Signo linguístico

Márcia Fernandes

O signo linguístico representa o significante e o significado.

Ao ouvir a palavra “casa”, você pensará nas letras que a compõem (c-a-s-a) e nos fonemas que a representam (/k/ /a/ /s/ /a/) . Isso é o significante.

Ao mesmo tempo, a palavra “casa” permite que você recrie o conceito na sua memória sobre o que você sabe acerca de uma casa, ou seja, uma construção com portas e janelas, com cômodos diferentes e, assim, terá na sua cabeça a recriação da imagem de uma casa. Isso é o significado.

Exemplo:

significante e significado

A nossa língua é formada por signos linguísticos que precisam de regras para serem utilizados, tais como saber que um substantivo feminino deve ser acompanhado por um adjetivo também feminino.

Assim começa o estudo de uma língua: entendendo que tudo o que gira em torno de um signo linguístico deve combinar adequadamente com ele.

Exemplo: O bonitas casa está atrasada.

A frase acima não faz sentido nenhum por vários motivos: o artigo (o) que antecede e o adjetivo (bonitas) não combina com o substantivo que vêm depois dele, assim como o adjetivo “atrasada” não pode ser usado nesse contexto, porque uma casa não se atrasa.

Não deixe de ler outros textos relacionados com esse tema:

Márcia Fernandes
Márcia Fernandes
Professora, pesquisadora, produtora e gestora de conteúdos on-line. Licenciada em Letras pela Universidade Católica de Santos.