Stalin


Stalin, (que significa “homem de aço” em russo) foi um revolucionário comunista, chefe de estado e ditador antifascista

Ele governou a União das Repúblicas Socialistas Soviéticas (URSS) e definiu os rumos do socialismo de 1922 até a sua morte, em 1953.

Por sua vez, neste período, o líder comunista praticou um conjunto de medidas para a centralização do comando econômico, inaugurando um período de industrialização e coletivização dos meios de produção, especialmente as terras e fábricas.

Também atribui-se a Stalin o desenvolvimento de indústria de base, a derrota da Alemanha nazista, a rápida industrialização da URSS, bem como a expansão de seu território.

Para saber mais: Socialismo e Comunismo.

StalinStalin foi secretário-geral do Partido Comunista

Biografia

Josef (Iosif) Vissarionovitch, mais conhecido com Stalin, nasceu em uma pequena cidade georgiana, chamada Gori, em 18 de dezembro de 1879, numa família pobre.

Filho do sapateiro Besarion Jughashvili (1849 ou 1850-1909) e da costureira Ketevan Geladze (1858-1937), Stalin estudou por um tempo no colégio religioso de Tiflis, mas foi expulso por pregar o marxismo.

De fato, foi em 1901 que sua carreira revolucionária teve uma reviravolta, quando tenta se eleger líder do “Partido Operário Social-Democrata Russo” (POSDR), fracassando e sendo expulso pelos mencheviques.

Isso o leva a agir no anonimato, fomentando greves operárias e a se aproximar dos revolucionários bolcheviques.

Sem espanto, Josef é preso e “fugiu” diversas vezes entre 1902 e 1913, o que levantou desconfianças de que Stalin seria agente secreto do regime czarista.

Em 1903, Stalin se casa com Ekaterina Svanidze, com quem teve um filho, Yakov Dzhugashvili; com a morte de sua esposa em 1907, ele se casa pela segunda vez com Nadezhda Alliluyeva, com quem terá o casal de filhos Vasily Dzhugashvili e Svetlana Alliluyeva.

Entre 1913 e 1917, Stalin foi editor do jornal partidário o Pravda (“A Verdade”), organizado por Leon Trotsky.

Com o sucesso da Revolução Russa de 1917, o “homem de ferro” tem seus talentos reconhecidos e é eleito Secretário-geral do Comitê Central em 1922, dando início a sua ascensão ao poder.

Suas ações após este evento foram duramente criticadas pelo grande líder revolucionário Lênin, o qual deixando sua insatisfação numa carta póstuma (“O Testamento de Lênin”) que foi suprimida pelos stalinistas após sua morte, em 21 de janeiro de 1924, quando se iniciou uma luta pelo poder que só foi definida realmente com o assassinato de Leon Trotsky, em 21 de agosto de 1940.

Entenda a Diferença entre Comunismo e Socialismo.

Por conseguinte, em 1928 tem início o programa de industrialização intensiva e coletivização da agricultura soviética, o que provocou uma disruptura agrícola, causando uma onda mortal de fome que ceifou pelo menos 4 milhões de vidas (a propósito, o regime estalinista matou entre 10 e milhões 20 milhões de pessoas).

A partir da década de 1930, Stalin estabeleceu definitivamente seu poder pessoal, com o culto à sua imagem personificada e pelo expurgo de seus opositores (reais ou não), deportados para o exílio ou aprisionados em campos de trabalhos forçados na Sibéria, sob a acusação de serem inimigos do povo soviético.

Entre 1934 e 1938 essa perseguição se intensificou ainda mais, com a condenação dos “contra-revolucionários” em 1937-38.

Por outro lado, em face da recusa dos líderes do bloco capitalista em se aproximar do regime socialista, o que deixou a URSS isolada economicamente, Stalin se alia à Alemanha nazista em 23 de agosto de 1939, quando estabelece um pacto de não-agressão (Pacto Ribbentrop-Molotov) com os alemães, no qual estava garantida ainda a divisão do território polonês entre os signatários.

Este pacto durou até 1941, quando a URSS é invadida pelas forças alemãs, levando os soviéticos a se aliarem ao Reino Unido e Estados Unidos para vencer os nazistas.

Com a vitória dos Aliados na Segunda Guerra Mundiale a incontestável vitória da URSS sobre os nazistas, o regime stalinista irá manter os territórios ocupados durante a guerra, incorporando os territórios da Polônia, Checoslováquia, Bulgária, Hungria, Romênia e Alemanha e dando inicio à Guerra Fria entre os Estados Unidos da América, líder do bloco capitalista e a URSS.

Josef Vissarionovitch morre em Moscou, no dia 5 de março de 1953, após uma forte hemorragia cerebral.

Em 1956, após a posse de Nikita Khrushchev, que denunciou as atrocidades e desvios do stalinismo, tem inicio o processo de “desestalinização”, o que, na prática, significou apenas o fim da repressão policial em massa pelo regime soviético.

Para saber mais: