Lei de Murphy: conheça a história dessa curiosa teoria


A Lei de Murphy (Murphys Law) revela a capacidade que as coisas têm de darem errado.

Recebe esse nome pois foi criada pelo capitão e engenheiro aeroespacial estadunidense Edward Murphy (1918-1990), em 1949.

Ela está baseada nas leis da probabilidade e geralmente, possui um teor negativo. Seu enunciado é expresso da seguinte forma:

Se alguma coisa tem a mais remota chance de dar errado, certamente dará

História da Lei de Murphy

Edward Murphy era capitão da força aérea estadunidense e num dos testes para provar a aceleração e a gravidade dos pilotos na aeronave, o sistema parou.

Murphy, que estava envolvido no projeto, foi conferir as ligações dos sensores do sistema e reparou que estavam errados. Nesse momento, ele criou a Lei de Murphy. Nas palavras do engenheiro:

Se este homem tem algum modo de cometer um erro, ele o fará.”

No entanto, quem mencionou publicamente a expressão foi o brasileiro John Paul Stapp (1910-1999). Na época, ele era coronel da Força Aérea dos Estados Unidos e trabalhou com Murphy no projeto.

Assim, a Lei de Murphy foi popularizada pelo mundo. Segue sendo uma das expressões de teor humorístico mais utilizadas quando algo não corre como o esperado. Ou seja, se alguma coisa pode dar errado, ela dará.

Mais tarde, a lei foi reformulada, se tornando uma máxima. Apesar de parecer que ela não possua bases científicas, a verdade é que muitas coisas que dão errado podem ser explicadas pela ciência, envolvendo diversas variáveis e probabilidades.

Um exemplo, talvez o mais famoso deles, é o pão que cai sempre com a manteiga virada para baixo. Porém, para esse motivo, a ciência explica que existe 50% de probabilidade do pão cair com a manteiga voltada para cima, e outros 50% de cair voltada baixo. Isso depende de sua posição no espaço e da força da gravidade, explica a física.

Lei de Murphy

Interessante notar que, costumamos dar mais atenção aos momentos em que as coisas estão dando errado. Ou seja, a lei de Murphy somente ficou famosa pela importância que damos a esses momentos de desconforto.

Seja o pão com manteiga, a fila que não anda, os semáforos vermelhos, o momento da queda, sabe aquela sensação de acharmos que o Universo está contra nós. Pois é, a Lei de Murphy explica!

Lei de Murphy x Lei de Clark

Ao contrário da Lei de Murphy, a Lei de Clark expressa o otimismo e envolvem os temas da homem e da tecnologia.

Foi criada pelo britânico Arthur Charles Clarke sendo formulada em três leis. Segundo ele, “Murphy era otimista”. Confira abaixo o enunciado de cada uma delas:

  1. Quando um cientista distinto e experiente diz que algo é possível, é quase certeza que tem razão. Quando ele diz que algo é impossível, ele está muito provavelmente errado.
  2. O único caminho para desvendar os limites do possível é aventurar-se um pouco além dele, adentrando o impossível.
  3. Qualquer tecnologia suficientemente avançada é indistinguível de magia.