Cultura da Região Sul: festas, danças e muito mais

Daniela Diana

A cultura da Região Sul do Brasil, formada por Paraná, Rio Grande do Sul e Santa Catarina, é caracterizada pela influência de imigrantes que chegaram principalmente durante o século XIX, onde deixaram inegável destaque na formação do povo brasileiro.

De acordo com dados de 1998, do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), a Região Sul do Brasil totaliza uma população de 24.546.983 habitantes.

Imigrantes europeus na Região Sul

Na cultura do sul é possível perceber uma grande influência europeia em todas as formas de manifestações culturais. Isso se deve ao histórico da ocupação imigrantes nessa região do país.

Imigrantes portugueses

arquitetura açoriana
Arquitetura açoriana em Florianópolis

Em 1808, D. João chegou ao Brasil e se preocupou em povoar o sul do país não só para desenvolver a economia da região, mas também para garantir a posse do território para Portugal.

Logo chegaram os imigrantes portugueses, vindos principalmente do Arquipélago dos Açores, e se fixaram no litoral do Rio Grande do Sul e em Santa Catarina, onde se dedicaram à pesca e à agricultura de subsistência.

Imigrantes alemães

Blumenau
Influência alemã na arquitetura de Blumenau

Os alemães merecem uma referência especial, não apenas porque tiveram um contingente numeroso, mas também porque deram importante contribuição à expansão da ocupação econômica.

Além disso, criaram uma nova paisagem graças à disseminação das pequenas propriedades agrícolas, à construção de chalés típicos, e à introdução de atividades artesanais, embrião de importantes indústrias.

As cidades que receberam maior número de imigrantes alemães foram, São Leopoldo e Novo Hamburgo, no Rio Grande do Sul; Blumenau, Joinville, Brusque e São Bento do Sul, em Santa Catarina; Londrina, Rio Negro e Cruzeiro do Oeste, no Paraná, entre outras.

Blumenau e Joinville são cidades fortemente marcadas pela arquitetura germânica das casas. A cidade de Pomerode, em Santa Catarina, é a cidade mais alemã do Brasil.

Imigrantes italianos

vale dos vinhedos
O Vale dos Vinhedos, na Serra gaúcha, é único local do país a produzir vinhos com selo de indicação e selo de denominação de origem

Os italianos ocuparam posição de inegável destaque na formação da cultura da Região Sul. Chegaram a partir de 1870 e se fixaram inicialmente nas zonas rurais.

No Rio Grande do Sul, se dedicaram principalmente à cultura e industrialização da uva. Muitos de seus núcleos iniciais se transformaram em cidades importantes como Caxias do Sul, Bento Gonçalves e Garibaldi.

Em Santa Catarina, se dedicaram a uma agricultura variada. Fundaram importantes cidades como Nova Trento, Urussanga e Nova Veneza.

Nas regiões em que são mais numerosos, introduziram hábitos e costumes de seu país de origem, com destaque para o consumo de massas na alimentação.

A vinicultura é mais um dos principais aspectos culturais da Região Sul que reflete a influência da imigração italiana.

A Serra Gaúcha tem grande importância no cenário nacional por conta da produção de vinho. A cidade de Caxias do Sul, por exemplo, se destaca como principal centro de produção de vinho do país.

Outros imigrantes na Região Sul

A cultura da Região Sul recebeu influência ainda de poloneses e ucranianos, que se fixaram no Paraná.

Lá, deixaram marcas na paisagem, graças a suas casas de madeira.

Festas da Região Sul

O impacto da imigração italiana se reflete também da diversidade das festas populares da região.

Conheça as principais festas da Região Sul do Brasil.

Oktoberfest

oktoberfest
Oktoberfest em Santa Cruz do Sul

A Oktoberfest é uma festa de tradições germânicas, originalmente celebrada em Munique, que acontece no mês de outubro em algumas cidades do sul. Entre elas estão Blumenau (SC), Santa Cruz do Sul (RS) e Santa Rosa (RS).

Considerada a maior festa alemã das Américas, a Oktoberfest apresenta um festival de cerveja, com shows, desfiles, danças típicas e gastronomia variada.

Festa de Nossa Senhora dos Navegantes

festa de Nossa Senhora dos Navegantes
Procissão de Nossa Senhora dos Navegantes

A festa de Nossa Senhora dos Navegantes, realizada no Rio Grande do Sul, é uma tradição trazida pelos portugueses. Trata-se de uma procissão na qual a imagem de Nossa Senhora dos Navegantes é levada para o Santuário.

Originalmente a procissão era fluvial, mas após impedimento por parte da Capitania dos Portos, passou a ser por terrestre.

Festa da Uva

festa da uva
Desfile na Festa da Uva

A tradicional Festa da Uva, ocorre em fevereiro e retrata a colonização italiana através de desfiles, espetáculos regionais e exposição de uvas e vinhos.

Danças da Região Sul

Conheça as principais danças do Sul do Brasil.

Dança das fitas

dança das fitas
Dança das fitas

Também chamada de pau-de-fitas, a dança das fitas consiste em uma espécie de mastro de cerca de 3 metros onde são atreladas diversas fitas coloridas seguradas pelos dançarinos que giram em torno do mastro para formar desenhos com as fitas.

Chimarrita

Chimarrita
Chimarrita

A chimarrita é uma dança de origem portuguesa cuja música tem um ritmo bastante animado.

Os dançarinos formam casais que dançam sapateando e batendo palmas.

Chula

chula
Chula

A chula é uma dança derivada de uma dança portuguesa.

Consiste em uma dança masculina onde os participantes dançam em torno de um bastão de madeira executando saltos e sapateados.

Ficou interessado em saber mais sobre danças? Não perca os textos abaixo!

Músicas da Região Sul

Confira abaixo uma lista com os principais estilos e ritmos musicais do Sul do Brasil.

  • Fandango
  • Vanerão
  • Xote
  • Chamamé
  • Balaio
  • Tatu
  • Facão
  • Pau de fita
  • Música de bandas

Roupas da Região Sul

Saiba quais são os principais trajes típicos do Sul.

Bombachas

bombachas
Bombachas

As bombachas são calças largas, por vezes usadas por dentro de botas, que são abotoadas na altura do tornozelo.

Geralmente são feitas de tergal, linho, brim ou algodão.

Poncho

poncho
Poncho

O poncho é uma peça de roupa típica da América do Sul, muito utilizada no Sul do Brasil como proteção contra o frio.

Vestido de prenda

vestido de prenda
Vestido de prenda

O vestido de prenda é o traje gaúcho feminino típico.

Trata-se de um vestido geralmente sem decote ou com decote muito discreto, adornado com rendas, bordados, fitas e/ou babados, entre outros.

Artesanato da Região Sul

porongo
Arte com porongo

Assim como outros aspectos culturais do Sul do Brasil, o artesanato apresenta influência da imigração europeia na região.

Confira abaixo algumas das principais artes que representam as tradições da Região Sul.

  • Rendas
  • Cerâmica
  • Artesanato com porongo
  • Pêssankas
  • Esculturas em madeira
  • Artesanato com couro

Culinária da Região Sul

Conheça os principais pratos típicos do Sul do Brasil.

Churrasco

churrasco

O churrasco é uma especialidade do Rio Grande do Sul que teve origem na Região do Pampa.

O preparo do churrasco pode ser feito em uma churrasqueira ou no solo (tipo de preparo conhecido como fogo de chão.)

No Sul do Brasil, as carnes são assadas em espetos. Em outras regiões do Brasil, por vezes são assadas em cima de uma grelha.

Chimarrão

chimarrão
Chimarrão

O chimarrão é uma bebida típica do sul, preparada com erva-mate.

A erva é colocada em uma espécie de cuia e, em seguida, irrigada com água fervente. O resultado é uma espécie de chá, consumido sem açúcar.

Polenta

polenta

A polenta é um prato típico italiano que também se popularizou no Sul do Brasil. Consiste em uma iguaria feita com fubá, água e sal e seu preparo pode ser frito ou cozido.

Cuca

cuca bolo
Cuca

A cuca é um prato de origem alemã que consiste em uma espécie de bolo de tabuleiro feito com frutas, como banana e maçã, que tem uma cobertura ligeiramente crocante e é servido em pedaços.

Outros pratos típicos da Região Sul

  • Arroz carreteiro
  • Papo de anjo
  • Barreado
  • Pinhão cozido
  • Ambrosia

Leia também sobre a cultura de outras regiões brasileiras:

Quiz do folclore

Não pare por aqui! O Toda Matéria selecionou uma série de textos riquíssimos para ajudar você a ampliar os seus conhecimentos:

Daniela Diana
Daniela Diana
Licenciada em Letras pela Universidade Estadual Paulista (Unesp) em 2008 e Bacharelada em Produção Cultural pela Universidade Federal Fluminense (UFF) em 2014. Amante das letras, artes e culturas, desde 2012 trabalha com produção e gestão de conteúdos on-line.