Neoclassicismo

Daniela Diana

O Neoclassicismo (novo classicismo) representa um movimento artístico e cultural que envolveu a literatura, a pintura, a escultura e a arquitetura.

Surgiu no século XVIII na Europa se espalhando pelo mundo, permanecendo até meados do século XIX.

Recebe esse nome uma vez que esteve baseado nos ideais clássicos. Trata-se de um movimento de oposição aos exagero, rebuscamento e complexidades do Barroco.

Ele surge após a Revolução Francesa (1789), o início da Revolução Industrial e no contexto do Iluminismo chamado de “Era da Razão”.

Características: Resumo

  • Valorização do passado histórico
  • Influência da arte clássica (greco-romana)
  • Baseado nos ideais iluministas
  • Oposição ao Barroco e ao Rococó
  • Temas mitológicos e cotidianos
  • Racionalismo, academicismo e idealismo
  • Harmonia e beleza estética
  • Simplicidade e equilíbrio das formas
  • Uso da Proporção e da clareza
  • Imitação da natureza

Arquitetura Neoclassicista

NeoclassicismoPanteão de Paris, França

A arquitetura neoclássica foi fundamentada nos ideais clássicos e nas construções erigidas durante o período do Renascimento.

O "Panteão de Paris" é um dos maiores exemplos da arquitetura desse período localizada na França. Além dele, o "Portão do Brandemburgo", em Berlim, demostra a forte presença desse estilo em outros países europeus.

Literatura Neoclassicista

O principal movimento literário alinhado aos ideais neoclassicistas foi o Arcadismo.

A literatura nesse período é revelada pela simplicidade na linguagem. Isso acontece através do uso de um vocabulário simples, bem como pela escolha dos temas associados ao cotidiano, à natureza e à mitologia.

Saiba mais sobre as Características do Arcadismo.

Pintura Neoclassicista

NeoclassicismoRetrato de Mrs. Serizy, Jacques-Louis David

A pintura apresenta diversas características desse período, o qual buscava a pureza e a harmonia das formas.

Inspirados na artes greco-romana e renascentista, o realismo, o racionalismo das obras e o equilíbrio das cores foram essenciais para disseminar esse estilo nas artes plásticas.

Merecem destaque os pintores neoclássicos franceses: Jacques-Louis David (1748-1825) e Jean Auguste Dominique Ingres (1780-1867).

Escultura Neoclassicista

NeoclassicismoEros e Psiquê, Antonio Canova

A Escultura Neoclássica vem unir diversos elementos baseados na escultura clássica, donde o uso do mármore é sua mais forte característica.

Busca-se a harmonia das proporções e das formas com a exploração de temas relacionados a mitologia e personagens heroicos.

Roma foi o grande e importante centro irradiador desse estilo com destaque para o escultor italiano: Antonio Canova (1757-1822).

Neoclassicismo Brasileiro

NeoclassicismoInterior da Casa França-Brasil, Rio de Janeiro

No Brasil, o Neoclassicismo começa no século XIX. Ainda que não tenha tido tanta representatividade no país, alguns monumentos, artes plásticas e obras literárias demostram sua influência.

A Casa França-Brasil é um dos exemplos arquitetônicos do desenvolvimento desse estilo no país. Os pintores europeus que estiveram no Brasil durante esse período apresentam obras com características neoclássicas, a saber: Rugendas (1802-1858), Taunay (1755-1830) e Debret (1768-1848).

Na literatura, o arcadismo no Brasil teve como marco inicial a publicação de “Obras Poéticas”, de Cláudio Manuel da Costa (1729-1789), em 1768.

Além dele destacam-se os escritores: Santa Rita Durão (1722-1784), Basílio da Gama (1741-1795) e Tomás Antônio Gonzaga (1744-1810).

Saiba mais sobre o Arcadismo no Brasil.

Daniela Diana
Daniela Diana
Licenciada em Letras pela Universidade Estadual Paulista (Unesp) em 2008 e Bacharelada em Produção Cultural pela Universidade Federal Fluminense (UFF) em 2014. Amante das letras, artes e culturas, desde 2012 trabalha com produção e gestão de conteúdos on-line.