6 Obras de Banksy que são importantes críticas sociais

Laura Aidar

Os obras de arte urbana atribuídas a Banksy são famosas por carregarem diversos questionamentos sobre a sociedade em que vivemos.

Elas exibem mensagens com alto teor de crítica social, seja implícita ou explicitamente, e estão presentes em várias cidades do mundo, principalmente na Inglaterra.

Selecionamos 6 obras de protesto desse artista contemporâneo que trazem importantes reflexões. Confira!

1. Love is in the Air (Soldier throwing flowers)

Soldier throwing flowers banksy

Essa é uma pintura mural feita em 2005 em Londres. Na época, a cidade britânica passava por uma onda de protestos.

Na obra, vemos um manifestante com o rosto coberto. Ele faz um movimento como se fosse atirar um coquetel explosivo, entretanto, o que ele carrega é um ramo de flores.

A imagem exibe um paradoxo ao aliar um ato "violento" com a delicadeza das flores.

A obra foi escolhida para ilustrar a capa do livro do artista Wall and Piece (2005), traduzida como "Guerra e Spray".

2. Napalm (Can't Beat That Feeling)

napalm

Nessa impactante obra, Banksy faz uma montagem relacionando a Guerra do Vietnã com a cultura capitalista americana.

Isso porque, o artista combinou as imagens de Mickey Mouse e Ronald McDonald, símbolos do American Way of Life, com a figura de uma menina vietnamita que foi fotografada fugindo dos horrores da guerra.

A foto foi feita em 8 de junho de 1972 pelo fotógrafo Nick Ut, e teve muito reconhecimento, ganhando o Prêmio Pulitzer de Fotografia de Notícias Spot e a classificação de Foto de Imprensa Mundial do Ano.

fotografia de napalm
Fotografia de Nick Ut, 1972

Na obra de Banksy, os personagens americanos são colocados de mãos dadas com a figura da menina em desespero - após ter o corpo queimado pela bomba química napalm.

Assim, o artista nos leva a refletir sobre a responsabilidade dos EUA no sofrimento de tantas pessoas. Mais de 2 milhões de vietnamitas morreram nessa guerra.

3. Shop Until You Drop

shop until you drop banksy

A composição foi pintada em um prédio em Londres, no ano de 2011.

Nela, Banksy ilustra uma mulher em queda livre com um carrinho de compras. Os itens comprados começam a dispersar no ar, assim como o sapato da moça.

A crítica ao consumismo, e consequentemente ao capitalismo, é clara.

Ele nos faz refletir sobre como o sistema em que vivemos é insustentável e sobre o quanto estamos à beira de um colapso, mas mesmo assim, o consumo é estimulado e as pessoas sentem compulsão por adquirir produtos e mais produtos.

4. Guantánamo Bay Prisioner

guantanamo banksy

A prisão de Guantánamo é uma instituição militar estadunidense da Base Naval da Baía de Guantánamo.

Ela fica localizada na ilha de Cuba e é conhecida por seus maus tratos aos prisioneiros, que são alvo de torturas e trabalho forçado. A denúncia foi feita pela Cruz Vermelha Internacional.

Nesse mural, Banksy representou um desses detentos.

Em outra ocasião, em 2006, o artista conseguiu fazer uma crítica ácida com o mesmo tema, ao levar para dentro da Disneylândia um boneco inflável vestido como um prisioneiro de Guantánamo.

guantanamo banksy
A colocação de um boneco com o uniforme de prisioneiros de Guantánamo na Disney é uma ação artística com impacto direito nos visitantes do parque

Ele inflou o boneco dentro do parque, e este permaneceu mais de uma hora lá até que alguém notasse e o retirasse.

5. Stop and Search

Stop and search banksy

Nessa obra, produzida em 2007 em Bethlehem, na Palestina, o artista expõe um soldado sendo revistado por uma menina.

Aqui, ele propõe uma inversão de papéis em uma situação que normalmente ocorre com civis, que é a de ser revistado pelas forças armadas. A menina veste uma roupa cor-de-rosa e representa a inocência.

A região palestina é marcada por intenso conflito entre judeus e árabes, onde o povo árabe é exposto à extrema violência por parte do Estado de Israel.

6. Girl with ballon

girl with ballons banksy

Girl with ballon foi realizada em 2002 em Londres, na Inglaterra.

Na obra, é exibida a figura de uma menina que estende a mão para pegar seu balão, que é levado pelo vento. O balão é em formato de coração e pintado em vermelho, enquanto o restante da obra é preta.

Há ainda a frase "There is always hope", que traduzida para o português significa "Há sempre esperança". Aqui, Banksy deixa uma mensagem de crença em dias melhores, mesmo com todo o desalento que há no sistema em que vivemos.

Esse trabalho é, talvez, o mais famoso do artista. Ele foi reproduzido em uma tela e vendido em 2018 em um leilão em Londres por mais de 1 milhão de libras.

No momento em que foi batido o martelo da venda, a obra se autodestruiu por meio de um dispositivo colocado na moldura, surpreendendo todos os presentes.

Dessa forma, Banksy realizou mais uma ação artística que questiona o mercado da arte.

banksy leilão
Momento em que a obra Girl with ballon é destruída em leilão

Qual a identidade de Banksy?

Esse artista mantém em segredo sua identidade, mas mesmo assim, conseguiu que suas pinturas ganhassem reconhecimento mundial.

Geralmente são obras feitas com a técnica de stencil, que consiste em fazer moldes vazados em papel rígido e pintar com tinta spray.

O tabloide inglês Daily Mail noticiou que o verdadeiro nome do artista é Robin Banks, e que ele nasceu em 1973, mas essa informação não chegou a ser comprovada.

Há ainda a desconfiança de que o nome por trás do pseudônimo Banksy seja o do músico Robert Del Naja, vocalista da banda Massive Attack.

Sobre a arte de rua, o artista-ativista se pronunciou:

As pessoas que mandam nas cidades não entendem o grafite porque acham que nada tem o direito de existir se não gerar lucro, o que torna a opinião delas desprezível.

Laura Aidar
Laura Aidar
Licenciada em Educação Artística pela Universidade Estadual Paulista (Unesp) em 2007. Formada em Fotografia pela Escola Panamericana de Arte e Design de São Paulo (2010).