República Francesa


A Primeira República Francesa foi proclamada em 29 de setembro de 1792 e um novo calendário é criado marcando o ano I da República e o IV Ano da Liberdade. O rei é Luís XVI é levado à guilhotina em 21 de janeiro de 1793, atitude que inaugura uma série de guerras contra a França pelas nações europeias temerosas do exemplo revolucionário.

Nessa onda de "medo" é formada em 1793 a Primeira Coligação, integrada por Áustria, Prússia, Holanda, Espanha e Inglaterra contra a França. A presença da Inglaterra é justificada por disputas econômico-financeiras porque a França está iniciando o processo de industrialização sob liderança da burguesia.

Sob a guerra, as cidadãos assistiam a aumentos de preços e temiam ameaça contra-revolucionária. É o início da ameaça aos ideais da Revolução Francesa. Assim, em 12 de junho de 1793, liderados por Marat, Hébert e Roux, os sans-culottes cercam a Convenção e prendem os líderes girondinos, permitindo que o Partido Jacobino assuma a Revolução Francesa.

Os jacobinos promulgam a nova Constituição de 1793 e que tinham as características mais democráticas de todas, concedendo voto aos maiores de 21 anos, independente da situação econômica. A nova Constituição, contudo, não foi aplicada porque em outubro de 1793 foram suspensas as liberdades individuais para a organização de um tribunal revolucionário montado para julgar os inimigos da república.

Lema

O lema da república francesa é a tríade liberdade, igualdade e fraternidade e integra o patrimônio do povo francês. Surgiu mesmo antes da Revolução Francesa e caiu em desuso durante o Império de Napoleão Bonaparte.

Na revolução de 1848, o lema ressurge, mas envolto em uma névoa de religião. E quando foi redigida a Constituição de 1848, o lema passa a ser definido como um princípio da República.

A imposição do leva ora emerge, ora retorna. No Segundo Império não é adotado, mas está presente na 3ª República. A partir de 14 de julho de 1880, o governo francês passa a inscrevê-lo nas fachadas de prédios públicos.

Na edição das constituições de 1946 e de 1958, o lema "liberdade, igualdade e fraternidade" é incorporado ao patrimônio nacional da França.

Estude mais sobre o tema nos artigos: