Hemoglobina


A hemoglobina (Hb) é uma proteína encontrada no interior dos eritrócitos ou hemácias do sangue.

Sua função principal é transportar o oxigênio dos pulmões para todos os tecidos do corpo. Ao mesmo tempo, também transporta parte do dióxido de carbono dos tecidos para os pulmões.

É a hemoglobina que dá a cor vermelha às hemácias.

As hemácias são as células vermelhas do sangue, formadas pelas hemoglobinas e globulinas.

Estrutura e Composição

A hemoglobina é uma proteína de estrutura quaternária.

Ela é composta por quatro cadeias de globina (parte proteica) e um grupo heme (grupo prostético) ligado a cada uma delas.

Em adultos, as cadeias de globina são de dois tipos: duas do tipo α (alfa) e duas do tipo β (beta).

O grupo heme contém um átomo de ferro central em seu interior, mantido no estado ferroso. O ferro é o responsável pela captação do oxigênio, uma vez que o mineral se liga ao oxigênio com facilidade.

Hemoglobina

Estrutura da hemoglobina

A globina não serve apenas para a função estrutural, mas também torna possível a reversibilidade da ligação entre o ferro e o oxigênio.

Tipos de Hemoglobina

As cadeias de globina podem ser dos tipos: alfa, beta, gama, delta, épsilon e zeta. Elas são produzidas nas diferentes fases do desenvolvimento.

Assim temos diferentes diferentes de hemoglobina ao longo da vida:

  • Hemoglobina embrionária
  • Hemoglobina fetal
  • Hemoglobina em adultos

As combinações entre os diversos tipos de cadeias resultam em moléculas de hemoglobinas diferentes.

A hemoglobina anormal mais conhecida é a HbS – sickle (foice, em português, devido ao seu formato), responsável pela anemia falciforme.

Existe ainda a hemoglobina glicosada ou glicada. Ela corresponde a união da hemoglobina com a glicose presente no sangue. Uma vez ligadas, a glicose permanece na hemoglobina durante todo o seu tempo de vida, entre dois a três meses.

A hemoglobina glicosada é utilizada para o diagnóstico e monitoramento da diabetes.

Quanto mais açúcar no sangue, maiores são as chances da hemoglobina ser glicosada.

Leia também sobre:

Transporte de gases

Como vimos, a hemoglobina pode se ligar ao oxigênio e/ou dióxido de carbono.

Transporte do oxigênio (O2)

  1. A hemoglobina das hemácias que entram nos pulmões está ligada ao dióxido de carbono;
  2. Nos pulmões, a concentração de oxigênio é mais alta do que a de dióxido de carbono. Aliado a isto, a hemoglobina possui afinidade com o oxigênio. Assim, ela libera o dióxido de carbono e liga-se ao oxigênio.

Uma molécula de hemoglobina pode se combinar com quatro moléculas de gás oxigênio. Quando a hemoglobina liga-se ao oxigênio recebe o nome de oxiemoglobina.

Transporte de oxigênio através da hemoglobina

Transporte de oxigênio através da hemoglobina

Transporte do gás carbônico (CO2)

O transporte de gás carbônico é mais complexo. Isso porque ele pode ser transportado por três formas: dissolvido no plasma sanguíneo (7%), ligado à hemoglobina (23%) e na forma de íons bicarbonato dissolvidos no plasma (70%).

  1. A hemoglobina sai do coração e chega, através da corrente sanguínea, aos músculos;
  2. Devido ao metabolismo, a concentração de dióxido de carbono no músculo é alta e a concentração de oxigênio é baixa;
  3. A hemoglobina liga-se então ao dióxido de carbono e libera oxigênio.

Nessa reação forma-se a carbamino-hemoglobina.

Durante o exercício físico, o músculo produz ácidos (íons de hidrogênio e ácido lático) que deixam o pH mais baixo que o normal.

O pH ácido diminui a atração entre oxigênio e hemoglobina, fazendo com que seja liberado mais oxigênio que o normal. Essa condição aumenta a oxigenação do músculo.

Transporte do monóxido de carbono (CO)

A hemoglobina possui alta afinidade com o Monóxido de Carbono (CO). Quando a hemoglobina liga-se ao monóxido de carbono é chamada de carboxiemoglobina.

A afinidade por monóxido de carbono chega a ser 23 vez maior do que pelo oxigênio. Porém, tal associação pode ser letal, o monóxido de carbono impede o transporte de oxigênio aos tecidos do corpo.

Saiba mais sobre as Hemácias.

Doenças e hemoglobina

Os níveis de hemoglobina podem ser detectados por exames de sangue.

Os valores de referência para a hemoglobina são:

  • Crianças de 2 a 6 anos: 11,5 a 13,5 g/dL;
  • Crianças de 6 a 12 anos: 11,5 a 15,5 g/dL;
  • Homens: 14 a 18 g/dL;
  • Mulheres: 12 a 16 g/dL;
  • Grávidas: 11 g/dL.

Diferenças nesses valores podem indicar problemas de saúde:

Hemoglobina baixa

  • Anemia
  • Linfoma
  • Hipotiroidismo
  • Hemorragia
  • Insuficiência renal

Hemoglobina alta

  • Desidratação
  • Enfisema pulmonar
  • Tumor nos rins

A hemoglobina na urina (hemoglobinúria) é detectada através de exame. Essa condição pode está relacionada a problemas nos rins, como infecções, pielonefrite ou câncer.

Leia também sobre:

Sangue
Plasma