Exercícios de complemento nominal

Márcia Fernandes
Escrito por Márcia Fernandes
Professora licenciada em Letras

Faça os exercícios e verifique seus conhecimentos sobre complemento nominal. Se ainda tiver dúvidas, as respostas comentadas no fim de cada exercício o ajudarão a entender melhor.

Questão 1

A oração que apresenta complemento nominal é:

a) Espero que tire proveito das aulas particulares.
b) As primas do interior chegam hoje.
c) As aulas foram proveitosas.
d) Gosto de lugares exóticos.
e) Confio em ti.

Alternativa certa: a) Espero que tire proveito das aulas particulares.
“das aulas particulares” é complemento nominal, porque completa o sentido do substantivo proveito, ou seja, ele é indispensável.

Quanto às alternativas restantes:

b) As primas do interior chegam hoje.
“do interior” é adjunto adnominal, porque tem a função de adjetivo. Ele não completa o sentido do substantivo primas, mas sim, o caracteriza, por isso, ele é dispensável.

c) As aulas foram proveitosas.
“proveitosas” é predicativo do sujeito, pois está atribuindo uma qualidade ao sujeito “as aulas” através do verbo de ligação foram.

d) Gosto de lugares exóticos.
“de lugares exóticos” é objeto indireto, que é um complemento verbal, porque completa o sentido de um verbo (e não de um nome, como o complemento nominal). Neste caso, o objeto indireto está completando o verbo gostar.

e) Confio em ti.
“em ti” é objeto indireto, que é um complemento verbal, porque completa o sentido de um verbo (e não de um nome, como o complemento nominal). Neste caso, o objeto indireto está completando o verbo confiar.

Questão 2

Identifique os complementos nominais presentes no texto abaixo:

Feliz com a novidade, telefonou para os amigos da escola. Queria dizer que iria morar perto da atriz. Estava preparando a mudança de casa.

Os complementos nominais são: com a novidade, da atriz, de casa. Todos eles completam o sentido de um nome (adjetivo, advérbio e substantivo, respectivamente) e são introduzidos por uma preposição:

“com a novidade” completa o sentido do adjetivo “feliz” (Feliz com a novidade).
“da atriz” completa o sentido do advérbio “perto” (morar perto da atriz).
“de casa” completa o sentido do substantivo “mudança” (mudança de casa).

O texto apresenta também objeto indireto e adjunto adnominal, os quais às vezes podem ser confundidos com complementos nominais.

“para os amigos” é objeto indireto, porque completa o sentido de um verbo (e não de um nome, como o complemento nominal). Neste caso, o objeto indireto está completando o verbo telefonar (Telefonou para quem?). Telefonar é um verbo transitivo indireto, pois precisa de um complemento com preposição.

“da escola” é adjunto adnominal, porque ele não completa, mas sim caracteriza o substantivo amigos, ou seja, ele tem a função de adjetivo, por isso, ele é dispensável. O complemento nominal, por sua vez, completa um nome e, por isso, é indispensável.

Questão 3

(UEPG - Universidade Estadual de Ponta Grossa)

A oração que apresenta complemento nominal é:

a) Os pobres necessitam de ajuda.
b) Sejamos úteis à sociedade.
c) Os homens aspiram à paz.
d) Os pedidos foram feitos por nós.
e) A leitura amplia nossos conhecimentos.

Alternativa certa: b) Sejamos úteis à sociedade.
“à sociedade” completa o sentido do substantivo úteis, por isso, ele é indispensável na oração. Sendo assim, é um complemento nominal.

Quanto às alternativas restantes:

a) Os pobres necessitam de ajuda.
“de ajuda” complementa o sentido do verbo necessitar (Os pobres necessitam de quê?). Necessitar é um verbo transitivo indireto, pois precisa de um complemento com preposição.

c) Os homens aspiram à paz.
“à paz” complementa o sentido do verbo aspirar, que nesta oração tem o sentido de desejo, vontade e é um verbo transitivo indireto, pois precisa de um complemento com preposição.

d) Os pedidos foram feitos por nós.
“por nós” é agente da passiva, ou seja, é o termo que indica quem fez os pedidos.

e) A leitura amplia nossos conhecimentos.
“nossos conhecimentos” complementa o sentido do verbo ampliar (O que a leitura amplia?). Ampliar é um verbo transitivo direto, pois precisa de um complemento sem preposição obrigatória.

Questão 4

A oração que apresenta complemento nominal é:

a) Duvido da sua intenção.
b) Os clientes da loja saíram satisfeito.
c) Pergunte a eles o motivo.
d) Fique longe de mim.
e) Deixou os filhos sozinhos.

Alternativa certa: d) Fique longe de mim.
“de mim” completa o sentido de um nome, que é o advérbio longe, por isso, ele é indispensável na oração. Sendo assim, é um complemento nominal.

Quanto às alternativas restantes:

a) Duvido da sua intenção.
“da sua intenção” complementa o sentido do verbo duvidar (Duvida de quê?). Duvidar é um verbo transitivo indireto, pois precisa de um complemento com preposição.

b) Os clientes da loja saíram satisfeito.
“da loja” é adjunto adnominal, porque ele não completa o substantivo clientes, mas sim o caracteriza, ou seja, ele tem a função de adjetivo, por isso, ele é dispensável. O complemento nominal, por sua vez, completa um nome e, por isso, é indispensável.

c) Pergunte a eles o motivo.
“a eles” e “o motivo” são complementos verbais, porque completam o sentido do verbo perguntar, que é um verbo transitivo direto e indireto, pois precisa de um complemento com preposição e outros sem preposição (Perguntou o que a quem?). “a ele” é objeto indireto, “o motivo” é objeto direto.

e) Deixou os filhos sozinhos.
“sozinhos” é predicativo do objeto, porque ele caracteriza o objeto direto (os filhos). O objeto direto completa o verbo deixar (Deixou o quê?).

Questão 5

Identifique a alternativa em que aparece um complemento nominal.

a) Foi transportado pelos colegas de turma.
b) Sua carreira deixou seus pais orgulhosos.
c) Seja persistente nas suas escolhas.
d) A seleção do Brasil joga hoje.
e) O público ficou radiante.

Alternativa certa: c) Seja persistente nas suas escolhas.
“nas suas escolhas” é complemento nominal, porque completa o sentido de um nome, que é o adjetivo persistente. Pelo fato de completar o adjetivo,ele é indispensável na oração, sendo assim, um complemento nominal.

Quanto às alternativas restantes:

a) Foi transportado pelos colegas de turma.
“pelos colegas” é agente da passiva, ou seja, é o termo que indica quem o transportou.

“de turma” é adjunto adnominal, porque ele não completa o substantivo colegas, mas sim o caracteriza, ou seja, ele tem a função de adjetivo, por isso, ele é dispensável. O complemento nominal, por sua vez, completa um nome e, por isso, é indispensável.

b) Sua carreira deixou seus pais orgulhosos.
“orgulhosos” é predicativo do objeto, porque ele caracteriza o objeto direto (seus pais). O objeto direto completa o verbo deixar (Deixou o quê?).

d) A seleção do Brasil joga hoje.
“do Brasil” é adjunto adnominal, porque ele não completa o substantivo seleção, mas sim o caracteriza, ou seja, ele tem a função de adjetivo, por isso, ele é dispensável. O complemento nominal, por sua vez, completa um nome e, por isso, é indispensável.

e) O público ficou radiante.
“radiante” é predicativo do sujeito, porque ele caracteriza o sujeito (público), o que neste caso é feito através do verbo de ligação (ficou).

Questão 6

(FIAM-FAAM Centro Universitário)

Identifique a alternativa em que aparece um complemento nominal.

a) Sanches esteve frio.
b) Tive medo de perdê-lo.
c) Exprimia-se brevemente.
d) O caso era outro.
e) Manobrava, então, para voltar, à carga.

Alternativa correta: b) Tive medo de perdê-lo.
“de perdê-lo” é complemento nominal, pois completa o sentido de um nome, que é o substantivo medo. Pelo fato de completar o substantivo, ele é indispensável na oração, sendo assim, um complemento nominal.

Quanto às alternativas restantes:

a) Sanches esteve frio.
“frio” é predicativo do sujeito, porque ele caracteriza o sujeito Sanches, o que neste caso é feito através do verbo de ligação esteve.

c) Exprimia-se brevemente.
“brevemente” é adjunto adverbial, porque ele modifica o sentido do verbo exprimir.

d) O caso era outro.
“outro” é predicativo do sujeito, porque ele caracteriza o sujeito caso, o que é feito através do verbo de ligação era.

e) Manobrava, então, para voltar, à carga.
“à carga” é objeto indireto, que é um complemento verbal, porque completa o sentido do verbo voltar.

Questão 7

(EEAR - Escola de Especialistas de Aeronáutica)

Leia:

Não serei o poeta de um mundo caduco
Também não cantarei o mundo futuro.
Estou preso à vida e olho meus companheiros.

Os termos destacados, no texto acima, exercem respectivamente a função de

a) adjunto adnominal e objeto indireto.
b) complemento nominal e objeto indireto.
c) complemento nominal e adjunto adnominal.
d) adjunto adnominal e complemento nominal.

Alternativa certa: d) adjunto adnominal e complemento nominal.

“de um mundo caduco” é adjunto adnominal, porque ele não completa, mas sim caracteriza o substantivo poeta, ou seja, ele tem a função de adjetivo, por isso, ele é dispensável. O complemento nominal, por sua vez, completa um nome e, por isso, é indispensável.

“à vida” é complemento nominal, porque completa o sentido de um nome, que é o adjetivo preso. Pelo fato de completar o adjetivo, ele é indispensável na oração, sendo assim, um complemento nominal.

Questão 8

Identifique os complementos nominais nas orações abaixo.

a) Ele tem medo de barata?
b) Aquele remédio fez mal ao fígado.
c) A finalização da tarefa depende dela.
d) Foi bem na redação.
e) É rico em saúde.

a) Ele tem medo de barata?
“de barata” é complemento nominal, porque completa o sentido de um nome, que é o substantivo medo (Tem medo do quê?). Pelo fato de completar o substantivo, ele é indispensável na oração, sendo assim, um complemento nominal.

b) Aquele remédio fez mal ao fígado.
“ao fígado” é complemento nominal, porque completa o sentido de um nome, que é o advérbio mal (Fez mal ao quê?). Pelo fato de completar o advérbio, ele é indispensável na oração, sendo assim, um complemento nominal.

c) A finalização da tarefa depende dela.
“da tarefa” é complemento nominal, porque completa o sentido de um nome, que é o substantivo finalização. (Finalização de quê?). Pelo fato de completar o substantivo, ele é indispensável na oração, sendo assim, um complemento nominal.

d) Foi bem na redação.
“na redação” é complemento nominal, porque completa o sentido de um nome, que é o advérbio bem (Foi bem em quê?). Pelo fato de completar o advérbio, ele é indispensável na oração, sendo assim, um complemento nominal.

e) É rico em saúde.
“em saúde” é complemento nominal, porque completa o sentido de um nome, que é o adjetivo rico (É rico em quê?). Pelo fato de completar o adjetivo, ele é indispensável na oração, sendo assim, um complemento nominal.

Questão 9

Os livros são importantes e acrescentam valor na aprendizagem.

Os termos destacados na oração acima são respectivamente:

a) predicativo do sujeito e complemento nominal.
b) complemento nominal e adjunto adnominal.
c) complemento nominal e predicativo do sujeito.
d) complemento nominal e objeto indireto.
e) predicativo do sujeito e objeto indireto

Alternativa certa: a) predicativo do sujeito e complemento nominal.

“importantes” é predicativo do sujeito, porque ele caracteriza o sujeito livros, o que é feito através do verbo de ligação são.

“na aprendizagem” é complemento nominal, porque completa o sentido de um nome, que é o substantivo valor (Os livros acrescentam valor em quê?). Pelo fato de completar o substantivo, ele é indispensável na oração, sendo assim, um complemento nominal.

Questão 10

A necessidade de afeto era constante.

Com relação à oração acima, indique as alternativas certas.

a) O sujeito “necessidade” é um substantivo que está sendo caracterizado pelo adjunto adnominal “de afeto”.
b) O complemento nominal é "constante".
c) “de afeto” e “constante" são complemento nominal e predicativo do sujeito, respectivamente.
d) “de afeto” é o complemento nominal do substantivo necessidade.
e) “constante” é predicativo do objeto.

Alternativas certas:

c) “de afeto” e “constante" são complemento nominal e predicativo do sujeito, respectivamente.
"de afeto" completa um nome, que é o substantivo necessidade. Pelo fato de completar o substantivo, ele é indispensável na oração, sendo assim, um complemento nominal. "constante", por sua vez, atribui uma qualidade ao sujeito necessidade.

d) “de afeto” é o complemento nominal do substantivo necessidade.
"de fato" completa o nome necessidade, que é um substantivo, pois quem tem necessidade, tem necessidade de algo (neste caso, necessidade de afeto).

Leia também Complemento nominal: o que é, exemplos e exercícios

Atualizado em
Márcia Fernandes
Escrito por Márcia Fernandes
Professora, pesquisadora, produtora e gestora de conteúdos on-line. Licenciada em Letras pela Universidade Católica de Santos.