Estreito de Gibraltar


O Estreito de Gibraltar é um canal marítimo que separa dois continentes: África e Europa. Está localizado entre o sul da Espanha e do território britânico de Gibraltar e o norte de Marrocos e Ceuta.

Ele une o Mar Mediterrâneo (leste) ao Oceano Atlântico (oeste) e possui aproximadamente 15 quilômetros de distância e cerca de 300 a 1000 metros de profundidade.

O estreito de Gibraltar é resultado da separação das placas tectônicas: Euroasiática e a Africana.

Estreito de Gibraltar

Importância do Estreito

O Estreito de Gibraltar apresenta grande importância econômica, sendo uma das rotas marítimas e comerciais mais movimentadas do mundo atualmente. Por sua vez, é utilizado constantemente para entradas de pessoas ilegais no continente Europeu.

Desde os primórdios, sua localização estratégica tem beneficiado o encontro de diversos povos que o utilizavam para a navegação, comércio e transporte de mercadorias e de pessoas.

Já foi discutido um projeto de construção de um túnel ou ponte para ligar os dois continentes. Além de ser um projeto com altos custos, existe a dificuldade de engenharia que implicaria sua construção, visto ser uma zona com correntes marítimas muito fortes.

História do Estreito

Na história, o estreito de Gibraltar sempre teve um papel preponderante visto sua importância estratégica, ou seja, de passagem entre dois continentes.

Serviu de possibilidade para diversos povos da antiguidade atingirem a Península Ibérica. Um deles foram os muçulmanos quando invadiram e ocuparam a Europa.

Até os dias de hoje, ele possui um alto tráfego diário de navios, barcos, balsas, seja para o transporte de mercadorias ou de pessoas. Diversos naufrágios já ocorreram na região, posto que possui correntes marítimas muito fortes.

Hércules

Na mitologia grega, Hércules realizou um de seus trabalhos transpondo o estreito de Gibraltar. Por esse motivo, na Antiguidade foi chamado de “Os Pilares de Hércules”.

Saiba mais sobre: