Persas

Juliana Bezerra

Os persas fazem parte de uma das mais importantes civilizações da Antiguidade – civilização persa.

Destacam-se, também, na civilização antiga, os fenícios e hebreus. A Pérsia se localizava ao Leste da Mesopotâmia, hoje Irã.

Os persas caracterizam-se pelo expansionismo. Dentre as suas conquistas, destacamos: a Babilônia, o Egito, os Reinos da Lídia, Fenícia, Síria, Palestina e as Regiões gregas da Ásia Menor.

Todos os povos conquistados tinham de pagar o imposto, mas não eram obrigados a deixar de lado os seus costumes ou a sua língua.

Política Persa - Poder soberano

A expansão da Pérsia somente foi possível graça ao empreendedorismo dos imperadores que estiveram no seu poder.

Quem deu início ao Império Persa foi Ciro, o Grande (560 a.C – 529 a.C). Porém, o desenvolvimento da civilização se deve, principalmente a Dario, o Grande.

Este foi o responsável por grandes construções, principalmente da Estrada Real, cujo objetivo era manter a hegemonia dos povos conquistados. Seguiu-se a Dario, Xerxes I e o último imperador persa foi Dario III.

Era preciso organizar a população que havia sido conquistada. Assim, a reforma administrativa, realizada no governo de Dario deu origem às satrapias - províncias governadas pelos sátrapas.

Com receio de perder a sua soberania, os “olhos e ouvidos do rei” eram pessoas de confiança do imperador encarregadas de vigiar os sátrapas.

Economia Persa

Os persas viviam da agropecuária, da mineração, do artesanato e dos impostos.

A construção da estrada Real propiciou o desenvolvimento do comércio. Nesta altura, foi criada a moeda designada por dárico.

Cultura, Religião e Arte dos Persas

Zoroastrismo ou Masdeísmo é o nome da antiga religião desse povo, que teve origem na fusão das crenças populares dos povos persas, feita pelo seu fundador, o profeta Zoroastro ou Zaratrusta – daí a proveniência do nome.

Trata-se de uma religião dualista, ou seja, que coloca sua confiança no princípio do bem versus mal (Mazda, o deus do Bem, e Arimã, o deus do Mal).

Os monumentos e as pinturas retratam os feitos dos imperadores. Os persas construíram grandes obras arquitetônicas. Os seus palácios, além de grandes, eram bastante luxuosos.

Atualmente, a cultura persa é conhecida pelos seus luxuosos tapetes.

Leia também sobre os Fenícios e Hebreus.

Juliana Bezerra
Juliana Bezerra
Bacharelada e Licenciada em História, pela PUC-RJ. Especialista em Relações Internacionais, pelo Unilasalle-RJ. Mestre em História da América Latina e União Europeia pela Universidade de Alcalá, Espanha.