Lixo Industrial


O lixo ou resíduo industrial é aquele proveniente das indústrias, ou seja, do setor secundário. Dentre todos os tipos de lixo, os resíduos industriais tem sido um dos maiores problemas quando se trata de preservação do meio ambiente.

É, portanto, uma grande ameaça para o equilíbrio ambiental e para a sobrevivência de todos os seres do planeta. Segundo o “Departamento de Resíduos Sólidos do Ministério do Meio Ambiente”, o Brasil recicla somente 13% dos resíduos industriais.

Exemplos de Lixo Industrial

Lixo IndustrialIndústria em Karabash, região de Chelyabinsk, Rússia

Dependendo do tipo de atividade desenvolvida pela indústria (química, petroquímica, alimentícia, têxtil, metalúrgica, automotiva, papelaria, etc.) os resíduos industriais podem ser sólidos, líquidos ou gasosos, por exemplo:

  • Produtos químicos
  • Metais
  • Borracha
  • Tecidos
  • Gases
  • Óleos
  • Cinzas
  • Vidros
  • Plásticos
  • Papéis
  • Madeira

Classificação e Destino do Lixo Industrial

O descarte do lixo industrial em locais inapropriados tem gerado sérios impactos no meio ambiente, como a poluição do solo e dos cursos de água (rios, mares, lagos, oceanos, lençóis freáticos).

Os tipos de resíduos possuem um destino específico e nem todos estão de acordo com as leis ambientais. De tal modo, o lixo Industrial é classificado de três maneiras:

  • Classe 1- Perigosos (contaminantes e tóxicos);
  • Classe 2 - Não-inertes (possivelmente contaminantes);
  • Classe 3 - Inertes (não contaminantes).

Além disso, segundo o tipo de resíduos eles são classificados em:

  • Resíduos Sólidos: esses tipos de resíduos industriais são amontoados e enterrados em locais específicos (aterros industriais), o que pode causar sérios danos de contaminação no solo e no lençol freático (águas subterrâneas);
  • Resíduos Líquidos: sem nenhum tipo de tratamento, a maioria das indústrias lançam esse tipo de resíduos nos rios e mares, comprometendo os cursos de água;
  • Resíduos Gasosos: proveniente das fumaças lançadas pelas chaminés das indústrias, esses resíduos são lançados na atmosfera sem passar por tratamento prévio.

Visto que muitos resíduos industriais são tóxicos, corrosivos, inflamáveis e com alto teor poluente, como principais consequências temos a contaminação dos ecossistemas, diminuição da biodiversidade e ainda, a proliferação de diversos tipos de doenças.

Em caso de contaminação e comprometimento dos resíduos lançados no ambiente, a própria indústria é responsável, podendo pagar indenizações altas, dependendo da poluição.

Um exemplo notório são os vazamentos de indústrias petrolíferas que causam enormes prejuízos ambientais, por exemplo, na contaminação das águas e na mortandade de diversas espécies.

Reciclagem do Lixo Industrial

Uma vez que se trata de resíduos de diversas natureza, alguns deles podem ser reciclados, por exemplo, os plásticos, vidros, papéis.

Além deles, na indústria de alimentos alguns podem passar pelo processo de reciclagem derivando por exemplo, em rações para animais.

No entanto, muitos dos resíduos industriais não são recicláveis como os produtos tóxicos derivados de materiais químicos.

Esses são os mais perigosos para o planeta e muitas indústrias ainda são negligentes com o assunto mesmo que sejam elas as responsáveis pelo gerenciamento, transporte, tratamento e destinação final dos resíduos.

Assim, além da reciclagem de produtos, os resíduos industriais podem ser incinerados (queimado a altas temperaturas), ou mesmo levados aos aterros industriais que apresentam um processo de impermeabilização do solo, sendo o processo mais comum e menos dispendioso. Entretanto, essas técnicas ainda levantam questões sobre sua eficácia e seus reais efeitos no meio ambiente.

Saiba mais sobre o tema, com a leitura dos artigos: