Gênero Textual E-mail


O E-mail ou Mensagem Eletrônica é um gênero textual epistolar do meio eletrônico muito explorado na atualidade.

Do inglês, o termo “e-mail” corresponde a abreviação de “eletronic mail”.

Características do e-mail

O e-mail substitui, em partes, as antigas cartas, enviadas pela agência de correios. Ainda que tenha se proliferado de uma maneira muito marcante, as cartas ainda fazem parte do mundo atual.

No entanto, torna-se indiscutível a importância do e-mail como suporte e veículo de comunicação moderno.

Para que os e-mails sejam enviados, as pessoas o criam numa página específica chamada de "provedor". Ou seja, as empresas destinadas a esses serviços, por exemplo, o yahoo, hotmail, globomail, gmail, msn, dentre outras.

Para acessar a página de e-mail, é necessário que a pessoa crie uma senha (“​password” em inglês) que será identificada sempre que quiser entrar na página e verificar sua caixa de e-mail. Esse sistema de segurança impede a invasão de privacidade.

Gênero Textual E-mail
Exemplo de Caixa de E-mail

A estrutura do endereço de e-mail é definida por nome@provedor.com.br onde o termo “com” indica a palavra comercial e o “br” refere-se à sigla do país, no caso o Brasil. O símbolo @ (arroba) é essencial para que um endereço de e-mail seja identificado pelo sistema computacional.

Comumente, acima do espaço destinado à mensagem aparece o destinatário “Para” (“to” em inglês), que pode ser para uma ou para várias pessoas.

Já na linha abaixo, surge o assunto (“​subject” em inglês) do e-mail. Para que ele seja enviado há uma caixa abaixo com a palavra “enviar” (ou “send” se estiver em inglês).

Além disso, existem dois campos de preenchimento opcionais abaixo do “Para”. Eles são observados pelas siglas “Cc” (com cópia) e Cco (com cópia oculta). No primeiro caso, pode ser inserido outro (s) endereço (s) de e-mail (s) onde as pessoas que o recebem conseguem visualizar para quem ele foi enviado.

Por sua vez, o campo “Cco” indica que a mensagem será enviada com cópia para outros e-mails. No entanto, as pessoas que o recebem não conseguem visualizar os outros receptores (remetentes).

De maneira automática, a data e hora são enviadas com a mensagem. Assim, o usuário não precisa preencher esses campos ou mesmo indicar acima, como ocorre nas cartas.

Tudo fica gravado no sistema e ainda separados por pastas, por exemplo, os e-mails recebidos (entrada), enviados, importantes, rascunhos e lixeira. O próprio utilizador pode criar pastas e organizar as informações da maneira que preferir.

Com o endereço de e-mail, você pode enviar uma mensagem e ainda arquivos em anexo (fotos, documentos, imagens, vídeos, etc.) em tempo real, sem custo e de maneira eficaz.

Embora seja bastante usado no âmbito pessoal, os e-mails são utilizados largamente por empresas, instituições, associações, entre outros.

Dependendo da proximidade entre o emissor (remetente) e o receptor (destinatário), a linguagem utilizada pode ser formal ou informal.

Tal qual as cartas, o e-mail pode ter no final do corpo da mensagem um pós-escrito (sigla P.S.) que indica informações ou observações que o emissor gostaria de acrescentar. Geralmente, os e-mails são textos curtos e objetivos e além de seguir uma estrutura parecida com a carta, podem ser comparados com os bilhetes.

Estrutura do e-mail e exemplos

A estrutura de produção dos e-mails assemelha-se a das cartas, a saber:

Assunto

Representa o tema do e-mail preenchido na caixa de diálogo que aparece acima do corpo da mensagem.

Ele é chamado de assunto ("subject" em inglês), por exemplo:

Nota da Prova, Currículo Lattes, Vaga de Emprego, etc.

Vocativo

Já no corpo da mensagem, coloca-se o nome do receptor, ou seja, para quem a mensagem está sendo destinada, por exemplo:

“Caro Senhor Rodrigues”, numa linguagem mais formal; ou simplesmente o nome do amigo “Carol” numa linguagem mais coloquial ou informal, que pode surgir de maneira abreviada.

Texto

No corpo de texto (ou corpo da mensagem) são colocadas as informações que o emissor quer expressar segundo o assunto da mensagem.

Como exemplo, vamos sugerir uma mensagem com o tema “Vaga de Emprego”:

“Venho por meio desta afirmar meu interesse na vaga de Marketing oferecida pela Empresa Risus. Para tanto, envio em anexo meu currículo para análise.

Desde já agradeço a atenção e aguardo retorno!” (linguagem formal).

Ou ainda um e-mail informal com o assunto “Babados da Festa”:

“Quero saber como foi o desfecho da festa. Me conte todos os detalhes, por favorrrr!!! Mande notícias quando puder.

P.S.: Você tem a prova de geografia comentada? Preciso entregar o exercício semana que vem.

Help Me Please!!!”

Despedida

Indica a finalização da mensagem com expressões de despedida como:

  • "Atenciosamente"' ou "Saudações" (linguagem formal);
  • "beijos grandes" ou "com carinho" (linguagem informal)

Assinatura

Ao final da mensagem, o emissor assina seu nome. Dependendo do teor da mensagem, a linguagem deve ser mais formal, onde o emissor assina seu nome completo; ou informal, com abreviações, nomes no diminutivo, apelido, etc.

Curiosidade: Você Sabia?

Gênero Textual E-mail

No E-mail o Spam é uma pasta que armazena geralmente as mensagens publicitárias recebidas.

O termo é uma sigla que pode significar “enviar e postar publicidade em massa” (em inglês “Sending and Posting Advertisement in Mass”) ou “mensagens irritantes, inúteis e estúpidas” (em inglês “Stupid Pointless Annoying Messages”).

Alguns deles, são mensagens disfarçadas que contém vírus ou conteúdo indesejado.

Leia também: