Triângulo das Bermudas

Juliana Bezerra

O Triângulo das Bermudas, também chamado de "Triângulo do Diabo" é uma área de 3,9 milhões de quilômetros no Oceano Atlântico.

Compreendida entre o estado da Flórida (EUA), Porto Rico e o arquipélago das Bermudas, essa região ficou conhecida pelo desaparecimento de navios e aeronaves.

Mistério Desvendado

A declinação magnética da região explicaria o comportamento dos equipamentos de navegação, que seriam alterados no Triângulo das Bermudas. Cumpre dizer que alguns acidentes aconteceram resultantes da combinação de erro humano e mau tempo.

Entretanto, o mesmo ocorre em outras regiões, provando que não há algo especial naquele ponto em específico.

Estudos da Universidade do Colorado apontaram para algumas especificidades encontradas na região. Cientistas observaram nuvens em forma de hexágono que provocam fortes correntes de ar, fazendo surgir ondas de até 15 metros de altura e desestabilizando as aeronaves.

Também existem as grandes bolsas de gás que são formadas nesta parte do Oceano Atlântico. Neste cenário, as embarcações e aviões são arrastadas para o fundo do mar e simplesmente desaparecem.

Mistérios e Lendas

Vários barcos e aviões nunca mais foram encontrados alimentando todo o tipo de especulação.

Entre os mais famosos está a quadrilha da Marinha americana e alguns navios que partiram em treinamento da Flórida e desapareceu na região em 1945.Cinco aos mais tarde, artigos publicados no jornal revelavam os estranhos acontecimentos.

Estudos posteriores comprovaram que os aviões eram conduzidos por um pilotos inexperientes, com equipamentos de navegação deficitários, oferta limitada de combustível e, ainda, voavam baixo em um mar agitado.

Triângulo das Bermudas
Mapa com a localização do Triângulo das Bermudas

Desde então, estima-se que cerca de 50 navios tenham desaparecido sem deixar vestígios nessa região do Oceano Atlântico.

À falta de explicações convincentes, surgiram milhares de teorias desde a abdução de embarcações por naves extraterrestres até monstros marinhos engolindo aviões inteiros.

A literatura se encarregou de elevar a fama da região, exaltando os acidentes e oferecendo argumentos paranormais aos fenômenos.

Entre esses escritores está o jornalista americano Vincent Gaddis (1913-1997). Em 1964, ele cunhou o termo "Triângulo das Bermudas" numa série de artigos para a revista americana "Argosy".

Outro autor que usou a região como cenário de suas aventuras foi o americano Charles Berlitz (1914-2003). Em seu livro "The Bermuda Triangle", publicado em 1974 aponta que o lugar estaria ligada à cidade imaginária "Atlântida".

A obra não tem nenhum embasamento científico, mas conquistou o público afirmando que ali estaria o elo para a cidade perdida.

Navios e Aviões Desaparecidos

Em 1918, o cargueiro americano "Cyclope" abastecia outras embarcações durante a Primeira Guerra Mundial. Tinha 309 pessoas a bordo que não chegaram ao seu destino. Em 1941, outros dois navios iguais ao Cyclope fizeram a mesma rota e sumiram.

Em termo de aeronaves, o avião C-54 levantou voo da ilha das Bermudas e encontrou uma tempestade pelo caminho. A grande questão, nesse caso, é: por que o piloto não a evitou?

Intrigante também foi o que aconteceu com o DC-3 que decolou de Porto Rico para a Florida, em 1948, com 26 pessoas a bordo. O voo corria tranquilo e a comunicação entre os controladores era fluida. Entretanto, vinte minutos antes do previsto para a aterrissagem, as torres de controle não receberam mais qualquer sinal.

Curiosidades

  • Em 2005, foi lançado o filme "O Mistério do Triângulo das Bermudas", de Craig R. Baxley que conta a estória de cientistas empenhados em explicar os fenômenos da região.
  • Há pessoas que acreditam que o Triângulo das Bermudas é o portal para outros mundos.

Leia mais:

Juliana Bezerra
Juliana Bezerra
Bacharelada e Licenciada em História, pela PUC-RJ. Especialista em Relações Internacionais, pelo Unilasalle-RJ. Mestre em História da América Latina e União Europeia pela Universidade de Alcalá, Espanha.