LIBRAS (Língua Brasileira de Sinais)

Márcia Fernandes

O que é Libras?

Libras, sigla de Língua Brasileira de Sinais, é a língua oficial da comunidade surda brasileira.

É uma língua de modalidade gestual-visual, que se exprime através da combinação de sinais e expressões faciais, as chamadas expressões não manuais. Os sinais utilizados substituem as palavras de uma língua de modalidade oral-auditiva.

Organizada em níveis fonológicos, morfológicos, sintáticos e semânticos, Libras é reconhecida pela linguística. Assim, o Brasil tem duas línguas oficiais, português e Libras, que é a língua materna dos surdos.

Por tudo isso, a Libras não é uma linguagem. Tal como a língua portuguesa, a língua de sinais é dinâmica e apresenta regionalismos, as diferenças de acordo com as regiões do país onde a língua de sinais é usada. Isso corrobora ainda mais o seu caráter de língua, tendo sido reconhecida como tal em 2002.

Cada país tem a sua própria língua de sinais. No Estados Unidos, por exemplo, ela se chama American Sign Language (ASL), Língua Americana de Sinais, em português. Na França, ela se chama Língua de Sinais Francesa (LSF), e é inclusive a língua que deu origem à Libras.

De acordo com os dados do Censo 2010, segundo o IBGE, 2,1 milhões de brasileiros são surdos ou têm muita dificuldade para ouvir, no entanto o número de pessoas que utilizam a Libras não foi apurado.

O Censo Escolar de 2016, por sua vez, registrou 21 987 estudantes surdos na educação básica.

Leia também: Língua e linguagem

História da Libras: como e quando surgiu

A Língua Brasileira de Sinais surgiu a partir da Língua de Sinais Francesa.

No Brasil, a primeira escola de surdos iniciou sua atividade em 1º de janeiro de 1856, com a colaboração do professor de surdos francês Eduard Huet e com o apoio de D Pedro II.

Fundada em 26 de setembro de 1857 e localizada no Rio de Janeiro, a escola brasileira chamava-se Collégio Nacional para Surdos-Mudos. Hoje, recebe o nome de Instituto Nacional de Educação de Surdos (INES).

Huet começou por ensinar os surdos no Brasil utilizando a Língua de Sinais Francesa, mas sem desconsiderar os sinais que eram utilizados, de forma informal, pelos surdos do nosso país. Assim, surgiu a Libras, que era ensinada no Instituto e transmitida pelos alunos nas suas cidades, quando esses regressavam após terem se formado.

A luta pela oficialização da Libras como língua teve início na década de 80, com a criação de um movimento criado pela comunidade surda. Finalmente após tantos anos - o projeto de Lei para a legalização e regulamentação da LIBRAS data de 1993 - em 2002 a Língua Brasileira de Sinais é reconhecida como língua através da Lei nº 10.436 de 24 de abril de 2002.

Em 2005, é a vez do Decreto nº 5.626, de 22 de dezembro de 2005 vir para regulamentar a legislação, dispondo sobre a inclusão da Libras como disciplina curricular, ensino da língua portuguesa à comunidade surda como segunda língua, formação de profissionais bilíngues, entre outros.

Números em sinais de Libras (0-9)

números em LIBRAS
Numerais em Libras, de 0 a 9

Alfabeto em sinais de Libras

alfabeto em LIBRAS
O abecedário em sinais de Libras

Palavras do dia a dia em Libras

Márcia Fernandes
Márcia Fernandes
Professora, pesquisadora, produtora e gestora de conteúdos on-line. Licenciada em Letras pela Universidade Católica de Santos.