava o formato de uma lua crescente.

Veja também: Crescente Fértil

Questão 4

Quais das cidades abaixo fizeram parte do desenvolvimento da Mesopotâmia?

a) Cairo, Roma e Atenas
b) Atenas, Babel e Uruk
c) Roma, Cairo e Babel
d) Acádia, Babilônia e Babel
e) nenhuma das anteriores

Alternativa correta: d) Acádia, Babilônia e Babel

A cidade do Cairo fica no Egito; Roma, na Itália e Atenas, na Grécia.

Questão 5

Hamurabi, o mais importante rei da Babilônia, organizou o chamado Código de Hamurabi, que era

a) um código de leis escritas
b) uma reunião de conselhos para o povo
c) um livro sagrado
d) uma assembleia
e) nenhuma das anteriores

Alternativa correta: a) um código de leis escritas

O Código de Hamurabi reunia as leis que regulavam a sociedade babilônica e foram colocadas na pedra para que não pudessem ser modificadas.

Veja também: Código de Hamurabi

Questão 6

A mais antiga língua escrita, chamada de escrita cuneiforme, foi desenvolvida cerca de 3000 a.C. pelos

a) Fenícios
b) Sumérios
c) Acádios
d) Babilônios
e) Amonitas

Alternativa correta: b) Sumérios

Os sumérios tiveram necessidade de anotar suas transições comerciais que realizavam com diversos povos. Daí surge o desenvolvimento de sinais e códigos que pudessem registrar toda a movimentação de mercadorias.

Veja também: História da Escrita

Questões de nível médio

Questão 7

(UFU/MG) Os fenícios, na Antiguidade, foram conhecidos, sobretudo, por suas atividades ligadas:

a) À propagação do monoteísmo.
b) Ao comércio marítimo.
c) Ao expansionismo militarista.
d) À criatividade científica.
e) À agricultura intensiva.

Alternativa correta: b) Ao comércio marítimo.

Os fenícios dedicavam-se, fundamentalmente, ao comércio de seus produtos e ao transporte de mercadoria de outros povos.

Veja também: Fenícios

Questão 8

(PUC/SP) Na História Antiga, os sumérios são necessariamente associados quando se estuda(m):

a) A evolução econômica da civilização fenícia.
b) A base cultural das civilizações mesopotâmicas.
c) O caráter medicinal das religiões africanas.
d) A tendência beligerante dos povos árabes.
e) As raízes culturais das civilizações do Extremo Oriente.

Alternativa correta: b) A base cultural das civilizações mesopotâmicas.

Os sumérios foram responsáveis por dividir a hora em 60 minutos e um minuto em 60 segundos. Também estabeleceram a semana de sete dias e escolheram doze constelações importantes que chegaram até nós como os signos do zodíaco.

Veja também: Sumérios

Questão 9

(Unesp-2003) Na região onde atualmente se encontra o Líbano, instalou-se, no III milênio a. C., um povo semita, que passou a ocupar a estreita faixa de terra, com cerca de 200 quilômetros de comprimento, apertada entre o mar e as montanhas. Várias razões os levaram ao comércio marítimo, merecendo destaque sua proximidade geográfica com o Egito; a costa, que oferecia lugares para bons portos; e os cedros, principal riqueza, usados na construção de navios.

O contido nesse parágrafo refere-se ao povo:

a) fenício.
b) hebreu.
c) sumério.
d) hitita.
e) assírio.

Alternativa correta: a) fenício.

Neste trecho há vários indícios que nos permitem identificar os fenícios: viviam na região onde atualmente é o Líbano, dedicavam-se principalmente ao comércio e eram grandes navegadores.

Questão 10

(UFRN) As sociedades que, na Antiguidade, habitavam os vales dos rios Nilo, Tigre e Eufrates tinham em comum o fato de:

a) Terem desenvolvido um intenso comércio marítimo, que favoreceu a constituição de grandes civilizações hidráulicas.
b) Serem povos orientais que formaram diversas cidades-estado, as quais organizavam e controlavam a produção de cereais.
c) Haverem possibilitado a formação do Estado a partir da produção de excedentes, da necessidade de controle hidráulico e da diferenciação social.
d) Possuírem, baseados na prestação de serviço dos camponeses, imensos exércitos que viabilizaram a formação de grandes impérios milenares.

Alternativa correta: c) Haverem possibilitado a formação do Estado a partir da produção de excedentes, da necessidade de controle hidráulico e da diferenciação social.

Estas sociedades que habitavam o território banhado por estes rios tiveram que se organizar em torno de um líder e suas elites, para aproveitar melhor o regime de cheias.

Igualmente, criaram mecanismos de diferenciação social a partir do tamanho das casas, da qualidade das roupas e da quantidade de bens materiais que possuíam.

Veja também: Povos da Mesopotâmia

Questões nível difícil

Questão 12

(Unesp-2013) [Na Mesopotâmia,] todos os bens produzidos pelos próprios palácios e templos não eram suficientes para seu sustento. Assim, outros rendimentos eram buscados na exploração da população das aldeias e das cidades. As formas de exploração eram principalmente duas: os impostos e os trabalhos forçados.

(Marcelo Rede. A Mesopotâmia, 2002.)

Entre os trabalhos forçados a que o texto se refere, podemos mencionar a

a) internação de doentes e loucos em áreas rurais, onde deviam cuidar das plantações de algodão, cevada e sésamo.
b) utilização de prisioneiros de guerra como artesãos ou pastores de grandes rebanhos de gado bovino e caprino.
c) escravidão definitiva dos filhos mais velhos das famílias de camponeses, o que caracterizava o sistema econômico mesopotâmico como escravista.
d) servidão por dívidas, que provocava a submissão total, pelo resto da vida, dos devedores aos credores.
e) obrigação de prestar serviços, devida por toda a população livre, nas obras realizadas pelo rei, como templos ou muralhas.

Alternativa correta: e) obrigação de prestar serviços, devida por toda a população livre, nas obras realizadas pelo rei, como templos ou muralhas.

Em várias civilizações mesopotâmicas, mesmo a população livre, devia trabalhar por um período na construção ou na reparação de palácios, muralhas e templos. Desta maneira, o soberano reforçava seu poder e tinha mão de obra gratuita disponível.

Veja também: Civilização Mesopotâmica

Questão 13

(UECE-2015) O rei Sargão foi um conquistador cuja memória permaneceu nas lendas e narrativas dos povos mesopotâmicos. Dizia-se que ele havia sido abandonado pela mãe nas águas do Rio Eufrates em um cesto de juncos, e foi salvo pela deusa Ishtar e assim tornou-se o iniciador de um grande império. Sobre o rei Sargão é correto afirmar que

a) destruiu a cidade de Ebla em 2300 a.C.
b) inventou um tipo de escrita muito sofisticada.
c) foi derrotado por Gilgamesh rei de Uruk.
d) fez de Acádia a capital do seu império.

Alternativa correta: d) fez de Acádia a capital do seu império.

O rei Sargão (também chamado de O Grande) fez de Acad a capital dos acádios (daí a origem do nome deste povo) e incorporou os sumérios ao seu domínio.

Questão 14

(Fuvest) A partir do III milênio a. C. desenvolveram-se, nos vales dos grandes rios do Oriente Próximo, como o Nilo, o Tigre e o Eufrates, estados teocráticos, fortemente organizados e centralizados e com extensa burocracia. Uma explicação para seu surgimento é

a) a revolta dos camponeses e a insurreição dos artesãos nas cidades, que só puderam ser contidas pela imposição dos governos autoritários.
b) a necessidade de coordenar o trabalho de grandes contingentes humanos, para realizar obras de irrigação.
c) a influência das grandes civilizações do Extremo Oriente, que chegou ao Oriente Próximo através das caravanas de seda.
d) a expansão das religiões monoteístas, que fundamentavam o caráter divino da realeza e o poder absoluto do monarca.
e) a introdução de instrumentos de ferro e a consequente revolução tecnológica, que transformou a agricultura dos vales e levou à centralização do poder.

Alternativa correta: b) a necessidade de coordenar o trabalho de grandes contingentes humanos, para realizar obras de irrigação.

As civilizações mesopotâmicas tiveram que aprender a controlar as cheias dos rios se quisessem prosperar. Sem a tecnologia que dispomos hoje, isso somente foi possível naquela época empregando um grande número de trabalhadores.

Como os seres humanos trabalham melhor quando estão motivados, a associação entre governante e divindade foi usada, justamente, para estimular que as pessoas prestassem este serviço de maneira gratuita.

Veja também: Teocracia

Questão 15

(UFCSPA/RS) A Mesopotâmia atual situa-se no Oriente Médio entre os rios Tigre e Eufrates, que ficam no atual Iraque, na região conhecida como Crescente Fértil. Seu nome vem do grego (meso=meio e potamos=água) e significa “terra entre rios”. A fertilidade dessa região, localizada em meio a montanhas e desertos, deve-se à presença dos rios.

Sobre a civilização mesopotâmia, na Antiguidade Oriental, analisar os itens abaixo:

I. A estrutura social baseava-se na existência de uma pequena elite, controladora de uma vasta população que estava submetida ao trabalho compulsório, característica de um governo despótico, de fundamento teocrático, que domina todos os grupos sociais.
II. O Estado era responsável pelas obras hidráulicas necessárias para a sobrevivência da população, bem como pela cobrança de impostos e pela administração de estoques de alimentos.
III. Na religião mesopotâmia, o governante era representado e compreendido por seus súditos mais como uma divindade viva do que como um representante dos deuses.
IV. Em termos políticos, a Mesopotâmia caracterizou-se por ter, na instituição monárquica, personificada no governante, o seu principal fator de unidade.

Está(ão) CORRETO(S):

a) Somente o item I.
b) Somente os itens I e II.
c) Somente os itens I, III e IV.
d) Somente os itens II e IV.
e) Todos os itens.

Alternativa correta: b) Somente os itens I e II.

Os reis das civilizações mesopotâmicas e suas elites lideraram uma grande quantidade de pessoas com o fim de controlar as cheias dos rios. Também precisavam do exército para defender suas cidades e atacar territórios que desejavam conquistar.

Tudo isso era baseado na religião que fazia as pessoas acreditarem que o soberano era um elo entre os deuses e a população. Por isso, o rei exigia trabalho da população, mas em troca, garantia-lhe os meios de sobrevivência.

Temos mais textos sobre o assunto para você:

Juliana Bezerra
Juliana Bezerra
Bacharelada e Licenciada em História, pela PUC-RJ. Especialista em Relações Internacionais, pelo Unilasalle-RJ. Mestre em História da América Latina e União Europeia pela Universidade de Alcalá, Espanha.