Estreito de Bering


O Estreito de Bering é um canal marítimo localizado entre o continente asiático e o continente americano. Recebe esse nome em homenagem ao explorador dinamarquês Vitus Jonassen Bering (1681-1741), que atravessou o estreito em 1728.

Com cerca de 85 quilômetros de comprimento e uma profundidade entre 30 e 50 metros, o estreito de Bering separa o Cabo Dezhnez, na Rússia, e o Cabo Príncipe de Gales, no Alasca.

Estreito de Bering

De tal modo, ele divide os territórios dos Estados Unidos e da Rússia, ou seja, está localizado entre o oceano Ártico (ao norte) e o mar de Bering e o oceano Pacífico (ao sul).

No meio do estreito de Bering, encontra-se as ilhas Diomedes, pertencentes à Rússia e aos Estados Unidos. São duas ilhas que distam 4 quilômetros de distância, donde a ilha de Ratmanov (ou Diomedes Maior) pertence à Rússia, e a Diomedes Menor, aos Estados Unidos.

Na parte americana, uma comunidade de esquimó habita o local. Entre elas passa a Linha Internacional de Data (LID), uma linha imaginária situada no lado aposto ao meridiano de Greenwich.

Saiba também sobre as Características do Mar de Bering.

O que é Estreito?

Na geografia, um estreito é um canal de água no oceano que separa duas partes continentais. Além do estreito de Bering, muitos estreitos fazem parte do planeta, sendo que os mais importantes são: estreito de Gibraltar (entre Espanha e Marrocos), estreito Dardanelos e o estreito de Bósforo, ambos na Turquia.

Ponte do Estreito de Bering

Há um projeto, que ainda não foi desenvolvido, de construir uma ponte no estreito de Bering para unir os dois continentes (entre a América do Norte e a Ásia).

O nome do projeto foi batizado de “Ponte Intercontinental da Paz” e seria a mais longa do mundo (cerca de 80 quilômetros). Ela ligaria o Alasca com a Sibéria.

Embora o projeto seja muito caro, o que dificulta sua execução é sobretudo, a profundidade que possui o estreito. Além disso, o local apresenta fortes ventos e marés, além das extremas temperaturas, o que dificulta a navegação.

Teoria do Estreito de Bering

Muitos estudiosos afirmam que muitos povos da antiguidade atravessaram o estreito de Bering, e aos poucos foram povoando o continente americano. Essa é uma das teorias mais aceitas sobre o povoamento da América.

Saiba mais: