Resistores


Os resistores são dispositivos eletrônicos cuja função é a de transformar energia elétrica em energia térmica. Também chamados de resistências, estão presentes em aparelhos como chuveiros, televisores, computadores, aquecedores, ferro de passar roupa, rádios, lâmpadas incandescentes, dentre outros.

Os resistores são componentes que se opõem a passagem de corrente elétrica, ou seja, “resistem” a passagem de corrente elétrica, limitando sua intensidade.

São representados pela letra R e no Sistema Internacional de Unidades (SI) são medidos em Ohm (Ω), ou seja, Volts (V) / Ampére (A).

Tipos de Resistores

Há dois tipos de resistores, fixos e variáveis. Os resistores fixos são constituídos de filme carbono, filme metálico, fio de precisão, dentre outros.

Os resistores variáveis podem ser ajustados manualmente. São exemplos potenciômetros, LDR (light depend resistor), PTC (coeficiente de temperatura positivo), NTC (coeficiente de temperatura negativo), Magnetorresistores, reostato, dentre outros.

Capacitores

Os capacitores ou condensadores, diferente dos resistores, que se opõem a passagem da corrente elétrica, são dispositivos que armazenam a energia elétrica.

Leis de Ohm

A resistência elétrica foi descoberta pelo físico alemão Georg Simon Ohm (1787-1854), em 1827. Assim, ele postulou as duas leis de Ohm, as quais determinam a resistência elétrica dos condutores.

  • Primeira Lei de Ohm: A primeira Lei de Ohm postula que um condutor ôhmico (resistência constante), mantido à temperatura constante, a intensidade de corrente elétrica será proporcional à diferença de potencial aplicada entre suas extremidades, ou seja, sua resistência elétrica é constante. É representada pela seguinte fórmula:

Resistores ou Resistores

donde:

R: resistência, medida em Ohm (Ω)
U: diferença de potencial elétrico (ddp), medido em Volts (V)
I: intensidade da corrente elétrica, medida em Ampére (A).

  • Segunda lei de Ohm: A segunda lei de Ohm estabelece que a resistência elétrica de um material é diretamente proporcional ao seu comprimento e inversamente proporcional à sua área de secção transversal representada pela seguinte fórmula:

Resistores

donde:

ρ: resistividade do condutor (depende do material e de sua temperatura)
R: resistência
L: comprimento
A: área de secção

Associação de Resistores

Nos circuitos elétricos há uma quantidade de resistores que se organizam em série ou em paralelo. Note que o chamado “resistor equivalente” (Req) representa a resistência total dos resistores associados.

  • Associação de Resistores em Série: Na associação em série, o resultado total será igual à soma de todas as resistências presentes no circuito, de modo que a corrente elétrica (i) é a mesma para todos os resistores do circuito. Portanto, para calcular o valor dos resistores, utiliza-se a seguinte expressão: RT= R1+R2+R3+R4+R5+...Rn.
  • Associação de Resistores em Paralelo: Na associação em paralelo, a corrente elétrica que passa por todo o circuito é igual à soma das correntes elétricas que passa por cada um dos resistores da associação. Dessa forma, a resistência equivalente (Req) dos resistores associados em paralelo, será menor que o resistor de menor resistência da associação, sendo calculado pela seguinte fórmula: RT= 1/(1/R1 + 1/R2 + 1/Rn).
  • Associação de Resistores Mista: Nesse tipo de associação, os resistores se encontram associados em série e em paralelo. Dessa forma, para calcular a resistência do circuito, primeiramente deve-se calcular o valor total dos resistores associados em paralelo, somá-los aos resistores em série, para assim, obter o resultado final.

Leia também:

Curiosidade

  • O nome do instrumento para medir resistores é denominado de ohmímetro.