Monet


Claude Monet foi um pintor impressionista francês, considerado um dos mais importantes artistas do impressionismo.

A característica mais marcante dessa escola artística são as pinturas ao ar livre. Ao lado de Monet, merecem destaque os pintores impressionistas: Camille Pisarro, Édouard Manet, Edgar Degas, Alfred Sisley e Pierre-Auguste Renoir.

Você sabia?

O termo “Impressionismo” surgiu devido sua obra “Impressão, nascer do sol”, de 1872.

Isso porque na I Exposição Impressionista realizada no ano de 1874, em Paris, o grupo de artistas foi chamado pejorativamente pelos críticos de “impressionistas”

Biografia

Claude Monet

Oscar-Claude Monet nasceu em Paris dia 14 de novembro de 1840. Passou sua infância na cidade de Le Havre, na Normandia. Seu pai era comerciante e desejava que seu filho seguisse seus passos.

Entrou para a escola secundária de artes e com isso, seu interesse pela pintura cresceu ainda mais. Nesse momento, fez diversas caricaturas e seus desenhos já começaram a impressionar muita gente.

Com a morte de sua mãe, Monet passou a morar com sua tia Marie-Jeanne Lecadre, também pintora e interessada em artes.

Em 1859, decidiu estudar Artes na cidade de Paris, entretanto, ficou decepcionado com a arte acadêmica. Nesse período participou de diversos encontros com intelectuais e artistas que costumavam estar em cafés da cidade.

Mais tarde, foi trabalhar no estúdio de Charles Gleyre. Ali, ele conheceu Auguste Renoir, outro importante pintor do movimento impressionista.

Além dele, teve contato com Gustave Courbet, pintor de estilo mais realista e Camille Pisarro, co-fundador do movimento impressionista.

Inspirados nas técnicas de Eugene Bodin, Monet passou a produzir pinturas ao ar livre. Todavia, algumas de suas obras foram rejeitadas para exposição, momento em que Monet começa a passar por dificuldades financeiras.

Casou-se com Camille Doncieux, sua primeira mulher, e com ela teve dois filhos: Jean e Miguel.

Em 1863 aluga seu próprio estúdio em Paris e começa a participar de algumas exposições no Salão de Paris. Com a chegada da guerra franco-prussiana Monet vai morar em Londres com sua mulher e filho.

Camille teve complicações na segunda gravidez e logo após o nascimento do segundo filho do casal, ela falece.

Embora tenha tido dificuldades de vender sua arte, a partir de 1886, sua carreira começa a alavancar. Viajou para diversos países para se inspirar nas paisagens e vender suas obras.

Em 1892, casa-se pela segunda vez com Alice Hoschedé. Mudou-se para Giverny com sua família e lá comprou uma casa às margens do rio.

Monet continuou produzindo obras até a data de sua morte, embora tenha tido problemas de visão.

Faleceu na cidade de Giverny, França, aos 86 anos, dia 5 de dezembro de 1926. Hoje, é possível visitar a casa que viveu e seus belos jardins.

Obras

Captar momentos ao livre relacionados com cenas cotidianas foi o maior foco de Monet.

Além disso, realizou diversas séries onde ele apresenta a diferença de luminosidade em um mesmo local.

Dono de uma vasta obra, Monet misturou técnicas de pinceladas sutis e mais rápidas em suas telas. As cores vivas e a luminosidade são características presentes em sua obra.

Mulher com vestido verde (1866)

Mulher com vestido verde

Mulheres no Jardim (1866)

Mulheres no Jardim

Impressão, nascer do sol (1872)

Impressão, nascer do sol

Regata em Argenteuil (1872)

Regata em Argenteuil

Campos de Papoula em Argenteuil (1873)

Campos de Papoula em Argenteuil

Mulher com Sombrinha (1875)

Mulher com sombrinha

A Estação de Saint-Lazare (1877)

A estação de Saint-Lazare

A Catedral de Rouen (1894)

A catedral de Rouen

O Parlamento, Londres (1904)

Casas do Parlamento

Nenúfares (1904)

Nenúfares

Frases

  • Eu adoraria pintar como o pássaro canta.”
  • As cores são minha obsessão, meu divertimento e meu tormento de todos os dias.”
  • Todos discutem minha arte e fingem compreender, como se fosse necessário compreendê-la, quando é simplesmente necesssário amar.”

Leia também:

Impressionismo
Pintura Moderna