Arte Contemporânea


A Arte Contemporânea ou Arte Pós-Moderna é uma tendência artística que surgiu na segunda metade do século XX, mais precisamente após a Segunda Guerra Mundial, por isso é denominada de arte do pós-guerra.

A Arte Contemporânea se prolonga até aos dias atuais, período esse denominado de pós-modernismo, propondo expressões artísticas originais a partir de técnicas inovadoras.

Do latim, o vocábulo “contemporanĕu” corresponde a união dos termos “com” (junto) e “tempus” (tempo), ou seja, significa que ou quem do mesmo tempo ou época. Utilizamos essa palavra como adjetivo para indicar o tempo presente, atual.

Arte ContemporâneaEscultura da Artista Alemã Rebecca Horn, Barcelona, Espanha

Para saber mais: Pós-Modernismo

Resumo

Após a Segunda Guerra Mundial (1939-1945), o novo panorama é caracterizado pelo avanço da globalização, cultura de massa e o desenvolvimento das novas tecnologias e mídias, as quais se mesclam com a arte oferecendo assim, novas experiências artísticas-culturais pautadas principalmente, nos processos artísticos em detrimento do objeto, ou seja, na ideia em detrimento da imagem.

Nesse sentido, a arte contemporânea prioriza principalmente, a ideia, o conceito, a atitude, acima do objeto artístico final. O objetivo aqui é produzir arte, ao mesmo tempo que reflete sobre ela.

Foi dessa maneira que a Arte Contemporânea rompeu com alguns aspectos da Arte Moderna, abandonando diversos paradigmas e trazendo valores para a constituição de uma nova mentalidade, ao mesmo tempo que abriu espaço para diversidade de estilos, perspectivas, técnicas e abrangência de linguagens artísticas (dança, música, moda, fotografia, pintura, teatro, escultura, literatura, performances, happenings, instalações, videoarte, etc.).

Leia mais sobre dança contemporânea em História da Dança no Brasil.

Em outras palavras, a mudança da era industrial (moderna) para a era tecnológica da Informação e Comunicação (contemporânea), proporcionou mudanças significativas no campo da cultura e das artes, embora a arte contemporânea abrigue diversos valores da arte moderna, tal qual as inovações e experimentações artísticas bem como a diluição de fronteiras entre formas artísticas.

Movimentos Artísticos Contemporâneos

Imbuídos dos ideais que alicerçam a arte contemporânea, surgem diversos movimentos ou escolas artísticas vanguardistas que buscaram romper com a Arte Moderna, ligada ao consumo, para dar lugar à arte contemporânea, relacionada com a comunicação, a saber:

Principais Características

As principais características da arte contemporânea são:

  • Sociedade da informação, tecnologia e novas mídias
  • Subjetividade e liberdade artística
  • Efemeridade da arte
  • Abandono dos suportes tradicionais
  • Mescla de estilos artísticos
  • Utilização de diferentes materiais
  • Fusão entre a arte e a vida
  • Aproximação com a cultura popular
  • Questionamento sobre a definição de arte
  • Interação do espectador com a obra

Arte Contemporânea no Brasil

A partir da década de 50, no Brasil, movimentos vanguardistas se desenvolveram, do qual se destaca o Neoconcretismo. Muitos foram os artistas que fomentaram a arte contemporânea no país, dos quais merecem destaque:

  • Hélio Oiticica (1937-1980)
  • Lygia Clark (1920-1988)
  • Lygia Pape (1927-2004)
  • Almícar Castro (1920-2002)
  • Aluísio Carvão (1920-2001)
  • Franz Weissmann (1911-2005)
  • Hércules Barsotti (1914-2010)
  • Willys de Castro (1926 - 1988)
  • Cildo Meireles (1948-)
  • Ferreira Gullar (1930-2016)
  • Romero Britto (1963-)

Para saber mais: Neoconcretismo

Principais Artistas

No cenário mundial, alguns artistas merecem destaque na composição de obras contemporâneas:

  • Robert Smithson (1938-1973): artista estadunidense
  • Jackson Pollock (1912-1956): pintor estadunidense
  • Marina Abramovic (1946-): artista performática sérvia
  • Rebecca Horn (1944-): artista alemã
  • Richard Serra (1939-): escultor estadunidense